Suspeita de coronavírus em advogado adia audiência que envolve o ex-prefeito Soliney Silva

Suspeita de coronavírus em advogado adia audiência que envolve o ex-prefeito Soliney Silva

Uma suspeita de coronavírus levou ao adiamento da audiência que seria realizada às 10h:30 desta terça (17), na Justiça Federal em São Luís – MA, onde seria tomado o depoimento do ex-prefeito Soliney Silva e de seus familiares.

O advogado de um dos réus que é parte do processo protocolou pedido de adiamento, juntando atestado médico informando que se encontrava com sintomas de dores musculares, coriza e tosse seca.

Presente na audiência, o ex-prefeito Soliney lamentou o adiamento do referido ato processual e disse que sua presença ali era para esclarecer os fatos. Foi claro ao dizer que está a disposição de prestar todos os esclarecimentos ao juiz do caso, o que considera ser obrigação de todo homem público. Soliney lembrou que quando foi ouvido pela Polícia Federal esclareceu tudo que lhe foi questionado, apresentando todos os seus extratos bancários e declarações de imposto de renda, demonstrando a origem de todo o patrimônio que possui.

Os filhos do prefeito também demonstraram tranquilidade. Lembraram que nunca exerceram cargos públicos e que todo patrimônio que possuem têm origem em trabalho lícito. São empresários, que nunca fizeram qualquer espécie de negócio com dinheiro público.

O pré-candidato a prefeito – Bruno Silva – fez questão de dizer que não teme nada, que é ficha limpa, nunca tendo sido condenado por nada. Ressaltou que todos em Coelho Neto o conhecem e sabem que é honesto e trabalhador.

Bruno aproveitou a oportunidade para lembrar que diante do seu crescimento confirmado por pesquisa de opinião pública, seus adversários tentam a todo custo usar essa investigação para tentar criar um fato político na disputa. “Não é apenas isso, ao que parecem estão desesperados e tentando a todo custo criar um fato que possa nos atingir. Não vamos passar recibo para baixaria e já nos comprometemos a fazer uma campanha de alto nível, abominado a utilização das fake news. Vamos continuar com a nossa pré-campanha, quanto as ofensas e os ataques a gente entrega para a justiça resolver’, concluiu ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *