Secretária de Educação manda descontar no salário de professor que faltou em evento pedagógico

Secretária de Educação manda descontar no salário de professor que faltou em evento pedagógico

A Secretaria de Educação – Semed de Coelho Neto decidiu tomar uma decisão radical contra os professores: a determinação é colocar falta e descontar no salário dos professores que faltaram ao Encontro Pedagógico realizado nos dias 18 e 19.

Mesmo não se tratando de dia letivo e em tese os professores ainda estarem gozando suas férias, a medida pode ser uma retaliação aos servidores pela mobilização que levou o governo ao Ministério Público e a obrigatoriedade de fazer um acordo para pagar o que deve.

Em um grupo de gestores e coordenadores pedagógicos, uma servidora da Semed identificada como Creuza teria passado as diretrizes: a determinação era não fazer o resumo de pontos antes de ser finalizado um levantamento dos faltosos determinado pela secretária de Educação Williane Caldas.

Em um segundo áudio tempos depois, a servidora disse que pelo fato de algumas escolas já terem entregue os resumos, os descontos ficariam para o próximo mês. É perseguição que chama? Será que o Sintasp vai reagir, ou vai deixar passar mais esse desmando inédito do atual governo?

Confira os áudios:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *