RECONSTITUIÇÃO DO ASSASSINATO DE DÉCIO SÁ DEVE MOBILIZAR TODA A SEGURANÇA PÚBLICA

RECONSTITUIÇÃO DO ASSASSINATO DE DÉCIO SÁ DEVE MOBILIZAR TODA A SEGURANÇA PÚBLICA

A presença do assassino confesso Jhonatan de Souza deverá mobilizar todo o sistema de segurança na reconstituição da morte do jornalista Décio Sá.
A operação deve ser relizada na noite de hoje ou de amanhã, a partir da Avenida Ana Jansén, de onde o matador começou a seguir Décio Sá.
A polícia já ouviu o criminoso por várias vezes, e precisa refazer a dinâmica do crime, desde a saída de Décio do Sistema Mirante até a fuga do bandido.
O jornalista deixou a Mirante por volta das 22 horas do dia 23 de abril. Jhonatan de Souza o aguardava na porta e passou a seguí-lo. Cerca de 15 minutos depois, Décio estacionou em frente ao restaruante Estrela do Mar. O bandido parou do outro lado, desceu da moto, disparou os tiros e fugiu. Na reconstituição a polícia via procurar responder algumas perguntas não esclarecidas pelo matador.
1 – Por que não executou Décio na porta da própria Mirante ou em algum ponto entre a empresa e a Litorânea?
2 – Como sabia que Décio iria parar no Estrela do Mar, se o jornalista teve de fazer o retorno até parar em frente ao restaurante, enquanto ele ficou do outro lado da avenida, aguardando?
3 – de que forma conseguiu escapar, sem camisa e com uma arma na cintura, andando a pé até a curva do 90?
A reconstituição será feita exatamente na mesma hora, e nas mesmas condições em que o crime aconteceu… 

Do Blog do Marco D´Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *