RAPIDINHAS

AUDIÊNCIAS – A Juíza Dra. Karla Jeane durante essa semana está realizando no Fórum Desembargador José Vera Cruz Santana o Mutirão de Audiências com vários juízes, promotores e advogados. A ação visa otimizar os serviços do judiciário e resolver em um curto espaço de tempo demandas da população referente a vários assuntos tais como investigação de paternidade, adoção, pensão alimentícia e etc.

JUDICIÁRIO I – Antes tarde do que nunca, durante essa semana também deverá ser inaugurado à sede do Tribunal do Júri de Coelho Neto. Desde que as dependências do Fórum foi entregue há exatos dois anos atrás, a sala do júri aguardava apenas a compra dos equipamentos para poder funcionar. Durante esse intervalo os julgamentos foram realizados inúmeras vezes na sede da Câmara, enquanto a justiça com toda sua morosidade concluía a compra do material permanente do espaço.

JUDICIÁRIO II – Um fato curioso chamou atenção durante a entrevista da juíza Dra. Karla Jeane numa rede de TV local. É que escolheram o nome do Desembargador Milson Coutinho, para dar nome ao Tribunal do Júri, numa justa homenagem a um filho da terra e aos relevantes serviços prestados ao judiciário maranhense. Mas uma dúvida paira no ar: Não é a justiça que proíbe dar nome de pessoas vivas aos prédios públicos?

ASSALTO – Repercutiu muito mal o assalto na cidade de Afonso Cunha envolvendo inclusive um menor de idade, utilizado como informante e que fora baleado tempos depois no confronto com a polícia e a prisão feita do único policial de plantão na sede da delegacia. Ações como essas demonstram a falência do sistema de segurança do Estado. Uma vergonha!

FEJMA – Foi adiada com o argumento de “garantir melhores condições de estrutura” a tão propagada Reunião Ordinária do Fórum Estadual de Juventude – FEJMA, que elegerá os novos membros da sociedade civil do Conselho Estadual de Juventude – CEJOVEM. Uma atitude foi considerada no mínimo inusitante, se considerarmos que desde a concepção desse Fórum, a estrutura era assegurada para todos que desejassem participar. Já na atual gestão, o corte de despesas foi geral e só assegura estrutura de um membro por entidade. A crise chegou no FEJMA também… Fazer o quê?

VISITAS – No último dia 11 completamos exatos um mês que estamos no Portal Tribuna do Maranhão. No controle do Sistema de Gerenciamento de Conteúdos registramos quase 40.000 mil visitas nesses trinta dias demonstrando que nossos leitores estão ligados ao que ocorrem em nossa região. Vamos continuar informando, em nosso melhor estilo, é claro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *