Prefeito de Afonso Cunha desmonta discurso da oposição e lembra o rastro de roubalheira deixado pela gestão anterior

Prefeito Arquimedes Bacelar: reação a hipocrisia da oposição

O prefeito Arquimedes Bacelar (PTB) aproveitou a realização da Conferência de Saúde realizado no último sábado (26), para em seu discurso desmontar o discurso da oposição, que tem se aproveitado de um rádio funcionando na casa do ex-prefeito José Leane (PMDB) para atingir a ele e sua gestão.

Curiosamente o programa é apresentado justamente pelo ex-secretário de saúde José de Pinho, que durante o evento estava na plenária e foi obrigado a ouvir o que quis e o que não quis.

Arquimedes começou falando do desrespeito do governo anterior com a classe dos Agentes de Saúde e sob aplausos disse que a classe estava com salários em dia, que em 16 anos haviam recebido pela primeira vez 1/3 de férias e que o governo estava preparando para mandar para a Câmara um projeto regulamentando o 13º destes profissionais.

O petebista questionou a legitimidade da gestão anterior que teve 4 (quatro anos) para elaborar o Plano de Saneamento Básico com recursos que recebeu da Fundação Nacional de Saúde – Funasa e sequer o fez, agora questiona ações em saneamento básico de uma gestão de 08 (oito) meses.

Qual a legitimidade de um ex-prefeito mandar cobrar limpeza da cidade quando ele desviou quase R$ 1.800.000,00 (hum milhão e oitocentos mil) da construção do Aterro Sanitário que se transformou em mais uma obra abandonada deixada por ele?

O prefeito rebateu o discurso do adversário que chegou a dizer num evento público que ele era perseguidor, mas que mostrava desconhecimento, pois existem diversas pessoas trabalhando na administração que sequer votaram no prefeito. O discurso da perseguição era tão contraditório que a atual gestão sequer ainda havia protocolado os processos judiciais contra a roubalheira cometida pela gestão anterior (ginásio, quadra, creche, escola, aterro sanitário, merenda, carro do lixo, casas), a não ser nos casos de liminar para liberação de convênios.

Arquimedes disse que chegou a sentar com o ex-prefeito para cobrar por exemplo, os R$ 170 mil desviados das casas do Programa Minha Casa, Minha Vida e os R$ 600 mil desviados da escola próxima ao hospital. “No governo passado até médico que não era médico trabalhava e duvido que algum deles me processe pelo que estou dizendo”, disse ele.

Após o discurso do prefeito, o secretário de saúde evitou participar dos debates, meteu a viola no saco e foi embora. Resta saber se “Na hora do Zé”, o ex-secretário de Saúde responderá onde foram parar os recursos questionados pelo prefeito…

One thought on “Prefeito de Afonso Cunha desmonta discurso da oposição e lembra o rastro de roubalheira deixado pela gestão anterior

  1. JA PASSOU A HORA DO ARQUIMEDES TOMAR AS PROVIDÊNCIAS EM RELAÇÃO A ESTES RECURSOS DESVIADOS PELO LEANE, AFINAL É DINHEIRO PÚBLICO E NÃO PODE DEIXAR PRO ESQUECIMENTO.
    AGORA PARTE DESSA CULPA TODO SAO DOS VEREADORES QUE AO INVÉS DE FISCALIZAR FAZIA JUSTAMENTE O CONTRÁRIO DAVA AVAL PRO LEANE FAZER O QUE BEM ENTENDESSE COM O DINHEIRO DO POVO. ESPERO QUE VC PUBLICA MEUS COMENTÁRIOS SR. BLOGUEIRO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *