PDT e PL saem maiores da eleição no MA ; PCdoB diminuiu mais de 50%

PDT e PL saem maiores da eleição no MA ; PCdoB diminuiu mais de 50%

O resultado das eleições municipais no Maranhão aponta para um novo equilíbrio entre as forças que atualmente gravitam o Palácio dos Leões – e que, consequentemente, almejam o comando estadual em 2022.

O partido do próprio governador Flávio Dino, o PCdoB, foi o que mais perdeu espaços: caiu de 46 prefeitos eleitos em 2016 para apenas 22 em 2020.

Recuo de mais de 50%.

De outro lado, o PDT e o PL, dos deputados federais Weverton Rocha e Josimar de Maranhãozinho, respectivamente – ambos com pretensões de candidaturas ao governo em 2022 -, experimentaram grande crescimento.

Os pedetistas agora comandam 42 prefeituras no estado. Já os liberais, 40 – podendo chegar a 41, já que em Bacuri um filiado ao partido pode ser declarado eleito, já que o vendedor, Dr. Washington, concorreu sub judice e deve ter os votos anulados.

Outro destaque foi o Republicanos, do vice-governador Carlos Brandão, outro virtual candidato a governador daqui a dois anos. Elegeram 25 gestores.

São os atores que, na esteira do governo Flávio Dino, tentarão garantir a sobrevivência do seu grupo.

Do Blog do Gilberto Leda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *