Para barrar manifestação, prefeito de Coelho Neto manda proibir circulação de carros de som nas ruas…

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) resolveu acusar o golpe uma dia antes do Movimento pelo Bem de Coelho Neto marcado para a manhã deste sábado (01). A ação é uma resposta de pessoas que contrárias ao seu governo, pretendem elencar motivos de projeto de inciativa popular para propor seu impeachment.

Estranhamente de uma hora para outra, o Departamento de Fiscalização e Tributação do Município resolveu baixar um Auto de Notificação nesta sexta (30), proibindo a circulação dos carros de som pelas ruas da cidade.

Documento da Prefeitura para tentar barrar carros de som nas ruas

A atitude é uma clara retaliação ao movimento, cobrando inclusive taxa de licença aos condutores de veículos de som com vistas a tentar coibir a propaganda volante totalmente à revelia e sem qualquer convocação prévia da categoria.

Também são fortes os rumores de que o prefeito teria tido uma conversa com o Comandante de Polícia para realizar blitz extemporânea para tentar atingir o movimento.

Essa é mais uma ação desesperada do prefeito, que tenta a todo custo usar o poder do cargo para coagir quem não reza na cartilha governista.

Ao acusar o golpe, Américo mostra que de fato está disposto a governar a cidade com a chibata na mão.

E usar essa força contra quem ousar lhe contrariá-lo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *