Leo Carvalho segue em alta…

Leo Carvalho segue em alta…

Por onde anda, o cantor e compositor Leo Carvalho segue se destacando no meio de grandes nomes da música nacional.

Para conseguir tamanho espaço, basta que as pessoas conheçam um pouco do tino que o jovem coelhonetense tem para a música.

É numa simples conversa com amigos ou numa roda animada que surgem composições com sua participação que tem ganhado o repertório nacional, por meio de vozes de artistas consagrados como Ana Catarina, Leo Santana, Nathan e Israel Novaes.

Recentemente ele participou da gravação do DVD do cantor Tierry, no Espaço das Américas em São Paulo, onde Leo Carvalho garantiu participação em 04 músicas que foram cantadas por nomes como Wesley Safadão, Zezé Di Camargo, além de Lara com Hugo e Guilherme.  A parceria é antiga, já que Leo Carvalho também marcou presença em dois outros trabalhos do cantor.

O talento juvenil para composições de sucesso do caneta de ouro, seja de forma independente, seja de forma compartilhada, reforçam o talento do jovem coelhonetense, que saiu da cidade para seguir um sonho e hoje desponta com sua digital em músicas que ganharam o Brasil.

Leo Carvalho é um talento. E para os talentosos, o céu é o limite. Voa garoto!

No MA, homem é citado pelo Facebook em processo de pensão alimentícia

No MA, homem é citado pelo Facebook em processo de pensão alimentícia

Após várias tentativas para citar o pai de um adolescente, na ação de alimentos que tramita na 2ª Vara da Família de São Luís, a parte foi localizada por meio da rede social Facebook. O menino está tratando de uma doença grave e a mãe precisou recorrer à Justiça para que o pai ajude no tratamento.

O juiz titular da 2ª Vara da Família, Lucas da Costa Ribeiro Neto, determinou à secretaria da unidade que fosse expedido mandado de citação para cumprimento pela Central de Mandados da Comarca da Ilha de São Luís. A citação deve ser feita via messenger para o perfil do requerido, no Facebook.

A parte autora da ação ingressou nos autos, por meio da Defensoria Pública, alegando que foram efetuadas várias tentativas de citação sem êxito, inclusive via telefone, e solicitou que a parte requerida fosse citada via messenger, face à urgência que o caso requer, considerando que o adolescente está em tratamento de saúde e possui necessidades urgentes. O juiz também fixou alimentos provisórios e terminou que o pai fosse intimado para cumprir essa decisão.

O magistrado deferiu o pedido, utilizando posicionamento jurisprudencial de outros tribunais estaduais, referente a casos semelhantes em que as partes foram citadas por meio da rede social Facebook (messenger).

O juiz já designou a data da audiência de conciliação entre as partes, a ser realizada na 2ª Vara da Família da Capital. O adolescente mora com a mãe em São Luís (Maranhão) e o pai reside em outro estado. O não comparecimento do requerido à audiência importa revelia e confissão quanto à matéria de fato.

‘Qualquer candidatura que fure a polarização sairá vitoriosa’, diz Eliziane

‘Qualquer candidatura que fure a polarização sairá vitoriosa’, diz Eliziane

Líder da Bancada Feminina no Senado, a senadora Eliziane Gama também almeja um papel relevante na eleições, de preferência em uma chapa majoritária. Ela espera a definição da federação que o Cidadania irá compor para saber o seu destino, mas não esconde que aceita a ideia de ser candidata à vice-presidente da República. Confira a entrevista com a senadora.

Quais as preocupações das senadoras nas eleições?
Temos certa unidade em relação aos temas que nos tocam, como violência contra a mulher, mercado de trabalho, igualdade na representação política, mais mulheres na política, enfim, teses históricas. Acredito que, neste ano, precisamos intensificar o debate sobre participação das mulheres nas chapas majoritárias. Atualmente, temos uma governadora e sete vices, mas podemos ousar. E, com isso, insistir para ampliar a nossa participação no Congresso Nacional.

O que está sendo feito para impedir candidaturas laranjas de mulheres?
Temos problemas em relação a isso. Mas, se compararmos as candidaturas laranjas masculinas e femininas, na verdade, nem podemos comparar. Mas precisamos ampliar esse debate comprometendo os homens, sensibilizando, evitando que retirem mulheres desses espaços. E temos os efeitos da cota de mulheres e do Fundo Eleitoral, que agora destina recursos específicos para campanhas de mulheres. Por meio desse esforço, o número de deputadas dobrou na Câmara, e tivemos maior representação também no Senado. Isso mostra que as políticas públicas estão no caminho certo. Queremos desdobrar esses resultados com mais deputadas estaduais, federais e senadoras. E, como eu disse, ampliar a presença de mulheres em chapas majoritárias.

A senhora pretende ser uma dessas representantes?
Meu partido tem candidato a presidente, o senador Alessandro Vieira. No entanto, tenho colocado meu nome à disposição e estarei aí para defender. É importante participar. Estou na política há 15 anos. Percebo o quanto isso repercute em outras mulheres também. Quanto mais espaço você ocupa, mais responsabilidade se tem no que representa. Lógico que também temos a candidatura da Simone (Tebet) à frente, e que seria muito interessante ver duas mulheres numa chapa majoritária.

Continue lendo.

O silêncio de Cláudio Furtado e o faça o que eu digo, mas…

O silêncio de Cláudio Furtado e o faça o que eu digo, mas…

O vereador Cláudio Furtado (PROS) está envolvido num grande dilema e como coerência nunca foi o seu forte, resolveu fechar-se em copas para não se envolver em polêmicas e não sofrer desgaste – o que atrapalharia seu projeto de candidatura a deputado.

Sem grupo na cidade, Cláudio Furtado resolveu “passar uma chuva” junto a aliados do ex-prefeito Américo de Sousa que foram para a porta da prefeitura em busca de rateio do Fundeb. Mesmo com as explicações do governo dos motivos de não haver rateio, Cláudio dizia que não aceitava as justificativas.

Já em Duque Bacelar, onde o irmão é prefeito e o cunhado é o secretário de Educação, Cláudio Furtado não viu problema e diferentemente de Coelho Neto aceitou as justificativas contra o rateio sem problema algum. Até concordou com elas.

Acontece que agora o jogo virou! O prefeito de Coelho Neto, Bruno Silva (PP) foi o primeiro e segue sendo o único da microrregião a conceder o reajuste aos professores. Sem discurso para fazer politicagem e mostrando que faz uma oposição bem interesseira, Cláudio Furtado se esquivou de emitir qualquer comentário sobre o assunto.

Mas o que ele falaria se isso é obrigação dos prefeitos? De fato alguém poderia fazer essa pergunta, mas e por que o irmão Flávio Furtado além de não ter concedido, ainda tem perdido as estribeiras batendo boca com professores de Duque Bacelar que insistem em receber o que é seu por direito? Será que lá Cláudio Furtado vai pra porta da prefeitura protestar contra o irmão em defesa dos direitos dos professores de sua terra natal, ou vai usar a desculpa que não é vereador lá?

Essa é a falta de coerência que mandou lembranças falada no início do texto, pois como diz a minhã mãe: o exemplo para ser bom, começa de casa.

De fato se cumpre a velha máxima: faça o que eu digo, mas não faço o que meu irmão faz…

Governadores se dividem entre renúncia e articulação por sucessores na eleição

Governadores se dividem entre renúncia e articulação por sucessores na eleição

A dois meses do fim do prazo para desincompatibilização do cargo em caso de candidatura nas eleições de 2022, 25 dos 27 governadores têm os seus rumos políticos definidos nos estados.

Apenas dois, em fim de mandato, estão indecisos quanto à estratégia no ano eleitoral. Quatro devem deixar o cargo para disputar o Senado ou a Presidência, outros cinco preveem seguir no cargo até dezembro sem disputar as eleições, e o restante segue no governo para disputar a reeleição em outubro.

A dois meses do fim do prazo para desincompatibilização do cargo em caso de candidatura nas eleições de 2022, 25 dos 27 governadores têm os seus rumos políticos definidos nos estados.

No Piauí, Wellington Dias quer repetir o feito de 2010. Naquele ano, ele renunciou ao cargo para ser candidato ao Senado e venceu a eleição. A meta do PT do Piauí é lançar o secretário da Fazenda, Rafael Fonteles, para o governo e com Wellington candidato a senador.

“O ideal é sair do resultado das urnas com a eleição de presidente da República e com maioria suficiente para aprovação do projeto de reconstrução do Brasil que será apresentado nas eleições. Não ficar um governo refém do grupo tal, como nos últimos anos”, afirma Wellington.

Aliado de primeira hora de Lula, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), já tem o apoio do PT para ser candidato ao Senado. Ele trabalha para evitar fissuras na sua base aliada que possam comprometer sua postulação ao Senado.

Isso porque Dino decidiu apoiar a candidatura do vice-governador Carlos Brandão (PSDB), que poderá migrar para o PSB, ao governo. Já o senador Weverton Rocha (PDT) disse que manterá a sua pré-candidatura ao Palácio dos Leões.

A expectativa de interlocutores de Flávio Dino é que, mesmo com a base do governo saindo com duas candidaturas, todos se unam em torno do atual governador para o Senado.

Leia a reportagem completa aqui

Famem não referenda lei que concede reajuste dado a professores

Famem não referenda lei que concede reajuste dado a professores

Após o anúncio do reajuste do piso do magistério para 2022, feito na última quinta-feira (27), pelo Governo Federal, a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) divulgou nota onde alerta para a grave insegurança jurídica que deve ser gerada por conta do critério a ser utilizado para o reajuste anunciado.

De acordo com a entidade, a Lei 14.113/2020, que regulamentou o novo Fundeb, revogou o critério de reajuste anual do piso para os trabalhadores do magistério, e que o próprio Governo Federal, por meio do MEC, confirmou a revogação do critério, no dia 14 de janeiro, com base em parecer jurídico da Advocacia-Geral da Uniaão (AGU).

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) também segue o entendimento da CNM e reforça que o reajuste anunciado pelo Governo Federal pode causar um impacto financeiro de grandes proporções aos municípios, especialmente na situação fiscal e afetando diretamente a gestão e as políticas educacionais.

O presidente da Famem, Erlanio Xavier, destaca a importância e a necessidade do reajuste para os profissionais do magistério, entretanto, reforça ser necessário que a medida não inviabilize as demais ações fundamentais para a contínua melhoria da educação básica.

“Nós não questionamos o papel dos profissionais do magistério e, por isso mesmo, sabemos da importância e necessidade da valorização salarial destes, tanto que implantamos no nosso município de Igarapé Grande um dos maiores abonos para estes profissionais no Maranhão. Entretanto, é necessário que se trate essa questão com a responsabilidade que o tema exige, de modo que uma medida com viés eleitoreiro acabe comprometendo os demais investimentos na educação nos nossos municípios”, pontuou.

Do Blog do Jorge Aragão

Prefeito de Coelho Neto garante pagamento de reajuste de 33,23% a professores de Coelho Neto

Prefeito de Coelho Neto garante pagamento de reajuste de 33,23% a professores de Coelho Neto

O prefeito Bruno Silva (PP), efetuou o o pagamento nesta sexta (28), do reajuste de 33,23% aos professores da rede municial de Coelho Neto.

Apesar de na atual conjuntura ainda haver uma grande discussão sobre o pagamento ou não do benefício, o prefeito garantiu desde o ano passado que repassaria o reajuste, após se reunir com membros do sindicato da categoria.

Com a medida, Bruno Silva se torna o primeiro prefeito de sua região e um dos poucos do Estado que já conseguiu efetuar o pagamento de forma antecipada.

“Conforme havia dito anteriormente, quando se trata de direito do servidor e as condições financeiras permitem, não há o que discutir. É pagar e pronto. Fiz questão de anunciar que o repasse seria feito ainda no ano passado, quando estive reunido com membros do SINTASP. Cumpro com minha obrigação, reconhecendo que os professores merecerão sempre muito mais”, disse o prefeito.

Após o reajuste, o menor salário do professor Classe A será de R$ 4.214,98 e o maior do professor Classe D será de R$ 5.475,84, correspondendo a 20 horas, sem incluir nesses números o valor correspondente a quinquênios, incentivo zona rural e gratificação gestão/supervisão.

Câmara de Vereadores de Buriti rebate falsa acusação de atraso de salários

Câmara de Vereadores de Buriti rebate falsa acusação de atraso de salários

A Câmara de Vereadores de Buriti emitiu nota para desmentir atraso de salários de servidores do parlamento.

Segue a nota:

Sobre matéria leviana relacionada a um possível atraso no pagamento dos salários de vereadores e servidores da Câmara de Buriti é importante esclarecer o que abaixo segue:

  1. Como se falar em atraso no pagamento dos vereadores do mês de janeiro, se o mês nunca terminou?
  2. É do conhecimento público que por lei, os salários na gestão pública devem ser pagos até o quinto dia útil do mês subsequente, logo os salários da Câmara de Buriti continuarão sendo pagos religiosamente em dia;
  3. Por fim, todas as matérias caluniosas e levianas a partir de agora, terão resposta a altura para que se restabeleça a verdade dos fatos e a população saiba os motivos subalternos que as move. Presidência da Camara de Vereadores de Buriti.

Segundo fontes do blog com trânsito em Buriti, o que está por trás dessas matérias pagas com ataques levianos é o desejo de alguns de fazer valer uma lei inconstitucional aprovada no final do ano de 2020, cujo salário dos vereadores salta para R$ 8.000,00 (oito mil reais).

A questão que está or trás dos ataques é que a presidente não estaria cedendo às pressões pelo fato do valor ser ilegal, já que está acima do teto permitido por Lei.

Continuaremos acompanhando…

Número de casos de Covid-19 cresce 531% no MA em cinco dias

Número de casos de Covid-19 cresce 531% no MA em cinco dias

O avanço da variante Ômicron da Covid-19 provocou um salto do registro de casos positivos da doença no Maranhão na semana passada.

Em apenas cinco dias, entre domingo, 16, e quinta-feira, 20, houve um salto de 531% no número de novos casos.

Foram 171 entre domingo e segunda-feira, 18, e nada menos que 909 entre quinta e sexta-feira, 21.

Felizmente, como em outros lugares do Brasil e do mundo, o número de mortes não tem subido na mesma proporção.

Do Blog do Gilberto Leda

De como opositores em Coelho Neto se debatem pela sobrevivência…

De como opositores em Coelho Neto se debatem pela sobrevivência…

Orfãos de pai, mãe e de um líder para chamar de seu, a oposição em Coelho Neto se debate para manter a sobrevivência. Com muito cacique para pouco índio, alguns nomes insistem a todo custo querer gerar um espaço que possa lhes render, pelo menos, algum dividendo nesse movimentado ano eleitoral.

Com grande parte dos pseudo-líderes sem coragem para botar a cara no sol ainda, o vereador Cláudio Furtado tenta, sozinho, gerar algum fato que o coloque nessa disputa dos cabeças e que isto lhe renda um protagonismo já que ele nunca teve.

É com o pensamento de se lançar candidato a deputado federal (como ele e o irmão tem feito questão de dizer nas visitas que tem feito nas redondezas), que Cláudio tenta se mostrar, já que como vereador ainda não conseguiu dizer a que veio.

Por ser “procurador federal” como gosta de sublinhar, sua produção legislativa é zero, sua dicção é péssima e seus discursos são enfadonhos. Não consegue formular o pensamento e na tentativa de aparecer, acaba não dizendo coisa com coisa. É um poço de incoerência quando aceita os argumentos do irmão de não pagar o rateio do FUNDEB na vizinha cidade, mas para fazer oba-oba para a turma da “válvula de escape” diz que aqui tudo é possível e mais um pouco.

Foi assim ontem (12), quando na tentativa de criar um fato contra o governo municipal, saiu disparando um vídeo sobre uma licitação do fardamento: quando anunciou o grande fato descoberto por ele, constatou-se que a montanha pariu um rato. Desmentido publicamente, se limitou a apresentar um recorte do site do Tribunal de Contas do Estado com uma informação que é alimentada pela própria prefeitura. Quanto despreparo!

Como pode um procurador-vereador que no exercício da própria função de fiscalizar, formula uma denúncia tão pobre? Aqui entra o fator da eleição: não se está preocupado em passar vergonha, nem disseminar fake news, a idéia é aparecer, seja de que jeito for. E isso acaba servindo para vitaminar um pouco o discurso odiento de alguns opositores – principalmente os furiosos com o lançamento da revista de prestação de contas do governo, feito inédito na gestão local.

Enquanto se debatem pela sobrevivência, a oposição segue o dilema de buscar alguém que os adote.

E que apareça, nem que para isso seja preciso colocar uma melancia na cabeça….