Os três mosqueteiros: Eles fizeram bonito na oposição…

João Paulo, Dr Ricardo e Rafael Cruz: atuação oposicionista autêntica

Passado o primeiro semestre dessa legislatura, é possível admitir o crescimento da oposição na Câmara de Coelho Neto: em número e principalmente em qualidade.

Formada hoje por dois parlamentares em início de carreira e um que reeleito preferiu não se deixar envolver pelo “canto da sereia” do governismo, os oposicionistas fecharam o semestre com saldo bastante positivo.

Apesar de Rafael Cruz (PMDB) ter iniciado na oposição sozinho, a chegada dos vereadores João Paulo (PMDB) e Dr Ricardo Chaves (PPS) serviu como reforço e por diversas vezes e em ocasiões diferentes, os três conseguiram exercer um forte protagonismo diante de uma base governista com ampla maioria.

Discursos empolgantes sobre temas importantes foram expostos na tribuna da Casa a partir da provocação dos três edis, que se mantiveram unidos e com discurso afinado.

E mesmo que a oposição no momento seja apenas eles, na prática eles não estão só. Por diversas vezes tiveram o discurso crítico ao governo engrossado por nomes da própria base governista, mostrando que a insatisfação popular gera reação imediata na Casa do Povo.

Rafael Cruz justamente por ser filho de quem é, adotou uma postura branda, didática, com críticas ao governo, mas sem perder a serenidade e nem se deixar levar pelas provocações. Apesar do bombardeio quando esteve sozinho, se manteve firme e sem abandonar suas convicções, tanto que garantiu por mérito a liderança do seu partido.

O vereador João Paulo na mesma serenidade mas igualmente firme, tem marcado posição e conseguido através disso ganhar credibilidade e apoio popular. Partiu dele uma das críticas mais contundentes contra a saúde ocasionada por um procedimento mal feito na cabeça de um jovem na UPA de Coelho Neto e que ganhou grande repercussão.

Impetuoso e mais efusivo nas críticas pela própria formação, Dr. Ricardo tem sido um legítimo defensor da saúde pública e não poupou garganta em denunciar os inúmeros problemas na gestão da pasta. Arrojado pela própria fala, o parlamentar não leva desaforo para casa e esse talvez seja um bom motivo para que sua atuação seja ainda mais imponente.

São estas três vozes os principais responsáveis por denunciar os desmandos e erros da gestão petista em todos os seus aspectos, tanto político como administrativo.

E o apoio popular mostra que o trio está no caminho certo…

One thought on “Os três mosqueteiros: Eles fizeram bonito na oposição…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *