ORAÇÃO DE PROTEÇÃO DOS COELHONETENSES: SENHOR TEM PIEDADE DE NÓS!

ORAÇÃO DE PROTEÇÃO DOS COELHONETENSES: SENHOR TEM PIEDADE DE NÓS!
Pelo grupo de balaios que apresenta quem parece não ser normal
Pelas artimanhas do dito cujo se achando que é o tal
Pelas bobagens soltadas numa rádio como se fosse um festival
Senhor tem piedade de nós
Pela apresentação e divulgação do que é anormal
Pela enorme vontade de defender o que não é ideal
Pelos tropeços na fala de quem pensa ser maioral
Senhor tende piedade de nós
Pelo fechamento de um hospital em situação irregular
Pelos trabalhadores que há meses tentam receber o que ficou lá
Pelo o que agora defende a patroa, sem com os trabalhadores se importar
Senhor tem piedade de nós
Pela amizade que nasce sem compromisso
Pela troca de afagos querendo algo a mais nisso
Pelo ódio guardado e substituído pelo riso
Senhor tende piedade de nós
Pela inveja de quem anda sem eira nem beira
Pelo que amanhece maldando de segunda a sexta-feira
Pelo que não dorme com obsessão numa certa cadeira
Senhor tem piedade de nós
Pela falta de compromisso aparente e tão real
Pela transformação de um sindicato em comitê eleitoral
Pelo erro de ter eleito quem só pensa para o mal
Senhor tende piedade de nós
Pelo despeito de um ser agoniado
Por quem vive sem esquecer um certo resultado
Pelo que não aceita não ser chamado de deputado
Senhor tem piedade de nós
Pelo que age com comportamentos de um qualquer
Pelo que inventa coisa sem cabeça e nem pé
Pelo que se incomoda até com o sorriso da mulher
Senhor tende piedade de nós
Pelos que tem colocado sempre a Lei a margem
Pelos que tentam defender o que é indefensável
Pelos que não respeitam nem o profissional de Enfermagem
Senhor tem piedade de nós
Por aqueles que querem transformar tudo em palheiro
Pelo que pensa tocar fogo em tudo e correr para o terreiro
Pelo que passa o dia todo falando em dinheiro
Senhor tende piedade de nós
Pelo fracasso completo que o dito cujo representa
Pela falácia em dizer que tem pouca renda
Pelo cara que critica, mas sequer se movimenta
Senhor tem piedade de nós
Pela molecagem de não aceitar que aqui o sol tem vez
Pelo incômodo com o sucesso do cara que mostra o que fez
Pelos totais desrespeito, injúria e insensatez
Senhor tende piedade de nós
Pelo grupo que não junta porque espalha
Pela dificuldade em cumprir com o que fala
Pelo discurso de quem não ajuda e só atrapalha
Senhor tem piedade de nós
Pela pesquisa que mostra um vereador cansado
Pela insistência danada em trazer os inimigos para o lado
Pelo destino que se descortina para o coitado
Senhor tende piedade de nós
Para que possamos ter muita paciência
Para que o povo perca a inocência
E que não aceitemos calado toda essa indecência
Senhor dai-nos a paz!
(Inspirado no texto do jornal Tribuna do Nordeste do diretor José Ribamar Gomes, publicado no blog do Jonh Cutrim)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *