O legado de Danúbia…

Ex-secretária de Educação Danúbia Carneiro: gesto de grandeza

Na última sexta (05), os bastidores políticos de Chapadinha foram sacudidos com a entrevista de rádio da então secretária de Educação Danúbia Carneiro, que aproveitou a deixa para surpreendentemente anunciar sua saída do cargo. A notícia pegou governistas e oposicionistas de calças curtas e foi o bastante para movimentar o falatório e povoar a mente dos mais afoitos sobre as razões que teriam motivado a decisão, bem como os nomes mais fortes para sucedê-la.

Danúbia assumiu a Secretaria de Educação com o know-how de ter sido ex-prefeita e conhecer de perto os meandros da gestão pública. A tarefa aparentemente fácil era no entanto bastante complicada, pois o quadro herdado da gestão anterior era de inúmeros problemas, dentre as quais o pagamento de salários exorbitantes para alguns privilegiados, prestações de contas reprovadas do PDDE, pendências no Programa de Alimentação Escolar, escolas abandonadas, além de pessoas sem formação atuando como professores na zona rural.

Assumir o comando da Educação, portanto, era uma tarefa espinhosa, pois além de tudo o cargo passaria a ser exercido pela primeira dama, motivo que naturalmente resultaria em cobranças mais calorosas. Uma das primeiras medidas tomadas por ela após a posse foi propor a restruturação do órgão, que ganhou ares mais modernos de gestão com a criação de três superintendências: Gestão Estratégica e Controle, Gestão Democrática e Planejamento Técnico-Pedagógico para atuarem de forma harmônica e mais focada em resultados.

Capacitação: respeito e diálogo com os servidores

A idéia da gestão participativa também foi um diferencial, tanto que era comum os encontros com gestores, professores e a equipe pedagógica afim de planejar e traçar estratégias de atuação dentro e fora da sala de aula.

Outra importante medida foi estabelecer a proposta de diálogo com o Sindicato dos Servidores, diferentemente da ex-mandatária que chegou a perseguir sindicalistas por discordarem publicamente dos desmandos do seu governo. Vencido a etapa do processo licitatório, outra preocupação foi não atrasar a oferta de merenda escolar, mas para isso foi montado uma força-tarefa para evitar atrasos e desabastecimento.

Merenda de qualidade

Outra importante conquista foi a idealização do Projeto Aprende Chapadinha, para fornecimento de material didático para a Educação Infantil a partir de uma parceria celebrada com o Sistema Positivo de Ensino (considerado um dos melhores do país).

Aprende Chapadinha: projeto arrojado visando melhoria nos indices educacionais

Em cumprimento a política de respeito aos servidores proposta delo prefeito Magno Bacelar, a secretária autorizou que 50% das férias de professores fossem pagas logo em fevereiro, além disso determinou o cumprimento das 13 horas, reajustou o valor das dobras de 50% para 70% sobre o salário base e lotou apenas professores formados para ministrar aulas nas escolas que integram a Educação do Campo.

Após quatro meses de intenso trabalho, a agora ex-secretária deixa a Educação com diversos avanços e com a casa arrumada para que o futuro (a) sucessor (a) possa pavimentar novas conquistas.

Independente dos motivos que a levaram tomar essa decisão, Danúbia deixa o cargo mostrando humildade, desprendimento, grandeza de espírito e acima de tudo lealdade ao grupo que integra.

São qualidades como essas, que poucas pessoas públicas consegue unir em torno de si.

Aliás, bem poucas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *