NÃO FALEI? CARLOS FILHO LIMITA PODERES DE ADJUNTOS INDICADOS POR ROBERTO COSTA

NÃO FALEI? CARLOS FILHO LIMITA PODERES DE ADJUNTOS INDICADOS POR ROBERTO COSTA


O secretário de Estado de Juventude, deputado licenciado Carlos Filho, baixou uma portaria, no último dia 10 de maio, determinando que a partir desta data somente ele poderá autorizar serviços ou despesas bem como solicitar materiais para a pasta. Nos bastidores, comenta-se que a medida visa diminuir os poderes dos adjuntos Assis Filho e Gustavo Santos na Sejuv, indicações do deputado Roberto Costa (PMDB).

A portaria que limita poderes e mostra quem manda

Ainda de acordo com a portaria baixada por Carlos Filho, secretários adjuntos, chefe de gabinete ou qualquer funcionário da secretaria não poderá contratar serviços ordenar despesa de qualquer natureza sem a prévia autorização escrita do secretário em exercício.
Segundo notícia veiculada no blog do jornalista Luis Cardoso, o secretário adjunto da Juventude e vereador da cidade de Pio XII, Assis Filho, gastou mais de R$ 100 mil no XIII Encontro do Fórum Estadual de Juventudes do Maranhão (FEJMA), realizado no município de Nunes Freire no final de semana retrasado e que acabou em confusão.

Os recursos para a organização do evento, conforme Cardoso, foram liberados pelo Governo do Estado. A Secretaria da Juventude disponibilizou 24 ônibus, que levaram apenas cerca de 400 jovens. Cada veículo foi alugado por R$ 3.500,00. Isso sem contar os gastos com material gráfico, diárias e alimentação do pessoal.

Talvez isto tenha motivado Carlos Filho a limitar os poderes de seus adjuntos na secretaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *