Morte do médico Sebastião Pinheiro repercute na classe política…

O dia desta quinta (27), foi de homenagens ao médico Sebastião Pinheiro, que teve morte confirmada ainda na noite de ontem (26), em São Luís, onde estava internado desde fevereiro lutando contra um câncer.

Cerimônia de corpo presente na Câmara marcou homenagens de políticos e familiares

Nas primeiras horas da manhã foram inúmeras as demonstrações de respeito, carinho e reconhecimento a um cidadão que fez história em Chapadinha e região.

O prefeito Magno Bacelar (PV) lamentou a perda e decretou luto oficial de 03 (três) dias no município. “Dr. Sebastião foi uma das principais lideranças políticas que me ajudaram na minha primeira eleição para a prefeitura de Chapadinha em 2000 e mesmo quando estivemos em lados opostos não perdemos o respeito de um pelo outro”, pontuou.

O deputado estadual Levi Pontes (PCdoB) usou a tribuna da Assembleia para destacar o legado do médico erradicado em Chapadinha há mais de 50 anos e que segundo ele prestou relevantes serviços não apenas a cidade, mas a toda região. “” Dr. Sebastião nos deixa um legado de homem público preocupado com todas as classes sociais. Um médico ativista que sempre esteve presente em todos os problemas de Chapadinha”, disse.

Levi Pontes usou a tribuna da Assembleia para prestar homenagens ao ex-deputado

A Presidente da Câmara Profa. Vera Aguiar através de uma nota em nome do parlamento municipal reafirmou o histórico honrado do ex-deputado. “Dr Sebastião Pinheiro será lembrado como um excelente médico e um grande líder político que sempre lutou pelos interesses políticos de Chapadinha. Um exemplo de ética, equilíbrio e coerência. No campo pessoal foi um amigo leal e um pai reconhecidamente amoroso”, pontuou.

História – O presidente da Assembleia Legislativa Humberto Coutinho encaminhou Nota de Pesar a família em que destaca o histórico do ex-parlamentar.

“Como médico, Sebastião Pinheiro teve uma forte atuação na região do Baixo Parnaíba, em especial no município de Chapadinha, onde chegou a protagonizar importantes disputas pela Prefeitura. Também contribuiu para a saúde na cidade de Vargem Grande, enquanto secretário municipal de Saúde, na gestão de 1993 a 1996. Aqui na Assembleia, atuou na legislatura de 1979 a 1983”, destacou.

Além destes, secretários municipais e integrantes das mais diversas matizes políticas da cidade também fizeram questão de demonstrar consternação e sentimento pela perda do médico e ex-deputado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *