MORRE O EX-MINISTRO PAULO RENATO

MORRE O EX-MINISTRO PAULO RENATO

O ex-ministro da Educação Paulo Renato Souza morreu na noite deste sábado (25), vítima de um infarto fulminante, em São Roque, interior paulista. Paulo Renato, que, segundo sua assessoria de imprensa, vinha enfrentando problemas cardíacos, passava o feriado prolongado ao lado de familiares em um hotel da cidade quando começou a se sentir mal. Ele ainda foi encaminhado ao Hospital Unimed, no Jardim Lourdes, mas já teria chegado morto.

O velório do ex-ministro será realizado neste domingo (26), na Assembleia Legislativa de São Paulo, em horário ainda a ser definido. O secretário estadual da Cultura de São Paulo, Andrea Matarazzo (PSDB), esteve junto com familiares providenciando a documentação necessária para a liberação do corpo, que ocorreu por volta das 5h45 da manhã deste domingo.

O corpo de Paulo Renato será trazido direto para a Alesp. O enterro deve ocorrer apenas amanhã (27) pela manhã, para que as filhas de Paulo Renato – uma mora nos EUA e a outra no México – possam estar presentes no enterro do pai. Ambas iriam embarcar em vôo ainda na manhã de hoje. Segundo a assessoria de imprensa do ex-ministro, o governador Geraldo Alckmin foi informado sobre o falecimento logo na primeira hora desta madrugada.

Matarazzo informou em sua página no Twitter que soube do falecimento pela família do ex-ministro. “Triste noticia o falecimento do Paulo Renato. Um grande ministro. Uma grande pessoa. Bom caráter. Serio”. Segundo ele, Paulo Renato morreu às 23h20 de ontem.

O ex-governador do Estado de São Paulo José Serra também lamentou em sua página no Twitter a morte de Paulo Renato: “Foi-se Paulo Renato, meu querido amigo, um dos maiores homens públicos do Brasil. Foi um grande secretário e um grande ministro da Educação”.

Entre suas principais realizações quando comandou o ministério entre janeiro de 1995 e dezembro de 2002, no governo de Fernando Henrique Cardoso, está a criação do Enem (Exame Nacional de Ensino Médio) e do FUNDEF.

Paulo Renato nasceu em Porto Alegre (RS) no dia 10 de setembro de 1945. Era economista formado pela UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), obteve seu mestrado pela Universidade do Chile e seu doutorado pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), onde foi professor titular do Instituto de Economia e, na década de 80, reitor.

Ministrou cursos também na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Universidade do Chile, PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo) e Universidade Católica do Chile.

Na década de 70, foi especialista da ONU (Organização das Nações Unidas) em questões de empregos e salários e um dos diretores do Programa Regional do Emprego para a América Latina e o Caribe.Escreveu diversos livros e artigos nas áreas de educação, economia do desenvolvimento e economia do Trabalho. (Do R7)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *