MENTIRA TEM PERNA CURTA: A VERDADE SOBRE O FECHAMENTO DO HOSPITAL IVAN RUY

MENTIRA TEM PERNA CURTA: A VERDADE SOBRE O FECHAMENTO DO HOSPITAL IVAN RUY

No período eleitoral a população está sempre sujeita a ouvir de tudo e os candidatos não poupam nas estratégias de tentar conquistar o voto dos eleitores. O problema é quando os candidatos recorrem ao tudo ou nada para tentar vencer alicerçado na mentira e na criação de factóides para tentar ludibriar a opinião publica.
Em Coelho Neto o candidato a Prefeito Soliney Silva – PSD talvez pelo favoritismo em todas as pesquisas eleitorais divulgadas e registradas no TRE, tem sido vítima do ataque desleal dos adversários que tentam a todo custo envolvê-lo em situações embaraçosas com eleitor. A tática não tem funcionado porque como dizia o ditado popular a mentira tem perna curta.
Para ilustrar os boatos criados pela oposição, uma propaganda volante em saído as ruas com dezenas de impropérios entre eles a de que o atual Prefeito Soliney Silva fechou o Hospital Ivan Ruy, fato que a população sabe que não é verdade nem se tem muito trabalho para desmontar a farsa.
No Decreto Municipal nº. 094, de 12 de dezembro de 2008, assinado pelo então Prefeito Magno Bacelar tratava da “requisição das instalações e serviços do Hospital Cel Ivan Ruy e Maternidade Marly Sarney”. A Fundação de Saúde e Assistência de Coelho Neto mantenedora do Hospital vinha sendo administrado por Amanda Bacelar, filha da ex-prefeita Márcia Bacelar.
O texto do Decreto é claro e diz que “consoante administrado pela Administração Municipal, a finalidade deixou de ser cumprida nos últimos anos, visto a PRECARIEDADE dos hospitais da Fundação, onde FALTAM OS MAIS RUDIMENTARES INSTRUMENTOS E EQUIPAMENTOS CIRÚRGICOS E OS MAIS BÁSICOS DOS MEDICAMENTOS, sendo HABITUAL A AUSÊNCIA DE MÉDICOS E A RECUSA DE PACIENTES MUITAS VEZES SOB A SIMPLES ALEGAÇÃO DE “FALTA D´ÁGUA” NO PRÉDIO”. 
O documento diz ainda que “considerando que a Fundação nos últimos anos, além da perda de finalidade, já não é mais detentora de reconhecimento oficial como entidade filantrópica nas esferas municipal, estadual e federal, TRANSFORMANDO-SE EM INSTRUMENTO LUCRATIVO E EM FEUDO FAMILIAR, tendo inclusive, de acordo com a ata da última eleição, realizada em março de 2008, passada ao comando de AMANDA BUZAR BACELAR (Presidente) e ANTONIO CARLOS BACELAR NUNES FILHO (Vice-Presidente), SUCESSORES DOS PAIS NA DIREÇÃO DA ENTIDADE;
Enfim de acordo com o Decreto assinado pelo Prefeito Magno Bacelar foram vários os desmandos detectados no Hospital Ivan Ruy que o levaram a tomar a decisão de “requisitar os bens e serviços médicos da Fundação de Saúde e Assistência de Coelho Neto no prazo de 120 dias” que se estendeu até os dias de hoje. A população é sabedora que o atual Prefeito Soliney Silva ao assumir a Prefeitura em janeiro de 2009, já encontrou o Hospital fechado. 
Depois das informações oficiais fica fácil saber quem realmente fechou o Hospital e desmascarar de uma vez por todas, mas essa mentira implantada. Simples assim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *