Justiça nega pedido de Dino para suspender voos comerciais ao Maranhão

Justiça nega pedido de Dino para suspender voos comerciais ao Maranhão

A Justiça Federal indeferiu um pedido do governo Flávio Dino (PCdoB) para que fossem suspensos, liminarmente, todos os voos comerciais ao Maranhão. A ação foi protocolada pela Procuradoria Geral do Estado (PGE).

A decisão aponta que essa seria uma atribuição federal, não estadual.

“Em face da emergência sanitária, ingressamos na Justiça Federal pedindo a interrupção de voos comerciais de passageiros para o Maranhão, evidentemente com exceções a cargas e casos urgentes a serem analisados. Infelizmente o juiz negou a liminar”, explicou o governador, em postagem no Twitter.

“Infelizmente o juiz considerou que a atribuição pertence ao Governo Federal”, completou.

Na sexta-feira (20), o comunista já havia conseguido, via Justiça Federal, a imposição de barreiras sanitárias nos aeroportos maranhenses (saiba mais).

Do Blog do Gilberto Leda

One thought on “Justiça nega pedido de Dino para suspender voos comerciais ao Maranhão

  1. Bozonaro tá de sacanagem, vai esperar até quando pra fechar os aeroportos de todo país, vai esperar as coisas se complicarem mais ainda ,
    Presidente sem noção, sem moral, #forabozonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *