GESTORES DO NORDESTE DISCUTEM GESTÃO, PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO

GESTORES DO NORDESTE DISCUTEM GESTÃO, PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO
Terminou na terça o encontro que reuniu mais de 400 gestores de assistência social em Porto Seguro, na Bahia

Porto Seguro, 30 “A principal estratégia do Sistema Único de Assistência Social (Suas) é incentivar os municípios a universalizar e avançar no monitoramento, acompanhamento e fiscalização dos serviços. É importante, para a gestão do sistema, que as ações da assistência social sejam integradas e que a intersetorialidade seja valorizada”, afirmou a diretora da Secretaria Nacional de Assistência Social, Simone Albuquerque, durante o Encontro Regional do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas). (Na foto abaixo a Presidente do COEGEMAS do Maranhão Rosário Leal e o Prefeito de Porto Seguro)

O evento, que terminou nesta terça-feira (30), em Porto Seguro, Bahia, teve a participação de três representantes do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS): além de Albuquerque, do diretor do Fundo Nacional de Assistência Social, Antonio Henriques, e da integrante da Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação, Glaucia Macedo. (Na foto abaixo a Secretária Rosário Leal aparece com os índios presentes no evento).

O encontro foi organizado para discutir com os gestores municipais os desafios da gestão do Suas, o planejamento e a execução orçamentária e financeira, assim como a gestão das informações, temas de interesse dos gestores municipais.

Glaucia Macedo acrescentou que as informações disponíveis no portal do MDS para os gestores e formuladores das políticas sociais passam por processo constante de análise. “A ideia é desonerar os gestores de ficarem preocupados com a informação. Nosso trabalho permite o aprimoramento de programas e ações, além de subsidiar o planejamento, a programação e as decisões na área”, disse. (Na foto abaixo Rosário aparece com colegas secretárias de outros municípios do Nordeste)

Fundo a fundo O diretor Antonio Henriques explicou para os gestores a importância do planejamento e da execução orçamentária e financeira do Suas. “As ações e serviços de assistência social devem ser feitas mediante planejamento, executando e prestando contas das receitas e dos gastos realizados”, completou. Ele lembrou que, para isso, os gestores têm acesso a instrumentos de planejamento, como o Plano Plurianual (PPA), a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA), além do Plano de Assistência Social. Para 2010, o orçamento do MDS é de R$ 39 bilhões.

Participaram como debatedoras dos três paineis a presidente do Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social (Coegemas) do Ceará, Vanda Anselmo Braga, e as secretárias de assistência social de Aracaju e Recife, Rosária Rabelo e Niedja Queiroz, respectivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *