ESCOLA MARIA REGUEIRA SE DESTACA NO ENEM

ESCOLA MARIA REGUEIRA SE DESTACA NO ENEM


O Ministério da Educação divulgou nesta quinta-feira (22) as notas por escola do Exame Nacional do Ensino Médio realizado no ano passado (Enem 2011). As notas levam em conta as médias obtidas pelos alunos de cada escola que participaram do Enem em cada uma das quatro provas objetivas (ciências humanas, ciências da natureza, linguagens e códigos, e matemática), e também na redação.
A média final, no entanto, não leva em conta a nota da redação que, segundo o MEC, usa critérios subjetivos e não utiliza a Teoria de Resposta ao Item (TRI), como as outras provas. “Critério de avaliação da redação é muito subjetivo. Levamos em consideração apenas as provas objetivas no cálculo da média final”, disse o ministro Aloizio Mercadante.
O critério utilizado para inclusão de uma escola na lista é o mesmo do sistema “Prova Brasil”, apenas com unidades em que pelo menos 50% dos alunos matriculados e com o mínimo de dez alunos que estavam concluindo o ensino médio participaram do exame. Os números levam em consideração os dados do Censo Escolar.
Ao todo, foram 10.076 (40,56%) que entraram nessa lista. Há ainda 13.581 escolas com menos de 50% de participação. Escolas com menos de dez alunos somam 1.185 unidades.
Participaram do Enem do ano passado 199 escolas federais, 4.968 estaduais, 111 municipais e 4.798 da rede particular (47,62%), de acordo com dados do MEC.
A média de desempenho, a exemplo de outros anos, foi maior entre os colégios particulares. A média nas escolas públicas foi 474,2. Na rede privada a média foi 569,2.
COELHO NETO
A Escola Maria Regueira dos Santos, mantida pelo Grupo João Santos teve um bom desempenho e está entre as melhores classificações do Maranhão.
Para se ter uma idéia a escola ocupou a 42ª. posição no ranking do Estado e tem tudo para investir pesado e melhorar cada vez mais seu desempenho refletido no número de aprovados nas universidades da região.
Com 16 participantes a Escola teve 542.98125 de nota e como nota final alcançou 522.785 e taxa de participação de 88,89%.
Com contribuição do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *