“Dias de cão” na UPA continuam…

Filas da Upa: realidade bem diferente da vendida no sistema de informação

Desde ontem (17), o blog tem recebido denúncias da superlotação no atendimento da Unidade de Pronto Atendimento – Upa, de Coelho Neto.

O número elevado de pessoas que tem necessitado de atendimento, tem feito com que a demora chegue até uma hora e meia de espera.

Essas reclamações porém não são de hoje. Acontece que o governo alega não ter condição financeira de manter dois médicos, o que obriga que um tenha que se revezar entre o atendimento interno e externo.

Enquanto o prefeito utiliza a crise financeira como desculpa, o marido da secretária de Saúde que é médico, aparece como servidor fantasma da Upa, mesmo sem pisar na unidade.

É a população de Coelho Neto sentindo na pele o “peso da mudança” pra pior…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *