De forma individual, servidor de Coelho Neto consegue vitória na justiça no caso Bradesco

De forma individual, servidor de Coelho Neto consegue vitória na justiça no caso Bradesco

Um servidor público de Coelho Neto aposentado decidiu entrar na justiça de forma individual para requerer os devidos reparos contra o Banco Bradesco no caso da desobediência ao cumprimento da Lei Estadual nº 11.274/2020, que versa sobre a suspensão temporária de empréstimos consignados.

Como o banco insiste em desrespeitar a legislação estadual, o servidor deu entrada a uma reclamação cível junto ao Juizado Especial Cível e das Relações de Consumo em São Luís e conseguiu um reconhecimento.

Na decisão proferida pelo juiz de Direito Dr. Jairon Ferreira de Morais, foi concedido tutela vindicada, assinando ao reclamado (Bradesco), prazo de 48 horas para proceder o estorno do valor descontado para a conta corrente do reclamante (servidor), no valor de R$ 1.966,82 mil novecentos e sessenta e seis reais e oitenta e dois centavos), pena de multa diária de R$ 200,00 (duzentos reais) por cobrança levada a efeito.

É hora dos servidores buscarem seus direitos!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *