Conselho de Ética arquiva denúncia contra Levi Pontes por falta de provas

Levi Pontes usou a tribuna da Assembleia para dprestar homenagens ao ex-deputado

A Comissão de Ética da Assembleia Legislativa arquivou a representação protocolada pela deputada Andrea Murad (PMDB) contra o deputado Levi Pontes (PCdoB) que teve um áudio vazado, onde combina com alguém um esquema de distribuição de peixes comprados com dinheiro público.

No pedido de abertura de processo, foi destacado que o comunista supostamente pretendia se apoderar de uma ação da Prefeitura de Chapadinha para fins eleitoreiros, através da distribuição de peixes para famílias carentes do município.

A decisão do arquivamento do processo foi justificada por inexistência de provas robustas nos autos. No relatório, os deputados classificaram a gravação como clandestina e ressaltaram ainda que não foram encontradas provas mínimas para caracterizar quebra de decoro.

Um parecer da Comissão de Ética foi publicado na edição desta quinta-feira (8) Diário Oficial da Casa, apontando para a “ausência de justa para o pedido”.

Com contribuição do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *