Com os dias contados para sair do governo, prefeito de Coelho Neto é alvo de protestos por parte de artistas

Com os dias contados para sair do governo, prefeito de Coelho Neto é alvo de protestos por parte de artistas

Se não bastasse a surra de votos que o tornou o gestor mais rejeitado da história recente do município, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), optou por deixar o governo aumentando ainda mais seu nível de antipatia e enfrentando protestos da categoria que sua propaganda oficial dizia respeitar.

Pois bem, todos sabem que o Governo Federal enviou aos municípios os recursos advindos da Lei Aldir Blanc para socorrer os artistas e produtores culturais em decorrência da pandemia. Na cidade, a categoria é uma das mais afetadas em decorrência das restrições impostas pelo próprio governo municipal em seus decretos. Como não fez qualquer ação que ajudasse a categoria, caberia ao governo Américo apenas disciplinar o repasse de forma a contemplar todas os seguimentos, mas o que se viu foi entrar em cena mais uma vez foi a burocracia e a má vontade de um governo desastroso. Alguém ainda tem dúvida do por que da rejeição do prefeito ter sido tão grande nas urnas?

A incompetência do governo é tamanha, quem nem o próprio calendário definido por eles perante a categoria conseguiu ser cumprido e os artistas estão a ver navios sem saber se receberão os recursos. Na tarde de ontem (16), eles estiveram na frente do prédio da Prefeitura cobrando providências do governo que permaneceu inerte e sem dar qualquer retorno ao problema.

Foi um governo péssimo desde o início.

E se prepara para uma despedida ainda mais melancólica de quem não vai deixar saudade alguma…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *