Com 190 mil jovens beneficiados, IDjovem é lançado em Santa Catarina

O programa ID Jovem foi lançado nesta quarta-feira (31/05), no auditório Antonieta de Barros, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), em Florianópolis (SC).  O estado tem 190 mil jovens aptos a se cadastrar no programa. A cerimônia de lançamento contou com a presença do secretário nacional de Juventude, Assis Filho; do secretário de Assistência Social, Trabalho e Habitação de Santa Catarina, deputado estadual Valmir Comin; do deputado estadual Mauricio Eskudlark (PR), representando o presidente da Alesc deputado Silvio Dreveck (PP) ; do vice-prefeito de Florianópolis, João Batista Nunes; do coordenador estadual de Juventude, Teilor Topanotti; do coordenador de Políticas Públicas para Juventude de Florianópolis, Fernando Fernandes; dos deputados estaduais Dirce Heiderscheidt (PMDB), Ismael dos Santos (PSD) e Altair Silva (PP); entre outras autoridades.

O secretário de Assistência Social afirmou que o estado tem 370 Centros de Referência e Assistência Social (CRAS), que estão presentes em 286 municípios. “Vamos investir nessa parceria para fazer com que esses assistentes sociais se tornem agentes multiplicadores e os 190 mil jovens de Santa Catarina possam usufruir desse benefício”, garantiu Valmir Comin. Ele lembrou que o secretário nacional de Juventude explicou para ele que “o ID Jovem é um impacto positivo no resgate da auto-estima da juventude de baixa renda”.

Assis informou que “a Secretaria Nacional de Juventude está firmando todas as parcerias para crescer e avançar nesta política pública de juventude e para montar programas sociais para os jovens”. Ele disse que Santa Catarina tem o menor número de jovens beneficiários do ID Jovem, que é o programa social do governo que garante acesso à cultura e mobilidade, direitos previstos no Estatuto da Juventude. “A nossa geração precisa consolidar os avanços garantidos no Estatuto da Juventude”.

O deputado estadual Mauricio Eskudlark deu os parabéns aos servidores do CRAS presentes ao evento. “Vocês têm uma grande missão e um grande compromisso, que é tirar o ID Jovem do papel e fazer chegar aos jovens que precisam”. O estado de Santa Catarina vai criar um Comitê de Acompanhamento e Monitoramento do programa. Só em Florianópolis há 8,6 mil jovens aptos a emitir a ID Jovem.

 Texto: Ascom/SNJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *