Coluna do Magno: Uma homenagem as Mulheres…

mulheres
Dalva Bacelar (in memoriam), Tia Carminha, Graça Melo, Dona Belinha e Maria Bacelar (in memoriam): grandes mulheres

Amanhã é dia de ação de graças. Devemos acordar com o coração cheio de amor e ternura para prestar justas homenagens à vida e a humanidade através da figura sublime da mulher.

Reconhecer é uma forma digna de incentivar e preservar os feitos e atitudes de pessoas e profissões. Os legisladores têm sido pródigos na dilação do calendário das homenagens criando o dia do Advogado, do Médico, do Professor, do Carteiro e uma infinidade de outros. Muito justo, todos os trabalhadores e profissões são dignos de reconhecimento.

O DIA INTERNACIONAL DA MULHER é diferente por todas as nuances, a começar por ser comemorado simultaneamente em todos os continentes, enquanto o dia do Advogado, por exemplo, está restrito a um segmento social ou classe trabalhadora e a data não coincide em todos os países. Enquanto o dia da mulher é universal porque, ser forte, conselheira, parceira e mãe não é profissão e sim designo de DEUS.

O mundo não teria evoluído se não houvesse reconhecido não ser   o sexo determinante da capacidade e inteligência. O machismo preconceituoso e covarde foi o responsável pelo atraso no desenvolvimento humano. A mulher por sua capacidade e determinação foi quebrando os tabus e ocupando, paulatinamente, o espaço que lhe era devido. As primeiras e mais árduas batalhas se travaram no mais íntimo do seu ser. Se fazia necessário reunir forças para vencer o medo, a opressão, a discriminação, e os preconceitos profundamente arraigados. Quanto mais árdua a batalha maior a vitória! É preciso continuar avançando.

Coelho Neto tem em cada mulher uma bandeira de luta e inspiração, além de contar com exemplos dignificantes em sua história. Dalva Bacelar foi a primeira e única mulher a contribuir para a elaboração de nossa Constituição Estadual. Muitas conterrâneas já ocuparam cargos de Prefeita, Promotoras, Juízas e Professoras, estas últimas responsáveis pela formação cultural de gerações.

Acompanho, com enorme alegria, o destaque que blogueiros e redes sociais têm dado as mulheres que, pelos seus feitos, se destacam em nossa cidade. A eles me associo com aplausos entusiastas. Professora Maria do Carmo dos Santos, a querida “Tia Carminha”, que veio dedicar todo o encanto de sua sabedoria e carinho no encaminhamento dos primeiros passos de nossas crianças. Sou grato por minha caçula, a Layla, haver bebido na fonte de ensinamentos de seu maravilhoso Colégio.

Graça Melo, trabalhadora e incansável, professora emérita, responsável pela formação de muitas gerações, embalando sonhos infantis, no tradicional Chapeuzinho Vermelho. Minha querida Larissa também teve o privilégio de frequentar suas acolhedoras salas de aulas.

Izabel Gonçalves de Oliveira, a emblemática “dona BELINHA”, símbolo do espírito desbravador da mulher moderna, independente, professora nos povoados, vereadora, balconista e comerciante, enfim, trilhou um longo caminho pontuado por dificuldades, vitórias e dignidade. Construiu a sua própria imagem e história. Coragem e determinação foram companheiras de jornada desta “jovem” que continua desfilando esperanças e simpatia em seu carrinho verde.

Todas as mulheres são dignas de reverencias como companheiras, parceiras, musas ou mães. Para não incorrer em risco de cometer injustiças, presto as minhas mais sinceras homenagens através de MARIA, mãe de JESUS, – SALVE RAINHA!

*Dr. Magno Bacelar é advogado e exerceu os cargos de deputado estadual, deputado federal, senador da república, vice-prefeito de São Luís e prefeito de Coelho Neto.

One thought on “Coluna do Magno: Uma homenagem as Mulheres…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *