Coluna De bem com a Língua Portuguesa: Erros Comuns

Hoje, trago mais alguns erros bastante comuns da nossa língua, devidamente justificados.

DICA:

Foi a reunião onde foi decidido tudo. (ERRADO).

Foi a reunião em que foi decidido tudo. (CERTO).

JUSTIFICATIVA: Ressalto que “onde” é um Pronome Demonstrativo que indica lugar. Portanto, só pode ser usado com esse sentido. Assim, eu poderia escrever coerentemente: “Coelho Neto é onde (lugar) eu gosto de morar”.

DICA:

É preciso reverter a Saúde de Coelho Neto. (ERRADO).

É preciso melhorar a Saúde de Coelho Neto. (CERTO).

JUSTIFICATIVA: O vocábulo “reverter” significa voltar a uma situação inicial. Como a Saúde de Coelho Neto nunca foi boa, este termo não se aplica à oração.

DICA:

Os arroz estão caros. (ERRADO).

Os arrozes estão caros. (CERTO).

JUSTIFICATIVA: Por incrível que pareça, a palavra “arroz” possui plural.

DICA:

O grupo Política & Opinião fala a cerca de política. (ERRADO).

O grupo Política & Opinião fala há cerca de política. (ERRADO).

O grupo Política & Opinião fala acerca de política. (CERTO).

JUSTIFICATIVA: Neste caso, temos palavras e termos homônimos, com som igual, mas significado diferente. Assim:

a cerca = distância

há cerca = tempo decorrido

acerca = sobre, a respeito.

* Antônio Ferreira de Araújo (Toinho Araújo), é Teólogo, Pedagogo, Letrólogo, Especialista em Docência Superior e Mestre em Ciências da Educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *