CHAPADINHA MOBILIZA-SE PARA O DIA “D” CONTRA A POLIOMIELITE

CHAPADINHA MOBILIZA-SE PARA O DIA “D” CONTRA A POLIOMIELITE


A Campanha Nacional contra a Poliomielite, foi lançada na última terça-feira (04), em Brasília, pelo Ministério da Saúde. Com parceria das secretarias estaduais e municipais de Saúde, a meta é vacinar 12,2 milhões de crianças entre 6 meses e menores de 5 anos, o que corresponde 95% da população alvo de 12,9 milhões de crianças no país.

A Prefeitura Municipal de Chapadinha por meio da Secretaria Municipal de Saúde, já está se mobilizando para o dia “D” da Campanha, que será realizado neste sábado (08). A distribuição das vacinas no município já foi realizada a todas as Unidades Básicas de Saúde da Família (Postos de Saúde), tanto do município quanto da zona rural.

A estimativa populacional da Campanha contra a Pólio em Chapadinha é de 7.798 crianças, tendo o município que atingir 95% desse público. É importante reforçar que os pais não devem esquecer-se de levar a caderneta de vacinação dos filhos para que o profissional de saúde possa avaliar a situação vacinal da criança. As campanhas de vacinação é um estímulo para se manter em dia as vacinas das crianças, e protegê-las contra a pólio.

A campanha Nacional contra a Poliomielite vai até o dia 21 de junho. Proteja seu filho contra a pólio, procurando um posto mais próximo de você.

A doença– A poliomielite é uma doença viral, causada por poliovírus e subdivide-se em três sorotipos (1,2,3). É altamente contagiosa, e afeta principalmente crianças menores de 5 anos de idade. O vírus é transmitido através de alimentos e água contaminados e se multiplica no intestino nervoso. Muitas pessoas infectadas não apresentam sintomas da doença (febre, cefaléia, vômitos, rigidez no pescoço e dores nos membros), mas excretam o vírus em suas fezes, portanto, podem transmitir a infecção para outras pessoas.

Falta de higiene e de saneamento na moradia, além da concentração de muitas em um mesmo local, favorecem a transmissão. O período de incubação (tempo que demora entre o contágio e o desenvolvimento da doença) é geralmente de 7 a 12 dias, podendo variar de 2 a 30 dias. A transmissão também pode ocorrer durante o período de incubação.

Do Portal da Prefeitura de Chapadinha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *