Avanço de Ravanne Bastos no seio do governo, também incomoda aliados de Américo

Ravanne Bastos: proximidade e favoritismo que incomoda

A guerra por atenção nos bastidores do governo municipal em Coelho Neto segue a todo vapor e a olho nu para quem quiser ver. Aliados reclamam da falta de atenção do prefeito Américo de Sousa (PT), com as pré-candidaturas dos partidos aliados, com favorecimento explícito de uns em detrimento de outros.

Além do ex-secretário de Agricultura Albertino Verissimo, aliados reclamam que a ex-secretária de Saúde Ravanne Bastos passou a receber atenção privilegiada do governo. É como se esta tivesse debaixo da aba do petista e avançando com toda força no seio governo para abocanhar um naco grande de apoiadores.

O espaço de Ravanne no governo sempre incomodou aliados históricos que não tiveram dele a mesma atenção. De um tímido cargo na Secretaria de Assistência Social, ela foi alçada em um curto espaço de tempo ao comando da pasta com toda pompa e circunstância da ocasião. Logo após “subiu pra cima” ao assumir a Secretaria de Saúde.

A ex-chefe de gabinete Fernanda Magalhães – sua prima, que também “subiu pra cima” ao assumir a Secretaria de Comunicação também é vista como quadro da sua cota pessoal. Toda essa visibilidade lhe dada foi tamanha, que ela foi intimada pelo próprio chefe a participar nas Eleições Municipais como pré-candidata a vereadora.

A ciumeira ocorre porque Américo não estaria disfarçando suas preferências, apoiando em demasia alguns – com Ravanne incluida na linha de frente, e os outros ficando a ver navios.

Com essa preferência escancarada, já há pré-candidatos ameaçando desistir da pré-candidatura porque estão se vendo apenas como bucha para eleger os preferidos.

Ao invés de apagar incêndio, Américo segue jogando mais lenha na fogueira e deixando aliados num verdadeiro pé de guerra…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *