As disparidades nos valores das bandas de Coelho Neto no Carnaval

As disparidades nos valores das bandas de Coelho Neto no Carnaval

Desde que fora divulgado o contrato com valores das bandas de Coelho Neto que tocaram no Carnaval, o assunto tem sido tema de vários questionamentos.

A celeuma foi causada justamente pelos valores individuais dos contratos. No dia a dia da atuação das bandas, todo mundo sabe a média do que é cobrado, mas pelo contrato todos estão com valores duas, três e até quatro vezes a mais do que o normal.

A Banda Uz Karaê por exemplo, faz show em média de 3 mil reais e no contrato da Prefeitura aparecem com valor de R$8.500,00.

A Banda Zambalada que também faz show de R$ 3 mil reais em média, recebeu a maior fatia do bolo: R$ 10 mil reais superando inclusive a Banda Chibata Quente que recebeu apenas R$ 7.500,00 mesmo tendo atuação a nível nacional. Para quem não sabe a banda se apresentou recentemente em Rio Verde-GO e tem agenda em vários municípios do Estado. Estão super valorizando umas e desvalorizando outras? Ou qual o critério foi utilizado utilizado para cifras tão recheadas?

O que será que houve que os valores subiram tanto? Será que são as bandas se aproveitando ou a Prefeitura que resolveu ficar generosa demais?

Deixe uma resposta