Após cobranças, Rubens Júnior se manifesta em favor dos trabalhadores do Grupo João Santos…

Após cobrança pública feita por esse blog, o deputado federal Rubens Júnior – o mais votado da última eleição em Coelho Neto, usou sua rede social para se manifestar em defesa dos trabalhadores do Grupo João Santos.

A fala do deputado vem após as críticas quanto ao silêncio do prefeito Américo de Sousa (PT) e seus aliados que ainda não haviam se posicionado para a situação caótica dos trabalhadores. O suplente de deputado federal Gastão Vieira também já havia demonstrado preocupação com a situação e antes deles, apenas o vereador Luiz Ramos (PSD), havia se manifestado com uma proposta palpável.

Segundo a fala de Rubens Júnior, o secretário de Indústria e Comércio está sendo contactado para que a problemática seja discutida. Por mais que a questão se refira a um grupo privado, é dever do poder público municipal mobilizar a classe política do Estado em favor da situação dos trabalhadores.

O quadro não é fácil. Para qualquer cidade a demissão de quase 400 funcionários representam uma situação caótica e se a classe política não se mexer, quem vai fazer algo? A situação dos trabalhadores do Grupo João Santos é atípica, pois se não bastasse a demissão elas ocorreram sem que nenhum recurso fosse pago, ou seja, todos sairam literalmente com uma mão na frente e a outra atrás.

As coisas só não acontecem se ficarmos vendo sem fazer nada. Esperamos que algo possa ser feito por esses trabalhadores para minimizar a forma com que foram demitidos e o impacto que a medida causa na situação econômica do município.

O deputado estadual Rafael Leitoa (PDT), segue em silêncio…

One thought on “Após cobranças, Rubens Júnior se manifesta em favor dos trabalhadores do Grupo João Santos…

  1. A cobrança da população em geral trabalhadores, comerciantes,
    Autônomo, surtil efeito, o blog fala o tempo todo só no Américo
    Esquece das outras autoridades, tem que envolver também o auto
    Escalão deputados senadores governo ministério público pedir
    Convocação de audiência pública

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *