Américo sucateia setor de ambulâncias em Coelho Neto

 

O setor de ambulâncias em Coelho Neto passou a virar sinônimo de sucata durante a gestão do prefeito Américo de Sousa (PT). Nunca se viu tanta ambulância quebrada por falta de manutenção e por conta disso o setor agoniza.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU por exemplo, está em estado de completo abandono. Apesar da sede “nova” bonita por fora, por dentro o que se vê é total descaso. Segundo denúncia feita ao blog por servidores nem água mineral está tendo e quem quiser que leve de casa. O veículo passa mais tempo na oficina do que a disposição dos usuários.

Para tapar o sol e cobrir a falta dos carros grandes, tem sido as “caixinhas de fósforo” (apelido dado pelo prefeito as ambulâncias adquiridas na gestão anterior) é que tem segurado o rojão. Servidores reclamam do uso das ambulâncias pequenas porque em caso de acidente por exemplo, a prancha que é usada na remoção dos pacientes não cabe e tome problemas.

Até a ambulância adquirida ano passado junto ao Governo do Estado quase não se vê mais rodando e também engrossa o número de carros parados. O coordenador do setor Ari Nogueira que no governo anterior era crítico ferrenho da gestão no caso de transportes, hoje se cala diante da incompetência da sua chefa imediata Olímpia Delgado, que sem autonomia alguma, comanda a secretaria tendo que fazer malabarismos dos piores possíveis.

E assim segue a saúde em Coelho Neto que na promessa de campanha seria uma revolução.

Mas que na prática é mais um setor que ilustra o estelionato eleitoral que foi a última eleição…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *