Alô Vigilância! Prefeitura de Coelho Neto expõe irregularidades na guarda da merenda escolar

Um servidor ligado a comunicação da Prefeitura de Coelho Neto divulgou ontem (24), em um grupo de whatsapp, uma foto de um depósito da merenda escolar.

A exposição da foto era para “endeusar o chefe” e mostrar que o depósito estava abastecido (como se isso fosse um favor e não uma obrigação), mas a foto acabou revelando as condições irregulares da guarda da merenda escolar.

Não precisa ser técnico na área para diagnosticar várias deficiências em uma foto só. Do jeito que está, o município seria visivelmente reprovado em qualquer fiscalização da CGU ou da própria Vigilância Sanitária do município, se esta estivesse atuando da forma como deveria.

Primeiro se percebe que o espaço não possui portas e janelas suficientes que possam garantir a boa ventilação aos produtos.

A segunda deficiência que se percebe a olho nu é a falta de piso adequado, o que no período de inverno como o nosso, permite que o espaço por não ter ventilação adequada ainda fique úmido.

O terceiro fator observado e não menos grave é que grande parte dos produtos ficam expostos no chão, quando o recomendável pelo Ministério da Educação é de que estes estejam dispostos em paletes, normalmente feitos de madeira.

Da forma que está, o depósito fere as normas do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE e deixa de garantir condições higiênico-sanitárias favoráveis a estocagem desses itens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *