Ações da SNJ integram Estratégia Nacional de Inclusão Social e Produtiva

O ID Jovem, o  Estação Juventude e o Plano Nacional de Startups vão integrar a Estratégia Nacional de Inclusão Social e Produtiva (Enisp), que reúne um conjunto de ações interrsetoriais para reduzir a pobreza e as desigualdades sociais por meio da inclusão social e produtiva. As ações foram definidas na manhã desta quarta-feira (01/02), entre o secretário nacional de Juventude, Assis Filho, e a secretária de Inclusão Social e Produtiva do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, Elisabete Ferrarezi.

O objetivo geral da Enisp é reduzir a pobreza e as desigualdades sociais levando as ações de governo para as pessoas mais vulneráveis. Essas ações foram divididas em quatro frentes: trabalho (urbano e rural), empreendedorismo, produção (agricultura familiar) e economia solidária e cooperativismo (produção). “A iniciativa é muito importante, porque chega exatamente às pessoas que mais precisam, que são aquelas inscritas no CadÚnico”, afirmou Assis Filho.

Além de assegurar os direitos da juventude ao território e à cultura (ID Jovem), ao trabalho e empreendedorismo (Plano Nacional de Startups) e cursos de capacitação (Estação Juventude), o programa dará atenção especial à primeira infância, por meio do Criança Feliz, lançado em outubro. A iniciativa tem foco nos primeiros mil dias de vida, com ações nas áreas de saúde, educação e cultura, a fim de promover o desenvolvimento infantil integral.  Também participaram da reunião Rogério Veiga, coordenador-geral de Inclusão Produtiva, e Cesar Rech,  assessor da a Secretária de Inclusão Social e Produtiva (Sisp).

Texto: Ascom/SNJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *