A rebelião na Secom de Magno Bacelar…

Prefeito Magno Bacelar: escolha equivocada para a Secom deixa governo vulnerável para a oposição

O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama disse certa vez: livre-se dos bajuladores e mantenha por perto pessoas que te avisem quando você erra. Essa frase poderia está na mesa de cabeceira de qualquer governante, mas o que deveria ser via de regra, é na verdade uma exceção.

Encastelado nas coxias do poder, o prefeito Magno Bacelar decidiu mudar nesta quinta (02), o comando da Secretaria de Comunicação que estava sem titular desde a saída de Eduardo Braga para a coordenação de campanha dos candidatos Levi Pontes (PCdoB) e Eduardo Sá (PHS).

Para ocupar o cargo o prefeito não considerou qualquer outro critério senão a amizade. E para comandar uma Secretaria de Comunicação basta ser amiga? Na concepção de Magno Bacelar parece que sim. De preferência uma amiga que não o contrarie, que não o incomode e de quebra não diga quando ele errou. Dane-se o preparo técnico, dane-se a conversa com a equipe e dane-se a opinião de quem quer que seja.

Ao tomar essa decisão equivocada, o prefeito fragilizou-se a si próprio e ao seu governo. Bastou a notícia se espalhar  para uma rebelião se instalar no seio da Secom. A escolhida pelo prefeito não agradou parte do corpo técnico da pasta e a debandada foi geral. O descontentamento pela forma e pela escolha foi externado de imediato para a primeira dama Danúbia Carneiro (que preferiu ignorar), argumentada pela própria relação diária da “ungida” com os demais colegas que por si só explica toda essa reação de contrariedade.

Magno errou feio ao subestimar a própria equipe e desconsiderar a lógica que compõem o ocupante de um cargo como esse, talvez porque ao contrário de Obama deva preferir os bajuladores.

Só não atentou-se ao fato de que nem todo mundo está disposto a se submeter a isso…

One thought on “A rebelião na Secom de Magno Bacelar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *