Vila Paraíso em Caxias vai ganhar escola para mil alunos e 02 creches

 

Após 21 dias do lançamento da pedra fundamental da escola do Residencial Vila Paraíso, as obras estão em andamento e seguem o cronograma estabelecido pela Prefeitura de Caxias e Secretaria Municipal de Infraestrutura.

O secretário Murilo Novais vistoriou a obra nessa segunda (20), que conta com 8 salas de aulas, 02 laboratórios (sendo 01 de informática e 01 de ciências), biblioteca, auditório e refeitório para mil alunos, que hoje precisam ser deslocados para escolas no Centro da cidade diariamente.

“Desde o início da administração o prefeito Fábio Gentil tem buscado recursos e agora está iniciando essa obra, uma escola completa com quase 1.600 m² de área construída. Desde o dia 1º de agosto já estávamos trabalhando a terraplanagem. Agora, passados 21 dias, todas as fundações já estão prontas e estamos iniciando as paredes”, explica Murilo Novais, secretário de Infraestrutura.

Construída com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), a obra está orçada em mais de R$ 1 milhão e 900 mil reais, com prazo de entrega de 180 dias, ou seja, seis meses.

São quase 1.600 m² de área construída, toda dentro das especificações do Ministério da Educação. Além da nova escola, mais 02 creches orçadas em mais de 1 milhão e 800 mil reais cada já estão em fase de acabamento para serem entregues às famílias que residem no Residencial.

“Além da escola, estamos em fase de conclusão de 02 creches, sendo uma na Avenida Perimetral e outra na Avenida São Pedro, aqui na Vila Paraíso. O prefeito pretende entregar essas obras no final desse ano, senão, no início de 2019. Além disso, o prefeito está procurando recursos para construir uma Unidade Básica de Saúde. Com certeza a Vila Paraíso vai ter seus alunos estudando, em breve, aqui mesmo no Residencial, porque hoje são 10 ônibus que transportam os alunos para outras escolas todos os dias. Em breve, eles vão estudar aqui mesmo”, enfatiza o secretário de Infraestrutura.

Quem está ansiosa para ter o pequeno Lucca Riquelme estudando em uma das creches é Débora Sena. “Vai ser maravilhoso porque hoje é muita dificuldade para se descolocar para o Centro. Vai ser muito bom ter essas escolas funcionando. Eu vou colocar meu filho assim que tiver funcionando, já que é aqui perto de casa”, frisa Débora Sena, mãe do Lucca e moradora do Residencial Vila Paraíso.

Da Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *