Vídeo: Populares denunciam fumaça tóxica do lixão de Coelho Neto; Secretaria de Meio Ambiente silencia…

1
Queimadas agridem a população de Coelho Neto e Prefeitura “dá de ombros” ao caso

Nos últimos dias, tem crescido de forma substancial as denúncias em torno da fumaça tóxica que irradia na cidade de Coelho Neto motivadas pelas queimadas no Aterro Sanitário.

A noite, com o aumento do vento, as denúncias aumentam, pois a fumaça se espalha pela cidade e o incômodo é geral, com prejuízos para crianças, idosos e principalmente para quem possui doenças respiratórias.

Desde que as reclamações se intensificaram na última semana o governo permanece calado. O secretário de Meio Ambiente (e capitão do mato) Gabriel Delano, que costuma agir de forma ferrenha para proibir festa e se comportar de forma truculenta com quem não cede ao seu autoritarismo, permanece inerte. É isso mesmo, onde o assunto é de sua alçada e deveria tomar de fato providência, o secretário faz de conta que não sabe do problema.

O engraçado disso tudo, é que o assunto da fumaça não é de hoje e foi durabte muito tempo uma das reclamações constantes do atual prefeito Américo de Sousa (PT), quando este apresentava um programa de rádio já com o intuito de querer ser prefeito. Após assumir o mandato, esse é mais um dos problemas que o petista colocou uma viseira na cara e faz de conta que ele não existe.

Américo e Delano fazem uma dupla perfeita e sob o comando dos dois a população é afetada, o meio ambiente é agredido e sobra incompetência.

Confira o vídeo: