Zé Carlos desconta trairagem do prefeito de Coelho Neto com apoio a Soliney Silva

O deputado federal Zé Carlos (PT), resolveu descontar a trairagem do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT).

Após se aproveitar da ajuda dada pelo deputado em emendas no valor de quase R$ 3 milhões de reais conforme anunciado por ele, Américo resolveu confirmar seu perfil de traidor e deixar o companheiro as vésperas da eleição.

Neste sábado (06), Zé Carlos apareceu em um vídeo declarando dobradinha com o candidato a deputado estadual Soliney Silva (MDB), maior adversário de Américo.

Confira o vídeo:

Imprensa estadual repercute “golpe” do prefeito de Coelho Neto no deputado Zé Carlos

Parte da imprensa estadual do Maranhão repercutiu o golpe dado pelo prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), no deputado federal Zé Carlos (PT), o abandonando praticamente as vésperas da eleição.

A revelação de Zé Carlos de que os motivos seriam financeiros deixaram o episódio ainda mais lamentável, considerando que o próprio deputado admitiu haver liberado para o município cerca de R$ 3 milhões em emendas em um ano e meio.

O golpe dado pelo prefeito de Coelho Neto é tão grave, que o PT no Maranhão corre sério risco de ficar sem um representante na Câmara dos Deputados, já que a sigla marchará para a eleição sem coligação com nenhum partido.

Américo achou que fosse dar sua versão da história e que isso ficaria por isso mesmo, mas Zé Carlos foi duro na sua resposta.

E mostrou a verdadeira faceta do prefeito de Coelho Neto que constrangido, foi incapaz sequer de contestar o que fora dito pelo agora ex-correligionário.

Papel e postura indigna para todo o Maranhão assistir…

Imagem do dia: A rã e o escorpião…

Deputado Zé Carlos: mais uma vítima da ingratidão do prefeito de Coelho Neto

O deputado federal Zé Carlos (PT) é a mais nova vítima do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT). Em seu histórico político, é grande a lista de aliados deixados pelo meio do caminho e vítimas da sua ingratidão.

O episódio nos faz lembrar à velha fábula de Esopo, que provavelmente você já conhece: um escorpião precisava atravessar o lago, mas não sabia nadar. Pediu então ajuda a uma rã, que por ali estava. E a resposta foi imediata:

– Tá pensando que eu sou trouxa! Você vai me picar! E o escorpião diz: – Ora essa! Se eu te picar nós dois morremos! Fique tranquila. A rã, convencida pelo argumento, concordou. O escorpião subiu em suas costas e lá foram os dois, deslizando suavemente pela superfície da água. Na metade do rio a rã sente a picada! – Ai!

E enquanto começa a sucumbir envenenada, pergunta ao escorpião: – Cara! Por que você me picou? Agora nós dois vamos morrer! E o escorpião responde: – Não pude fazer nada… essa é minha natureza.

Tal como na história, não há como estranhar a ingratidão e maldade de Américo contra Zé Carlos porque é da natureza dele.

Simples assim…

Foto: João Osório

Crise teria causado rompimento entre o prefeito de Coelho Neto e o deputado Zé Carlos

A crise está formada na campanha de Flávio Dino, o prefeito Américo de Sousa do municipio de Coelho Neto deu um Zignal no deputado Zé Carlos (PT), anunciando o rompimento da parceria eleitoral, emitindo um comunicado anunciando o fim da parceria, veja :

Comunico a todos que a partir desta data encerramos nossa parceria política com o deputado federal Zé Carlos em Coelho Neto. Lamento por ter que tomar a mencionada decisão, mas foi necessária. Em 2014 contribuímos decisivamente na eleição do Zé Carlos, porém, não teremos condições de seguir com o mesmo apoio por motivos meramente políticos que não cabem ser detalhados. Desejo toda sorte ao Zé em sua jornada política. Informo que da minha parte não haverá mais nenhum tipo de manifestacao sobre o assunto.

E por sua vez  o deputado  Federal Zé Carlos (PT), também emitiu nota sobre o assunto:

NOTA DO DEPUTADO ZÉ CARLOS:

Com relação à postagem feita neste grupo pelo companheiro Américo (prefeito de Coelho Neto), por meio da qual o referido companheiro anuncia o encerramento da parceria e apoio ao nosso mandato de deputado federal, sinto-me na obrigação de explicar o que segue:

  1. O companheiro Américo justifica o rompimento por “motivos meramente políticos”. Não vejo razão para tal justificativa, uma vez que sempre procurei ajudar a administração municipal de Coelho Neto, principalmente por meio de emendas orçamentárias. Coelho Neto, aliás, está entre os três municípios para os quais mais destinei recursos de emendas individuais, mais precisamente R$ 3.060.000,00. Destinei ainda um ônibus escolar (com recursos da União) e propus uma patrol e emenda na área da cultura, que ele declinou;
  2. Em recente reunião que tive com o vereador Osmar (PT de Coelho Neto) e com o Dr. Walkmar Neto (advogado da prefeitura de Coelho Neto), foi-me proposto, em nome do próprio companheiro Américo, que eu aportasse – para minha campanha no referido município – um valor que comprometeria bem mais da metade do total do Fundo Público destinado à minha campanha, o que prejudicaria os compromissos por mim já assumidos com a imensa base que tenho no Maranhão.
  3. Assim sendo, o verdadeiro motivo para o anunciado rompimento não foi “político”, só podendo ter sido financeiro.
  4. Contudo, também desejo ao companheiro Américo toda sorte em sua jornada política e informo que, embora eu não possa contar com o voto e o apoio do Prefeito, continuarei – no meu segundo mandato, e dentro das minhas possibilidades – contribuindo com o município.
  5. Considerando, por fim, a militância orgânica e o perfil ideológico do companheiro Américo, bem como a prioridade do nosso Partido (que é o fortalecimento da bancada federal e estadual), tenho certeza de que o companheiro apoiará a campanha de outro candidato a deputado federal do PT, já que o seu candidato a deputado estadual não é do Partido dos Trabalhadores.

Zé Carlos

Deputado Federal PT/MA

Em tempo: Zé Carlos deixou bem claro que a questão do rompimento por parte do prefeito de Coelho Neto  foi financeira ou “apoio financeiro”, agora o prefeito apóia o deputado Federal Rubens Júnior (PC do B).

E mais : Com isso o deputado Zé Carlos passa a não contar com mais ou menos 10 há  12 mil votos que teria na região e no entorno de Coelho Neto.

 E mais ainda: Não chamem para a mesma mesa o deputado Zé Carlos e o Deputado Rubens Júnior!!!

Do Blog do Felipe Motta

O medo das urnas de Zé Carlos e Zé Inácio…

Tem chamado atenção as intervenções destemperadas dos deputados petistas Zé Carlos e Zé Inácio.

Antes dóceis com o tratamento humilhante que a oligarquia Sarney dava ao PT, agora os deputados petistas estão repentinamente zangados.

O que estaria por trás de tanta zanga? Pode ser saudades do passado. Mas pode ser apenas medo de enfrentar as urnas e não terem votos para se eleger.

O blog recomenda calma aos deputados petistas. Não é gritando que os votos vão aparecer.

Do Blog Marrapá

Ranking coloca Zé Carlos entre os piores deputados do Brasil…

Deputado Zé Carlos: avaliação o coloca no baixíssimo clero

O deputado federal Zé Carlos (PT) foi apontado pelo Ranking dos Políticos como um dos piores deputados do Brasil entre os senadores e deputados federais que integram o Congresso Nacional nessa legislatura.  O estudo usa como critérios os dados obtidos sobre gastos, assiduidade, fidelidade partidária e processos judiciais. Também é levada em conta a participação do parlamentar em relatorias de projetos de lei ou medidas provisórias. Os dados são de origem oficial pública, obtidos, na maior parte, nos sites da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

Zé Carlos aparece em situação vexatória e humilhante. Dos 594 senadores e deputados federais do país, o petista maranhense ocupa a posição 535º, tanto que no ranking sua posição pontua negativamente.

Pelo visto Coelho Neto não está ruim só de prefeito e de presidente da Câmara, a fraqueza se estende também ao deputado federal do governo tupiniquim. Numa hora como essa é que se chega a conclusão de que as vaias valeram a pena, tamanha é a fraqueza de seus representantes

O Ranking

O Ranking dos Políticos é organizado pelo site www.politicos.org.br, uma organização independente que compara políticos de todo o Brasil para ajudar de forma objetiva as pessoas a conhecerem melhor os parlamentares que estão atuando no Congresso Nacional.

 Com contribuição do site do Marco d´Eça

Zé Carlos foge de comentar declarações Stédile sobre Moro

Zé Carlos: nada a declarar

O deputado federal Zé Carlos (PT) preferiu se fingir de surdo para não comentar as declarações do líder do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST), João Pedro Stédile, que chamou o juiz Sérgio Moro de “merdinha” e “bundão”. A ofensa foi feita na noite da última terça-feira (05), durante o encerramento da caravana Lula pelo Brasil em São Luís.

O petista estava no palco, ao lado de Stédille. Questionado pelo site O Antagonista sobre as ofensas ao magistrado, fingiu não ter escutado. “Foi? Não ouvi, não me atentei para esse momento. O tumulto foi muito grande. Você precisava ver a quantidade de gente que queria se aproximar do Lula.”

Questionado novamente pelas declarações, o parlamentar maranhense preferiu não se comprometer. “Prefiro não avaliar”, disse.

Não por acaso, o Zé Carlos é conhecido nos bastidores como “Zé do Muro” por sua falta de posicionamento na defesa do PT.

No próximo dia 13, o juiz Sérgio Moro faz novo interrogatório com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, desta vez na ação penal em que o petista é réu por suposto recebimento de propinas da empreiteira Odebrecht.

Do Blog Marrapá

Deputado Zé Carlos do PT ainda não conhece a cor da chita…

Zé Carlos: deputado-fantasma precisa conhecer a cor da chita…

Impressionante a forma errônea que o deputado federal Zé Carlos (PT) trata o povo de Coelho Neto. Ausente do município, o petista esteve em Coelho Neto durante a convenção do aliado e prefeito Américo de Sousa (PT) no ano passado e de lá para cá a presença é apenas na propaganda governista.

Estranhamente Zé Carlos cumpre agenda em diversos municípios, mas em Coelho Neto onde o prefeito além de aliado é correligionário, o parlamentar faz pouco caso do dia a dia da cidade e d de ombros para as programações oficiais.

É bem verdade que a população em si nem se deu conta dessa ausência, já que diferentemente de Gastão Vieira (deputado federal mais votado da história de Coelho Neto), o deputado petista não goza de qualquer simpatia e mesmo tendo sido votado na cidade realmente nunca fez questão de participar do cotidiano da cidade.

Embora os governistas tenham feito a maior festa pela emenda de quase R$ 2 milhões destinadas ao município (que ainda nem foi paga), o “favorzinho” não é mais do que obrigação, já que Zé Carlos recebeu dos coelhonetenses votação expressiva e não há até agora, um tijolo conseguido por ele através do seu mandato.

Para minimizar a ausência, Zé Carlos manda um assessor direto para tentar fazer as vias e pelo menos fazer com que não esqueçam o seu nome. Se pensa que a população é boba e que vai chegar na cidade no ano da eleição “com a cara mexendo”, ganhar os votos e desaparecer novamente, o parlamentar vai ter que tirar o cavalinho da chuva.

Ou muda de postura, ou nas urnas o povo de Coelho Neto mostrará para o deputado-fantasma a verdadeira cor da chita…

Maranhenses que votarão perdão de dívidas devem R$ 421 mil à União

Ze Carlos aparece na lista dos parlamentares maranhenses devedores da União

Deputados e senadores que devem à União R$ 532,9 milhões serão os responsáveis por aprovar o texto do novo Refis – programa de parcelamento de débitos tributários e previdenciários concedido com descontos generosos de juros e multas.

O governo enviou uma proposta ao Congresso, em janeiro, com a expectativa de arrecadar R$ 13,3 bilhões este ano, mas a medida foi alterada pelos parlamentares, derrubando a arrecadação para R$ 420 milhões. A nova versão pretende perdoar 73% da dívida a ser negociada.

Os dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), responsável pela gestão da dívida ativa, foram obtidos pelo Estadão/Broadcast por meio da Lei de Acesso à Informação. O valor inclui dívidas inscritas nos CPFs dos parlamentares, débitos nos quais eles são corresponsáveis ou fiadores e o endividamento de empresas das quais são sócios ou diretores.

Os R$ 532,9 milhões em dívida dos parlamentares consideram apenas as dívidas em aberto, ou seja, o endividamento classificado como “irregular” pela PGFN. Isso porque deputados e senadores já foram beneficiados por parcelamentos passados. O total de débitos ligados a deputados e senadores inscritos em Refis anteriores – ou seja, que estão sendo pagos e se encontram em situação “regular” – é de R$ 299 milhões.

Segundo levantamento do Estadão, os parlamentares maranhense que devem à União e que votarão o texto do novo Refis são:

Roberto Rocha do PSB – R$ 230.598
Junior Marreca do PEN – R$ 93.229
Zé Carlos do PT – R$ 60.561
João Alberto do PMDB – R$ 37.590

Do Blog do Gilberto Leda

Rosângela Curado recebe indicação para implantação de nova Agência dos Correios em Imperatriz

A diretora de Assessoria da presidência Nacional dos Correios, Rosângela Curado, recebeu, nesta terça-feira (02), na sede dos Correios, em Brasília, o deputado federal Zé Carlos (PT/MA).

rosangela 1

A visita do parlamentar indicou a necessidade da implantação de uma nova agência dos Correios, em Imperatriz, bem como a inclusão da cidade para vagas no concurso do órgão, acatando sugestão do sindicato da categoria. No entendimento da pedetista, uma nova agência dos Correios atenderia a reivindicação de moradores de grandes bairros.

rosangela 2

“Assim como o vereador Aurélio, autor da indicação encaminhada ao deputado Zé Carlos, também acredito que outra agência facilitará o acesso e descentralizará o atendimento da Agência dos Correios, trazendo benefícios a milhares de imperatrizenses”, disse.