Timon: O silêncio do governo Leitoa sobre atraso de salários dos terceirizados

 

Atraso de salários na Prefeitura de Timon ganha repercussão na Câmara

O prefeito de Timon, Luciano Leitoa (PSB) precisa urgentemente vir a público esclarecer a situação de milhares servidores terceirizados da empresa Mega On Soluções que segundo informações estão com seus salários atrasados. Até o momento, o assunto dentro da gestão Leitoa é tratado no mais absoluto silêncio.

Na sessão desta quarta-feira (19), o vereador Raimundo da Ração (SD), durante pronunciamento na tribuna da Câmara repercutiu a situação que funcionários públicos terceirizados de Timon estão passando com salários atrasados. “Nós temos que se preocupar com os servidores que estão sem receber salários da prefeitura, tem uns que estão com quatro e até cinco meses”, alertou Raimundo da Ração.

O segundo mandato do prefeito de Timon, Luciano Leitoa além passar por uma interminável crise política em sua base na Câmara de Vereadores, ao que tudo indica, está entrando em um profundo declínio administrativo. Há quem acredite que o prefeito Luciano Leitoa pode repetir governos anteriores e deixar o comando do Executivo Municipal também com salários atrasados para seu sucessor.

É aguardar e conferir.

Do Blog do Eduardo Rêgo

Socorro lidera com folga e Rafael não faz nem sombra, diz ex vice-prefeito aliado de Leitoa

 

 

Uma publicação feita por Marcos Igreja, ex vice prefeito de Timon e aliado do grupo Leitoa, ganhou uma grande repercussão no meio politico da cidade.

Além de fazer rasgados elogios a família Waquim, Igreja declara em seu comentário que a pré candidata a deputada estadual, Socorro Waquim,  lidera com folga as intenções de votos na cidade de Timon e seu concorrente mais próximo o Deputado Rafael Leitoa, “não faz sombra para á Socorro”.

Logo de pois ele faz uma nova publicação dizendo que ela está bombando na regiões dos Cocais. Traduzindo os comentários de Marcos Igreja; Socorro Waquim vai ser a mais votada em Timon, Rafael Leitoa fica atrás de Socorro e que Marcos tem uma grande simpatia pela candidatura dela.

Se a publicação tivesse partido de uma outra pessoa talvez não tivesse chamado tanto a atenção, mas partindo de um aliado do grupo Leitoa e ex-vice prefeito, a repercusão tem sido muito grande.

Leia abaixo a publicação.

Esperei um pouco para falar sobre este assunto, embora fosse grande a insistência dos leitores. Esperei uns 20 dias para ver se haveria alguma mudança no quadro. E houve. Mas favorável à ela. Além de manifestações aqui no feice, andei um pouco pela cidade e constatei essa preferência popular. Esclareço logo que não estou aqui fazendo profissão de fé. Repito: neste espaço me considero um comunicador autônomo e independente. Muito embora sendo adversários de grupos, não somos inimigos. Pelo contrário sempre nos demos muito bem. Nunca neguei q gosto dela e creio q a recíproca é verdadeira. Conheço os Waquim de muito tempo. O meu mais próximo era Nicolau, dado à militância política. Éramos do mesmo partido clandestino. Ele foi um militante aguerrido, Nunca abriu em nada., Ia pra cima mesmo. Grande orador,, de retórica condoreira, parecia Castro Alves, a quem ele imitava a cabeleira. Conheci Socorro 20 anos antes de conhecer Chico Leitoa. Da casa de D. Risoleta, mãe de Sétimo, para a minha, só nos separava a frente dos correios. Ulisses, filho dela e Ígor, meu filho, tem a mesma idade e brincavam juntos desde criancinhas. Estou abrindo o jogo para q fique tudo bem claro. Não obstante a antiga amizade tornei-me politicamente seu adversário e ainda pertenço ao mesmo grupo, hoje liderado pelo Prefeito, Dr. Luciano Ferreira. Não seja por isso que eu vá fugir da realidade dos fatos. A pré-candidata à deputado estadual da Profa. Socorro Waquim lidera com folga as intenções de voto na corrida à Assembleia Legislativa. Caladinha, caladinha, bem ao estilo educado e refinado, foi entrando, foi entrando e entrou. E entrou bem. Tem recebido sucessivas e expressivas adesões de vereadores com mandatos (inclusive do partido do Prefeito), muitos suplentes (idem), lideranças de bairros (até presidentes de associações de moradores). Também de outros pré candidatos como o vereador Antunes (uma pessoa de bem) e o bem sucedido empresário Ramon Alves, q retiraram as candidaturas para lhe apoiar. Recebeu também a adesão do exprefeito Sebastião de Deus e sua esposa ex-deputada Sandra e tudo q também a de Napoleão Guimarães. E não trabalha só em Timon. Em Caxias, onde já foi Secretária de Educaçao do Município e fez uma boa administração, é popular e benquista. Lá já tem o apoio declarado dos Marinhos, pai e filho. Paulo Marinho, o pai, mesmo sem mandato ainda goza de muita popularidade. Não conheço seu filho. chamado de Paulinho, atual vice-prefeito e, até recentemente, Secretário de Cultura. Tenho boas referências sobre ele. Depois da morte de Humberto Coutinho, não houve quem lhe herdasse totalmente o espólio político. Socorro entrou nessa brecha e hoje se constitui na pré- candidatura mais forte da região leste. Grandes possibilidades de ser eleita. Em Timon, seu concorrente mais próximo é o Deputado Rafael Leitoa, grande parlamentar, bom cidadão, sério, correto e culto . Tenho, declaradamente, uma estima pessoal por ele ,mas não está fazendo sombra à Socorro. Vou parar. O texto está grande. Poderia ainda falar mais. Mas não preciamente, uma estima pessoal por ele, sa. – OBS- Meu filho mais novo, Dr, Ígor Martins Igreja. jovem culto e intelectualizado, desde a última eleição também aderiu á Socorro e continua sendo seu Assessor Jurídico, na qualidade bom advogado que é (Marcos Igreja)

Do Blog Cozinhando o Galo

“A saúde pública de Timon está um caos”, dispara o vereador Anderson Pêgo

 

Vereador Anderson Pêgo: “Os dinheiros que era para pagar os médicos está indo para licitações fraudulentas”

Vereador: “O que é melhor para a população, propaganda ou os médicos?”

Além de outros problemas, o líder da oposição, vereador Anderson Pêgo (PSDB) resolveu focar sobre a valorização dos profissionais de saúde no discurso que fez na sessão desta segunda-feira (11), na Câmara de Timon. “A saúde pública em Timon na sua Atenção Básica está falida porque não existe uma política pública voltada para o funcionários desta área”, disse o parlamentar.

Segundo o vereador do PSDB, em conversa com o secretário de Saúde de Timon este lhe disse que os médicos recebem o salário de R$ 3.500,00 para trabalhar todos os dias das 8 horas ao meio dia.

“Hoje nós não temos médico na Vila do Bec, no Mateusinho como não temos em várias outras unidades de saúde que foram abertas e os médicos não querem ir trabalhar. Por que? Porque o salário é baixo! Mas, eu quero dizer a população timonense que a oposição fechou questão, oposição que é maioria, e o orçamento de Timon só será aprovado se o salário do médico de R$ 10 mil para cima, não será aprovado um salário menor do que esse porque a população precisa de médico”, afirmou Anderson Pêgo.

Sobre a questão salarial dos médicos de Timon o vereador Anderson Pêgo frisou que,“Os dinheiros que era para pagar os médicos está indo para licitações fraudulentas, os dinheiros que era para pagar os salários dos médicos está indo para a corrupção do governo municipal e nós não podemos admitir isso! Fiz uns cálculos rápidos e vai onerar a folha de pagamento em torno de R$ 5 milhões, a população prefere pagar R$ 5 milhões de propaganda ou R$ 5 milhões para os médicos? O que é melhor para a população, propaganda ou os médicos?… E o promotor de Justiça doutor Borges elogiou a iniciativa da oposição de aumentar os salários dos médicos”.

“E a prefeitura de Timon com a Sofia Comunicação gasta 2, 3, 4, R$ 5 milhões por ano de propaganda, gasta R$ 5 milhões por ano com a Tekynik de internet enquanto a população não tem médico, a população não é bem atendida, a população não tem remédio, mas, se tem dinheiro para comunicação, para internet”, lamentou o líder da oposição.

Do Blog do Ludwig

Calote: Vereador denuncia atraso de salários da gestão de Luciano Leitoa

Henrique Júnior fez duras críticas ao prefeito de Timon, Luciano Leitoa

O vereador Henrique Júnior (PMN), que tem pautado seu mandato em defesa dos servidores públicos, utilizou a tribuna e as suas redes sociais para expor a insatisfação da categoria no tocante ao não pagamento dos salários atrasados.

Ao se pronunciar, o vereador afirmou que o atual gestor “vestiu a camisa do atraso de salários e parece não querer tirar”. Na ocasião, Henrique conclamou ao prefeito que resolva a problemática pagando os funcionários, que há três meses permanecem sem receber seus pagamentos.

“O prefeito Luciano Leitoa vestiu a camisa do atraso de salários e parece não querer tirar. Garis, zeladores, merendeiras, vigias e motoristas irão completar três meses sem receber. Sem falar que isso afeta toda a economia do município. A corda quebra para os mais humildes: o Dia do trabalhador foi sem comida na mesa; agora será Dia das Mães. Torço de coração para que o prefeito reveja o planejamento e acabe  com o sofrimento de tantas famílias timonenses, pagando os funcionários”, declarou Henrique Júnior.

Do Blog do Eduardo Rego

“O gari de Timon hoje passa fome”, denuncia vereador Antunes Macedo

Triste informação foi levada ao conhecimento público nesta segunda-feira (23), durante a sessão na Câmara de Timon pelo vereador Antunes Macedo (PSDB), sobre a situação em que vez passando os garis que prestam serviços para a prefeitura municipal. “… Capinar já é ruim e capinar com fome é pior ainda. Fui procurado por dois familiares de pessoas que trabalham na Limpeza Pública e a pessoa disse, ‘vereador estamos vindo aqui para pedir ao senhor que leve para a Câmara de Timon o nosso desabafo porque meu pai trabalha na capina e o meu irmão no caminhão de lixo e estão passando fome com dois meses de salário atrasado’, isso é triste!”, denunciou o vereador.

“Como é que podemos ter uma cidade limpa se temos garis passando fome? Nós vereadores temos que ir na Mega-on e saber quem está mentindo, se é a empresa ou o prefeito de Timon, mas, o problema tem que ser resolvido! O gari de Timon hoje passa fome, isso é um absurdo! Isso é uma falta de humanidade para com essa categoria”, lamentou o vereador Antunes Macedo.

Do Blog do Ludwig

A relação de Luciano Leitoa com os 5 vereadores tende ao rompimento definitivo…

 

 

O prefeito Luciano Leitoa chegou a ter 14 dos 21 vereadores de Timon, mas, por falta de um diálogo mais próximo ou de uma articulação melhor cinco desses resolveram se unir entre si

Bloco de oposição e G-5 com uma decisão, vão votar unidos em todas as matérias na Câmara
Não precisa ser muito entendido de política para perceber que a relação entre os vereadores Kaká do Frigosá, professora Cláudia Regina, Raimundo da Ração, Dr. Tuá e Helber Guimarães com o prefeito Luciano Leitoa tende para um rompimento político em definitivo e com possibilidade de efeitos drásticos. Todas as tentativas de uma reaproximação com quinteto de parlamentares por parte dos Leitoas foi feito através de figuras inábeis e com isso aumentando ainda mais o distanciamento entre eles e o governo municipal.

Nesta semana o grupo dos 5 vereadores, o G-5, não se sentindo representados pelo líder do governo Luciano Leitoa, vereador Zé Carlos Assunção resolveram tomar uma decisão consensual e elegeram entre eles o vereador Kaká do Frigosá e Dr. Tuá como líder e vice-líder desse quinteto (reveja), o que só aumento ainda mais o distanciamento deles com o prefeito Luciano Leitoa e seu grupo.

Mas, esses 5 vereadores têm passado por momentos difíceis e um deles foi presenciado por muita gente durante um clima tenso na Câmara Municipal onde foram chamado por populares de traidores além de outros adjetivos mais duros.

Isso tudo que vem acontecendo tende a piorar mais ainda se o prefeito Luciano Leitoa for dar ouvido a turma do chamados “espalha brasas”, estes são defensores do que pode ser resumido num provérbio popular que diz, “Quanto menos somos, melhor passamos”. É desses que tem partido a defesa de uma base de sustentação política menor, pois acreditam que outros governos com uma base bem maior não tinha uma boa aceitação perante população. Pelo menos isso é dito publicamente, mas, não se sabe quais as reais intensões na defesa de uma base política mínima.

O certo mesmo é que o prefeito Luciano Leitoa passa a contar apenas com 9 dos 14 vereadores que tinha antes, claro, isso se não tiver fatos novos que possam causar outras situações peculiar da política. Por outro lado, o G-5 entrou em entendimento com o bloco de oposição em votar juntos as matérias na Câmara de Vereadores.

Essa crise estabelecida na Câmara de Timon teve início desde uma quebra de acordo e aumentou quando resolveram não realizar a eleição da Mesa Diretora na data prevista que era no dia 23 do mês passado. O fim dessa crise que parece interminável pode está próximo do fim pela leitura de muitos observadores da política local, que será no mês de abril onde poderá ser realizada a eleição na Câmara, mas, por outro lado, existe alguns interesses defendendo que seja apenas realizada em dezembro deste ano, com isso empurrando para frente uma situação que pode ser resolvida logo. Mas, até nas crises política tem figuras que ganham com isso tirando proveito de algumas formas, é esperar para ver quem tem razão no final…

Derrotas implacáveis

Segundo o experiente jornalista Ademar Sousa publicou em seu blog, com uma base super enfraquecida o prefeito Luciano Leitoa tende a sofrer derrotas implacáveis na Câmara de Vereadores de Timon. O jornalista disse ainda que, “O povo e a imprensa estão de olhos abertos. Quem se vender ou voltar atrás sofrerá um desgaste fora do comum”, acrescentando ainda que, “Nesse atual cenário de baixa na base governista ficando sem maioria no Poder Legislativo, Luciano Leitoa precisa rezar muito para não acontecer um pedido de seu afastamento da Prefeitura de Timon”. (veja)

 Do Blog do Ludwig

Rafael Leitoa: Para Timon os milhões e para Coelho Neto os tostões…

Rafael Leitoa com o primo Luciano: Reforma da Ceasa de Timon no valor de R$ 7 milhões

De olho nos votos de Coelho Neto para interar o que precisa para não ser suplente novamente, o deputado estadual Rafael Leitoa (PDT) é aquilo que pode ser chamado de fraude eleitoral.

Sem conhecer a cor da chita, o pedetista chegou na cidade querendo mostrar serviço, mas até agora o que se viu foi muito discurso, muita foto e pouco resultado prático. Talvez ache que o povo da cidade é burro ou que pode ser levado no gogó.

Pois bem, hoje (15), em solenidade no Palácio dos Leões, o deputado celebrou novas conquistas para o primo Luciano Leitoa (PSB), prefeito de Timon. Para lá conseguiu nada mais, nada menos que a reforma da CEASA na ordem de R$7 milhões de reais e mais 20 km de asfalto.

Não é a primeira vez que Rafael consegue os mimos para o primo. Em 2016 ele viabilizou um Complexo Esportivo de mais de R$ 3 milhões e em 2017 a reforma do CAIC na ordem de R$ 5 milhões, isso só para ilustrar alguns casos.

Em Coelho Neto, o deputado se aproveita das ações do Governo do Estado para se dar bem, quando na verdade a história é outra. Para desmentir o deputado é so pegar o valor da emenda que um parlamentar tem direito, subtrair dos valores das obras que ele manda para Timon e ver se sobra alguma coisa.

Deve ser pelo incômodo com tanta mentira, que o ex-prefeito Magno Bacelar usou a rede social ontem (14), para revelar sua frustração com a atuação do mandato de Leitoa. Sem serviço prestado e com a rejeição do aliado, o deputado estadual do PDT tem tudo para passar uma vergonha das urnas.

E sair corrido para nunca mais acertar o caminho de Coelho Neto…

Rafael Leitoa vota contra emenda de R$ 1,8 milhão para Timon

Ninguém entendeu a postura do suplente de deputado Rafael Leitoa (PDT), ontem (20), durante a votação do Orçamento do Estado para 2018.

Ao discutir o projeto, o deputado Eduardo Braide (PMN) propôs uma emenda de R$ 1,8 milhão, valor a ser retirado da Comunicação e destinado para a construção de uma Unidade de Segurança Cidadão em Timon, cidade onde Leitoa conseguiu a maioria dos seus votos em 2014.

Ocorre que pedetista votou contra a cidade e pela rejeição da emenda.

Ou seja: ajudou a manter R$ 1,8 milhão na Comunicação, quando poderia ter votado para que o recurso chegasse a Timon.

A postura do parlamentar foi duramente criticada por Braide.

“Tivemos a oportunidade de destinar R$ 1,8 milhão para construir a Unidade de Segurança Comunitária, no município de Timon. Vários dos deputados que hoje rondam o município de Timon agora tiveram a oportunidade de remanejar R$ 1,8 milhão da propaganda do Governo do Estado, muitas delas sendo feitas de forma enganosa ao povo do Maranhão, para entregar, na realidade, uma Unidade de Segurança Cidadã. Cabe-me, por dever de ofício, registrar os votos favoráveis do deputado Alexandre Almeida e do deputado Edilázio Júnior, que fazem política diretamente no Município de Timon, além de vários outros deputados aqui, mas lamentar o voto daqueles que se dizem defender a cidade de Timon e que votaram contra a construção da Unidade de Segurança Comunitária para o município de Timon”, destacou Braide.

Uma decepção…

Do Blog do Gilberto Leda

Vexame! Câmara de Timon retira de pauta título de cidadão a Bira do Pindaré

O prefeito de Timon, Luciano Leitoa (PSB), e sua base aliada na Câmara Municipal por pouco não passaram por um tremendo vexame nesta quarta-feira (6).

A pedido do socialista, o presidente da Casa, vereador Uilma Resende (PDT), colocou em pauta um projeto que concederia título de cidadão timonense ao deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) – que será apoiado por Leitoa nas eleições de 2018.

Ocorre que o pedido não foi muito bem recebido pelos parlamentares, que se mobilizaram para rejeitar a homenagem.

Diante da iminente derrota – e do vexame -, Resende decidiu retirar o projeto de pauta. E n!ao se sabe se ainda o colocará em votação algum dia.

Do blog do Gilberto Leda

Luciano Leitoa corta 100% das gratificações de servidores comissionados…

Os funcionários comissionados, como secretário e outros, devem sentir ainda nesta semana o quão amargo deve ser o corte nas gratificações que o prefeito Luciano Leitoa determinou para poder continuar pagando a folha em dia. O corte nas gratificações, ao contrário do que publicamos cerca de 10 dias atrás neste eliaslacerda.com baseado numa fonte do governo, será de 100% e não de 50% .

Esta vai ser a primeira experiência dos comissionados com um corte tão grande nos salários. Em nenhum momento  na administração pública municipal de Timon seja na atual gestão de Luciano Leitoa ou de outras efetuou-se corte tão maiúsculo nos salários daqueles que ganham mais.

O corte tem como objetivo ver se a economia permitirá que sejam mantidos centenas de outros servidores e assim evite demissões.

Se o esforço, mesmo assim, não conseguir permitir que se pague em dia os funcionários, Luciano Leitoa terá que demitir mesmo.

Do Blog do Elias Lacerda