E tome tesoura! Américo manda diminuir salário de professores contratados…

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) resolveu tomar ontem (17), mais uma atitude perversa contra parte da classe que sempre defendeu.

Se não bastasse “ter esquecido” que pregava salários iguais para contratados e concursados e de recentemente ter retirado dos contracheques dos professores da zona rural o auxílio transporte, o petista decidiu penalizar ainda mais o professor contratado.

Durante uma reunião com professores contratados da Educação Infantil, o prefeito mandou avisar que seria cortado quase 30% dos salários de cada um.

De acordo com o que passou um professor, o salário que hoje é um pouco mais de R$1.500 para os cinco dias perderia quase que R$ 500,00 para continuar trabalhando os mesmos 5 (cinco) dias. Uma verdadeira humilhação!

Incrivelmente, todas estas tomadas de decisões foram tomadas e o Sindicato dos Servidores do Serviço Público Municipal – SINTASP permanece sem dar um pio, como se nada tivesse acontecido.

Só de Fundo de Participação dos Municípios – FPM, FUNDEB e outras transferências constitucionais o município recebeu só no mês de setembro quase 6,5 milhões de reais e ainda assim o dinheiro não tem dado para nada.

É a classe que tanto defendeu a mais atingida pelo pacote de maldades idealizado pelo prefeito para engordar o caixa da Prefeitura.

Esse governo é uma lástima!

Perdido, SINTASP deixa pauta dos servidores e marca reunião para tratar do Banco do Brasil

O presidente “tampão” do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público de Coelho Neto – SINTASP, Izaque Vale, deu mostras claras de que está mais perdido no comando da entidade do que cego em tiroteio.

Com a pauta de reivindicações dos servidores trancada na gaveta, o presidente decidiu convocar uma reunião para esta terça (10), para “discutir providências a serem tomadas referente à má-prestação de serviços ofertados pelo Banco do Brasil na cidade”. Seria cômico se não fosse trágico! Calado para os problemas da classe que representa, esse presidente é o mesmo que negou a servidores o direito de ter acesso a documentos da entidade que deveria ser liberado para seus associados.

Esse é o mesmo SINTASP que não deu um pio sobre o calendário imposto pelo governo que reduziu o ano letivo e tem obrigado professores a registrar aula nos sábados mesmo sem o repasse de conteúdos?

Quem te viu, quem te vê! A entidade antes armada até os dentes para “defender o direito dos servidores”, hoje encontra-se muda como se tivesse se tornado “um puxadinho do Executivo” e na falta do que fazer decidiu se preocupar de forma repentina com atendimento bancário… e olha que a folha dos servidores é no Banco Bradesco que nunca foi essas referências em bom atendimento.

Pode isso Arnaldo?

Vereador Rafael Cruz reage contra decisão do prefeito de Coelho Neto de demitir servidores

O vereador Rafael Cruz (PMDB) usou sua rede social na noite desta terça (08), para repudiar as demissões lideradas pelo prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT). O líder da oposição na Câmara fala em vingança, critica as demissões e questiona as inúmeras licitações milionárias do governo.

Veja a íntegra do que disse o peemedebista:

Boa Noite família coelhonetense!

Que o atual governo veio para se vingar de todas as derrotas obtidas pelo seu líder durante todos esses anos na busca sedenta pelo poder isso todo mundo já sabe, a prova é a lamentável forma de administrar implantada pela atual gestão onde a prioridade NÃO é o povo, sem falar nas inúmeras mentiras descobertas que foram utilizadas para iludir as pessoas e conseguir a vitória na última eleição, uma delas por exemplo é a suposta “igualdade” entre contratados e concursados pregada por ele em todos os seus discursos, que a igualdade deve existir isso é fato, mais do jeito que ele está fazendo é vergonhoso.

Estamos presenciando um governo onde o fundamental, o básico e as obrigações vira festa, como os salários em dia, uma rua iluminada e uma coleta de lixo regular (somente no centro da cidade).

Que o governo atual veio para alavancar de forma surpreendente a crise no nosso município, isso é notório e está as vistas de todos, todo mundo sentiu no bolso o peso que é um mau governo, mais como se não tivesse satisfeito, agora a “tesoura está trabalhando” e mais pessoas estão sendo demitidas, a meta é economizar 1 milhão de reais, imaginem vocês aí, Coelho Neto do jeito que está, com 1 milhão de reais a menos em sua circulação? É DEVASTADOR.

Agora eu pergunto:

Por que o trabalhador que tem que pagar essa conta? 

Por que a economia tem que ser demitindo enquanto estamos vendo licitações milionárias sendo publicadas? Mais tratarei das licitações em futuras sessões da Câmara, e aqueles que não participam irei compartilhar nas redes sociais também.

O que vejo é o governo tomando atitudes de melhor pra si e pior para o povo, quando que a sua obrigação é ser ao contrário. 

Tudo isso me revolta e me motiva mais a combater essa maldade toda, a combater essa vingança. 

#EUNÃOMECURVO

#avingançatemqueparar

#opovoprecisadepaz

Arquimedes viabiliza negociação de empréstimos de servidores…

O prefeito de Afonso Cunha Arquimedes Bacelar (PTB) esteve reunido na manhã desta terça (25) com diversos servidores do município na Escola Gastão Vieira para tratar sobre um alto volume de débitos de empréstimos consignados.

Após ser informado sobre o problema com dimensão crescente, o prefeito resolveu entrar no circuito junto a rede bancária para intermediar uma solução para o caso. A inadimplência de consignados feita pela Caixa Econômica Federal ainda no governo anterior, gerou uma bola de neve e em diversos casos servidores estão com várias parcelas atrasadas e comprometendo sobremaneira os proventos mensais.

No acordo que teve com a gerência da Caixa, o prefeito conseguiu viabilizar uma promoção para quem quisesse quitar suas dívidas com descontos de até 90% do valor inicial. Na oportunidade foram discutidas algumas medidas para ajudar os servidores a honrar com os compromissos, dentre as quais a antecipação integral do 13º salário e de um mês de salário para ser descontado de forma parcelada.

Os servidores ficaram animados com a possibilidade de quitar suas dívidas e agradeceram ao prefeito pela intervenção. Na parte da tarde, a Secretaria de Administração e Finanças recebeu os servidores de forma individual para que os casos fossem avaliados de forma individual.

Chapadinha: Salários da Saúde, Assistência Social e Administração estão mantidos no dia 20

A Prefeitura de Chapadinha manterá no dia 20 o pagamento dos salários dos servidores públicos municipais das Secretarias de Saúde, de Assistência Social e das demais secretarias custeadas com recursos próprios do município.

Infelizmente, os salários dos servidores da Secretaria de Educação só poderão ser efetuados quando o governo federal repassar a compensação pelo confisco de R$ 2,1 milhões feito na conta do Fundeb do município. “Até o dia 9 de julho tínhamos R$ 2,9 milhões em conta, mas o desconto que os municípios maranhenses sofreram do governo federal impede que a gente possa pagar a Educação no dia 20”, explica a secretária de Finanças Mônica Pontes.

A folha de pagamento da Educação já está feita, esperando apenas o governo federal cumprir o acordo firmado com os municípios maranhenses pelo qual será adiantado ainda no mês de julho o repasse de recursos que o município receberia no final do ano.

“Nossa gestão está sendo penalizada agora porque o município recebeu mais do que o devido no ano passado. O que eu estranho é que outros prefeitos pagaram até 14º salário para seus professores no final do ano, mas em Chapadinha não teve isso e nem ficou recurso nos cofres da Prefeitura”, lamenta o prefeito Magno Bacelar.

É importante ressaltar neste momento de dificuldade financeira que outros municípios se encontram com salários atrasados, mas Chapadinha vem pagando os servidores em dia e com todos os direitos garantidos em lei, inclusive as 13 horas em efetivo trabalho de sala aula dos professores. Tão logo seja possível todos voltarão a receber de acordo com o calendário anunciado no início do ano.

Américo e a reunião com os servidores: a montanha pariu um rato…

Mesa de autoridades da reunião com os servidores sem representante da classe: meros expectadores?

A propagada reunião do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) com os servidores realizada ontem (27), frustrou muito, apesar da expectativa em torno da pauta.

Com a platéia formada quase na sua totalidade por servidores contratados e comissionados, o evento organizado “repentinamente” pelo prefeito serviu principalmente para que ele anunciasse a adesão do ex-adversário Jademil Gedeon ao seu grupo.

Para minimizar o desgaste e não ficar só nisso, o evento serviu ainda para uma prestação de contas dos primeiros seis meses, anunciar a liberação do 1/3 de férias 2017 (conforme antecipado por esse blog) e o anúncio de uma Comissão para discutir a elaboração de um Plano de Cargos Carreiras e Salários para os demais servidores, a exemplo do já existente para os profissionais do magistério.

Algumas coisas, no entanto, não passaram despercebidas por muitos curiosos que participaram e observaram atentamente os detalhes do evento. Chamou atenção por exemplo, a ausência na mesa de autoridades do representante do Sindicato dos Servidores do Serviço Público Municipal da Microrregião de Coelho Neto – SINTASP/MCN. Com anúncio de assuntos inerentes a classe, nada mais justo que o representante da categoria tivesse papel de destaque… ou agora não mais?

Os professores contratados coitados, doidos para fazerem uma pergunta mas não puderam sob pena de perder o emprego. Queriam saber que solução o prefeito daria para o auxílio-deslocamento que fora cortado sem qualquer aviso prévio, onerando sobremaneira o que tão suado já se ganha para manter a família e que agora está sendo dividido para pagar as despesas de transporte: literalmente o professor pagando para trabalhar.

Ou seja, no frigir dos ovos o “pacote do anúncio de bondades” nem teve tanta bondade assim e o badalado evento andou longe de atender o grande clima de expectativa criado pelos apoiadores do governo nas redes sociais.

Outra coisa que saltou aos olhos dos observadores de plantão foi a disposição que o prefeito esbanja para fazer uso do poder que tem mãos e mostrar que não é besta e que também não está morto.

Mas essa é uma outra história…

Durante reunião, Américo pode anunciar “pacote de bondades” para servidores…

Américo: convênio irregular

É grande o corre-corre no governo nesta terça (27) e ao que tudo indica a semana será toda de agitação para tentar desestruturar o evento organizado pelo ex-prefeito Soliney Silva programado para o próximo sábado (01).

Para isso o governo aposta no vale tudo. Os grupos de whatsapp e redes sociais foram reforçados com servidores contratados, filhos de servidores e uma claque de aliados especialmente esclada e mobilizada para fazer a defesa do governo.

Mas o governo também deve fazer sua parte e segundo fontes do blog pensa em anunciar um “pacote de bondades” aos servidores. Há uma expectativa que Américo anuncie os pagamentos da primeira parcela do 13º e do 1/3 de férias durante reunião de última hora marcada hoje com contratados e concursados.

Como os servidores não morrem de amores pelo governo, a idéia seria “fazer uma graça” e jogar água na fervura.

Por enquanto tudo se trata de especulação. Se vão usar esse trunfo mesmo ou não, só a reunião dirá. Vai que cola…

Vale aguardar!

Pressão! Omissão do sindicato faz servidores convocarem assembleia em Coelho Neto

A letargia do Sindicato dos Servidores do Serviço Público Municipal da Microrregião de Coelho Neto (SINTASP-MCN), em se posicionar diante do desrespeito do governo municipal, tem custado para a entidade o preço do descrédito.

Desde que o petista Américo de Sousa (PT) assumiu o mandato de prefeito, o sindicato tem optado por dois comportamentos de forma muito clara: quando não faz corpo mole apenas silencia para não contrariar o governo.

Toda essa atitude tem causado mal estar entre os servidores, já que a leniência do SINTASP de hoje é muito diferente da postura que se tinha nos governos anteriores.

Pior do que a falta de atuação do sindicato só a gestão do bi-secretário Milton Mourão à frente da secretaria de Educação, que mesmo não dizendo a que veio, ainda foi premiado com outra pasta. Inabilidoso para o diálogo, o secretário simplesmente tem optado por ignorar as demandas da classe dos servidores.

Cansados da atuação mea boca do sindicato presidido por Lima Júnior, os servidores decidiram convocar para essa segunda (22), a partir 17h, na sede da entidade, uma assembleia para tratar dentre outras coisas da extensão da carga horária e terço de férias 2016.

É aguardar e conferir!

O apoio incoerente da Câmara de Coelho Neto às manifestações…

Presidente da Câmara Osmar Aguiar na manifestação: apoio incoerente

A greve geral marcada para esta sexta (28), provocou uma ação articulada entre os principais sindicatos de Coelho Neto para realizarem uma programação conjunta para o ato.

Curiosamente no convite do evento estava as entidades envolvidas e os apoios recebidos, dentre eles o da Câmara Municipal. Parece piada, mas não é.

Ocorre que o principal motivo da paralisação é a contrariedade a lei da terceirização e aos projetos de reforma previdenciária e trabalhista, fato que deve ter passado despercebido para a gestão do parlamento local.

É no mínimo incoerente o presidente da Câmara de Coelho Neto Osmar Aguiar (PT) apoiar e participar da manifestação de trabalhadores após ele e toda a base do governo ter votado sem qualquer questionamento ao projeto de terceirização encaminhado pelo prefeito Américo de Sousa (PT).

Quer dizer que a terceirização a nível nacional não pode, mas a nível local pode? Estranho e fora da lógica não?

Mais engraçado ainda é constatar que não houve posicionamento público da Câmara por exemplo, no debate sobre aumento de carga horária dos vigias, na demissão de servidores em pleno horário de trabalho por perseguição política,  sobre o calote dado aos profissionais da saúde que trabalharam durante o mês de dezembro e principalmente no corte de salários da saúde feito de forma desenfreada pelo governo.

No afã de pegar carona numa pauta legítima de trabalhadores afim de tentar minimizar o desgaste do legislativo perante a opinião pública, a Câmara decide abraçar a causa criticando os outros e esquecendo de olhar para si mesma.

A coerência mandou lembranças…

Prefeitos da região antecipam pagamentos de servidores: quase todos…

Américo durante anúncio das atrações do Carnaval 2017: tudo vermelho

Os gestores da microrregional de Coelho Neto deram uma verdadeira aula de estabilidade financeira dos municípios ao garantirem a antecipação do pagamento dos servidores antes do final do mês.

Essa ação dos prefeitos deu um gás a mais nas festas de carnaval da região, que a partir desse esforço terão um folião com mais disponibilidade de sair de casa com condições reias de consumo.

Os prefeitos Arquimedes Bacelar (Afonso Cunha), Jorge Oliveira (Duque Bacelar) e Naldo Batista (Buriti) deram o bom exemplo e garantiram dinheiro circulando em seus municípios.

Nesse meio de campo quem não deu conta do recado? Ele mesmo, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa conseguiu a proeza de ser o único a ficar de fora e não deu conta de garantir o pagamento antecipado dos servidores.

Com uma programação de gosto pra lá de duvidoso e com servidor sem dinheiro no bolso, o petista pode espantar de vez o folião do Corredor da Folia.

Enquanto nos outros municípios a alegria envolve os foliões, por aqui a coisa está mais parada do que água de poço.

No Carnaval da “Feliz Cidade” só vai dar o bloco “VERMELHÃO”: todo mundo no vermelho, literalmente.

Seria cômico se não fosse trágico!