Sindicato se recusa a prestar informações a servidor e caso vai parar na delegacia de Coelho Neto….

Nem bem esquentou a cadeira, o presidente interino do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Microrregião de Coelho Neto – SINTASP, Izaque Vale, resolveu mostrar as asas e demonstrar que a truculência do grupo que controla a entidade sindical é contagiosa.

Acontece que o servidor Oberdan Lima esteve nesta segunda (04) tentando protocolar mais um ofício na sede da entidade para ter acesso a cópia de documentos (relação de sócios ativos e inativos, cópia do estatuto atualizado, cópia das atas e editais das três últimas eleições), mas para sua surpresa, sequer foi recebido.

Desde julho o servidor requer essas informações e nada. O recado que deram foi que não receberiam nenhum ofício daquela natureza e de quebra ainda colocaram um segurança (pago com dinheiro do sindicato) para tentar intimidar Oberdan que estava acompanhado de outro servidor.

Desde que o ex-presidente da entidade Américo de Sousa (PT) assumiu o mandato de prefeito de Coelho Neto, o sindicato passou a agir como um “puxadinho da prefeitura” e por diversas vezes precisou ser pressionado para se posicionar a favor dos servidores.

Como a insatisfação em meio a servidores é visível, um grupo vem se organizando com disposição de disputar as eleições do órgão e desde então, a claque hegemônica que comanda a entidade nos últimos anos vem dando demonstrações de total desequilíbrio.

A reação contrária é tamanha, que o próprio prefeito já mostrou seu desespero atacando na rádio inclusive o advogado do movimento. Qual o receio do presidente em repassar os documentos? Medo? Será que tem algo a esconder?

O servidor Oberdan Lopes registrou um Boletim de Ocorrência na delegacia e deve entrar com um mandado de segurança na justiça para conseguir os documentos a que tem direito.

Sintasp rejeitando solicitação de servidor hein… Quem te viu, quem te vê!

Mudou ou não mudou?

Rafael Cruz cobra do governo autorização para empréstimos consignados de servidores…

Vereador Rafael Cruz: cobranças ao prefeito para liberação de consignados

 

O vereador Rafael Cruz (PMDB) usou a tribuna na sessão desta quinta (30), para cobrar do governo a autorização para liberação de empréstimo consignado para servidores efetivos.

Segundo  ele, o município tem um contrato de 84 meses com o Banco Bradesco que hoje responde pela administração da folha de pagamentos dos servidores e que após conversa com o gerente da agência, foi informado que a instituição liberou cerca de R$ 5 milhões para consignado.

Acontece que os consignados nunca foram liberados, porque dependem de uma simples autorização do prefeito Américo de Sousa (PT).

O vereador lembrou que a taxa de juro de empréstimo consignado é a menor e que se o servidor tiver acesso a esse recurso, haverá um incremento significativo em nossa economia, pois o dinheiro deve circular no próprio comércio local.

O parlamentar solicitou que a Mesa Diretora encaminhasse um expediente solicitando do prefeito a autorização solicitada pela instituição bancária para que os empréstimos sejam liberados, com vista a atender um direito desses servidores.

Resta saber se o prefeito terá sensibilidade o suficiente para atender à solicitação do vereador e ao reclame desses servidores…

Citado como líder de manifestantes durante entrevista, servidor responde a Américo….

Valdecir de Lima: reação as afirmações do prefeito

O servidor Valdecir Lima foi apontado pelo prefeito Américo de Sousa (PT), como um dos cabeças da manifestação realizada em frente a prefeitura na última segunda (06).

De acordo com o petista, a manifestação foi proposta por adversários com vistas a obter dividendos políticos. Após ser citado na entrevista, o servidor resolveu se pronunciar e responder o prefeito. A seguir a integra da nota:

Quero informar à população e ao Prefeito Sr. Américo de Sousa que não sou político, não tenho líder algum, não tenho apoio político de ninguém e muito menos sou lagarta.

Sou um cidadão que dignamente vivo do meu salário e de meus trabalho como pintor, função esta que pratico nas minhas horas de folga do serviço público municipal, serviço esse que executo com orgulho e dinamismo sempre.

Eu Valdeci Lima nunca fui oposição e nem situação de nenhum governo. Manifestei-me e manifestarei mas para receber o meu salário de dezembro 2016, que diga-se de passagem ainda continua atrasado.

E quanto ao manifesto que tanto o incomoda, na verdade os seus aliados só não conseguiram barrar por incompetência. Buscamos de todos os meios pacíficos e negociáveis maneiras de SABERMOS QUANDO SERIA PAGO O SALÁRO ATRASADO REFERENTE AO MÊS DE DEZEMBRO/2016 dos servidores públicos municipais, mas o que recebemos em respostas foram desculpas esfarrapadas e desencontradas por parte dos seus assessores

Assim sendo se o Prefeito Américo de Sousa tiver que ficar indignado com alguém, esse alguém são seus assessores. Ressalto novamente não sou e nunca fui oposição, nem situação de nenhum governo e nem tenho ligação com nenhum político de Coelho Neto.

Valdeci Flor de Lima

Coelho Neto – MA. 08 de fevereiro de 2017