A desfaçatez do vereador Luiz Ramos…

Luiz Ramos: na ânsia de agradar “o chefe” vereador se esquece dos problemas da saúde de Coelho Neto para atacar o município vizinho

 

 

O vereador Luiz Ramos (PSD), mostrou nesta segunda (06), que perdeu totalmente a noção do ridículo e do resto de bom senso que ainda tinha.

Sem o menor pudor, Ramos para massagear o ego do prefeito e para atender seus interesses politiqueiros teve o atrevimento de atacar a saúde de Caxias, tendo sido rebatido pelo colega vereador Moabe Branco (PSD).

O ainda líder do governo não tem legitimidade alguma para atacar a saúde do município vizinho, quando a saúde do governo do qual ele é líder é uma vergonha.

Será que ele não sabe que as UB´s do interior estão fechadas? Será que ele não acompanha as inúmeras denúncias de descaso na UPA? Será que ele tomou conhecimento que o hospital está sem cadeira e que pacientes estão sendo obrigados a dividir a cama com os próprios acompanhantes? O parlamentar alguma vez teve a curiosidade de saber os motivos do sucateamento do setor de ambulâncias do município.

Para omitir a vergonhosa da saúde em Coelho Neto, o vereador perde tempo atacando a cidade vizinha como se aqui a saúde fosse um exemplo. Siga o exemplo bíblico vereador: ajude a corrigir primeiro os defeitos daqui para depois se preocupar com os problemas dos outros.

É muita falta de óleo de peroba…

Sem cadeiras, paciente e acompanhante são obrigados a dividir a mesma cama no hospital de Coelho Neto

O retrato da irresponsabilidade do governo Américo com a saúde de Coelho Neto

A saúde de Coelho Neto está chegou a um nível tão ruim que a há cada nova notícia de descaso as pessoas infelizmente já recebem com naturalidade.

Tanto o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), quanto sua secretária de saúde Olímpia Delgado se revelam dois incompetentes de marca maior ao ponto de não conseguir dotar a saúde do básico, deixando o povo sofrer míngua.

O blog recebeu a denúncia de alguém revoltado com mais um descaso no Hospital Municipal. Jogado para as baratas pelo atual governo, a unidadenão dispõe mais sequer de cadeiras para os acompanhantes dos internados nas enfermarias.

Cansada de ficar em pé, a acompanhante não teve outra alternativa senão dividir com o paciente a mesma cama. Pode isso acontecer? Em Coelho Neto tudo pode.

A incompetência do prefeito e da secretária de saúde passa despercebida do Conselho de Saúde, cujo presidente mesmo sendo da sociedade civil foi agraciado com uma boquinha no governo, talvez para agir da forma que tem feito desde que assumiu o órgão: letárgico, cego, surdo e mudo para os desmandos do patrão.

É só mais um caso de descaso na saúde.

De um governo que trata as pessoas de forma irresponsável…

Falta gestão na saúde de Coelho Neto…

Olímpia Delgado: um misto de despreparo e incompetência no comando da saúde

 

 

Está cada vez mais evidente a incompetência da secretária Olímpia Delgado de gerenciar a saúde de Coelho Neto. Tão burocrata e centralizadora quanto sua antecessora, a pasta segue com erros sucessivos que acabam interferindo nos atendimentos e comprometendo vidas.

Nesta sexta (27), mais um caso alarmante chegou as redes sociais e causou revolta. Uma mulher grávida de 05 (cinco) meses sofrendo de uma hemorragia teve que passar por uma verdadeira via crucis, entre o mau atendimento e a demora na transferência para Caxias.

Segundo informações a que o blog teve acesso, tudo estava se encaminhado até Olímpia surgir das bandas de Belém-PA onde estaria em viagem e atrapalhado tudo. Na oportunidade teria dito que na secretaria mandava ela e desautorizou a servidora que estava na dianteira para resolver o problema.

Se não bastasse a incompetência, Olímpia é daquelas que acha que tem o rei na barriga e tem se revelado um verdadeiro desastre no comando da pasta. Para quem não lembra, foi na gestão dela que o marido apareceu como servidor da UPA mesmo morando em Salvador-BA, tudo isso sob os olhares complacentes do prefeito Américo de Sousa (PT), que não moveu um palha para punir a auxiliar.

Não podemos ficar claados diante de tanta ingerência e tanta falta de compromisso com as vidas.

A secretária de saúde de Coelho Neto é um desastre e é lamentável de que vidas estejam em risco por conta do seu despreparo…

Américo sucateia setor de ambulâncias em Coelho Neto

 

O setor de ambulâncias em Coelho Neto passou a virar sinônimo de sucata durante a gestão do prefeito Américo de Sousa (PT). Nunca se viu tanta ambulância quebrada por falta de manutenção e por conta disso o setor agoniza.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU por exemplo, está em estado de completo abandono. Apesar da sede “nova” bonita por fora, por dentro o que se vê é total descaso. Segundo denúncia feita ao blog por servidores nem água mineral está tendo e quem quiser que leve de casa. O veículo passa mais tempo na oficina do que a disposição dos usuários.

Para tapar o sol e cobrir a falta dos carros grandes, tem sido as “caixinhas de fósforo” (apelido dado pelo prefeito as ambulâncias adquiridas na gestão anterior) é que tem segurado o rojão. Servidores reclamam do uso das ambulâncias pequenas porque em caso de acidente por exemplo, a prancha que é usada na remoção dos pacientes não cabe e tome problemas.

Até a ambulância adquirida ano passado junto ao Governo do Estado quase não se vê mais rodando e também engrossa o número de carros parados. O coordenador do setor Ari Nogueira que no governo anterior era crítico ferrenho da gestão no caso de transportes, hoje se cala diante da incompetência da sua chefa imediata Olímpia Delgado, que sem autonomia alguma, comanda a secretaria tendo que fazer malabarismos dos piores possíveis.

E assim segue a saúde em Coelho Neto que na promessa de campanha seria uma revolução.

Mas que na prática é mais um setor que ilustra o estelionato eleitoral que foi a última eleição…

Américo para atendimento na saúde para deslocar servidores para inauguração

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) entregou nesta segunda (16), o Centro de Apoio à Pessoa com Deficiência. Para garantir público para bater palma para o prefeito, a Secretaria de Saúde simplesmente comprometeu o atendimento em unidades de saúde.

Na Unidade Básica de Saúde – UBS do São Francisco, o jovem Ronaldo Lopes verificou in loco que tudo estava ao Deus dará. Pacientes querendo marcar consulta, gente querendo vacina e os profissionais quase todos deslocados para fazer frente ao chefe.

Pense no senso de irresponsabilidade do atual governo. Confira o vídeo:

Hospital de Coelho Neto sofre desmonte, mesmo com recurso extra em caixa…

 

Conforme denunciado no último sábado (07), o Hospital Municipal de Coelho Neto sofre um verdadeiro desmonte na gestão do prefeito Américo de Sousa (PT).

O “governo da mudança” fez um maquiagem no início do mandato e de lá para cá a unidade hospitalar segue sendo um dos grandes exemplos de má gestão e de sucateamento daquilo que deveria ser um exemplo. Deveria ser exemplo porque nas épocas de rádio, a saúde era uma das áreas mais atacadas pelo hoje prefeito.

Pela foto se percebe que nem saco de lixo o hospital tem

O descaso com o hospital não tem razão de ser. No ano de 2017 por exemplo, a saúde recebeu só do Governo Federal a bagatela de quase R$ 17 milhões de reais, contra pouco mais de R$ 14 milhões enviados em 2016, ou seja, Américo recebeu quase R$2,5 milhões a mais na saúde se comparado ao último ano do governo do ex-prefeito Soliney Silva conforme dados do Fundo Nacional de Saúde.

Após mais de um ano e meio de governo, instalações do hospital seguem comprometidas

O descaso com o hospital é apenas fruto de incompetência e da ingerência, tanto do prefeito, quanto da secretária de Saúde Olímpia Delgado, pois falta de dinheiro não é. Só do Governo Federal esse ano foram quase R$ 10 milhões de reais repassados a Coelho Neto nas contas de custeio e investimento. Além destes recursos, o município recebeu no último dia 06 de julho um aporte financeiro extra de R$100.000,00 (cem mil reais), de fundo a fundo do Governo do Estado para custeio das ações de de assistência a saúde e atenção básica na Casa de Saúde e Maternidade e deve receber mais 04 parcelas iguais que totalizarão R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais).

Pelos dados financeiros se vê que o problema do hospital municipal não é financeiro, é gerencial. Enquanto o governo segue perdido em meio  gestão, os usuários do Sistema Único de Saúde – SUS padecem sendo atendidos em um hospital insalubre e com estrutura em situação deplorável…

Hospital de Coelho Neto segue em situação deplorável…

 

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), continua sofrendo as consequências de ter feito uma oposição irresponsável ao longo de quase 20 anos.

Quando vociferava contra os ex-prefeitos a quem criticou duramente, o petista tinha sempre uma receita pronta para todos os problemas e na sua boca dinheiro não era problema, pois segundo ele a cidade recebia milhões.

Sentado na cadeira de prefeito, sua incompetência para resolver os problemas que ele mesmo criticava é visível e o seu discurso de mártir vai se configurando como um verdadeiro estelionato eleitoral. Um dos grandes exemplos que seu governo é desastroso no quesito administrativo diz respeito ao Hospital Municipal.

Alvo de denúncias de todas as espécies, o hospital se revela como um local insalubre, com instalações comprometidas e sem condições de atender aos usuários com a mínima dignidade possível, mesmo com a cidade recebendo os milhões que o prefeito tanto falava.

Uma das coisas que mais chama atenção é a falta de higiene. O blog recebeu mais uma denúncia das condições de um dos banheiros que mostra bem a que nível os pacientes daquela unidade hospitalar estão expostos. O cesto de lixo sequer possui os sacos recomendados para assegurar melhores condições de higiene.  Essa não é a primeira denúncia que mostramos as condições deploráveis que o hospital se encontra.

Num vídeo recente que circulou na internet, uma moradora chegou  comparar as dependências do hospital com um chiqueiro”, diante da irresponsabilidade da Secretaria de Saúde de manter a unidade com as condições mínimas de funcionamento. O mais engraçado é que um vereador da base do governo teve a coragem de ir para sua rede social mostrar uma visita que fez ao hospital há dias atrás e atestar que estava tudo em ordem.

E o prefeito que antes criticava tudo, hoje consegue fazer bem pior.

E os milhões do discurso que dava para fazer tudo ao que parece, simplesmente desapareceram…

Prefeitura de Afonso Cunha desenvolve ação para pacientes acamados

 

A Prefeitura de Afonso Cunha através da Secretaria de Saúde lançou durante esta semana o projeto Devolvendo o Amor.

A ação realizada na Academia Popular foi direcionada especificadamente para pacientes acamados tem o objetivo de promover uma interação entre eles, em atividades de sociabilidade, artistica e culturais.

“Esse paciente acamado perde a convivência social e isso acaba atingindo sobremaneira a sua auto-estima. Nosso objetivo com essa ação é acolher esse paciente, tratá-lo com amor e promover essa interação com outras pessoas”, disse a secretária de saúde, Analídia Bacelar.

Ao final a secretária de Saúde destacou o apoio dado pelo prefeito Arquimedes Bacelar para realização da ação e agradeceu a dedicação de sua equipe para que a ação acontecessse, em especial aos agentes comuntiários de saúde.

Após denúncia do blog, fantasmas da Saúde são retirados do sistema e informações são alteradas

Mudanças após a denúncia

No dia 14 de maio, este blog fez uma denúncia contra a Prefeitura de Coelho Neto  que através da Secretaria de Saúde estaria fraudando informações no banco de dados do Ministério da Saúde.

A denúncia que ganhou repercussão estadual estava relacionado ao Programa de Agentes Comunitários de Saúde onde servidores demitidos, aposentados e que haviam abandonado o serviço eram mantidos no sistema como se estivessem na ativa.

A servidora Elzenita Bastos da Silva Rocha por exemplo, cuja questão específica motivou a denúncia já teve seu nome retirado do sistema, assim como as demais servidoras Edineth Rodrigues Silva Lima, Maria das Graças Lima da Cunha e Maria das Graças Rodrigues Lima.

A servidora Marinalva Lima Pereira que ocupa cargo comissionado mas que permanecia como agente comunitária de saúde na ativa teve seus dados alterados e passou a ser gerente de serviços de saúde. Ora, se Marinalva está como coordenadora, quem está ocupando o lugar dela?

A alteração das informações por parte do governo não altera em nada as irregularidades cometidas até então. Outra questão relacionada ao programa diz respeito as contratações irregulares de contratados mesmo com um seletivo em vigência e cujos aprovados aguardam a posse.

O caso que já está aos cuidados do Ministério Público deverá por fim na desordem e o prefeito Américo de Sousa (PT), deverá mesmo a contra gosto empossar os agentes de saúde seletivados e acabar com a situação de contratos irregulares e áreas descobertas, mesmo com o recurso do programa sendo depositado todo mês.

Os fantas denunciados na Unidade de Pronto Atendimento – UPA, incluindo o marido da secretária de saúde que mora em Salvador também já foi alterado.

Parceria inédita garante reforço na distribuição de medicamentos em Chapadinha

 

A Prefeitura de Chapadinha através da Secretaria de Saúde, formalizou uma parceria inédita com a Fundação para o Remédio Popular “Chopin Tavares de Lima” – FURP.

Estamos falando do laboratório farmacêutico oficial do Governo do Estado de São Paulo, que é atualmente o maior fabricante público de medicamentos do Brasil e um dos maiores da América Latina.

O primeiro pedido já chegou na cidade, contendo 145 volumes de medicamentos que servirão para abastecer a farmácia básica das Unidades Básicas de Saúde. A FURP possui cerca de 65 produtos, entre antibióticos, antiretrovirais, anti-hipertensivos, diuréticos, controle da Diabete, tuberculose, hanseníase, entre outros.

Essa ação foi possível graças à medida enérgica adotada pelo município para contenção de custos, abrangendo desde a compra de materiais até a redução de servidores e cortes em gratificações. “Para nos mantermos firmes e fortes neste cenário de crise, que assola o país, estamos equilibrando os gastos e reduzindo as despesas. Assim, teremos condições de melhorar e investir em mais serviços públicos essenciais à população. Essa parceria é a primeira de muitas outras que beneficiará o município”- ponderou o prefeito, Magno Bacelar.

“Essa é uma parceria inédita de fortalecimento da assistência farmacêutica aos nossos usuários da atenção básica que integram o nosso Sistema Único de Saúde – SUS. Essa é mais uma iniciativa pioneira desenvolvida pelo governo do prefeito Magno Bacelar para beneficiar sobretudo aqueles que mais precisam”, destacou a secretária de saúde, Mônica Pontes.