Américo para atendimento na saúde para deslocar servidores para inauguração

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) entregou nesta segunda (16), o Centro de Apoio à Pessoa com Deficiência. Para garantir público para bater palma para o prefeito, a Secretaria de Saúde simplesmente comprometeu o atendimento em unidades de saúde.

Na Unidade Básica de Saúde – UBS do São Francisco, o jovem Ronaldo Lopes verificou in loco que tudo estava ao Deus dará. Pacientes querendo marcar consulta, gente querendo vacina e os profissionais quase todos deslocados para fazer frente ao chefe.

Pense no senso de irresponsabilidade do atual governo. Confira o vídeo:

Hospital de Coelho Neto sofre desmonte, mesmo com recurso extra em caixa…

 

Conforme denunciado no último sábado (07), o Hospital Municipal de Coelho Neto sofre um verdadeiro desmonte na gestão do prefeito Américo de Sousa (PT).

O “governo da mudança” fez um maquiagem no início do mandato e de lá para cá a unidade hospitalar segue sendo um dos grandes exemplos de má gestão e de sucateamento daquilo que deveria ser um exemplo. Deveria ser exemplo porque nas épocas de rádio, a saúde era uma das áreas mais atacadas pelo hoje prefeito.

Pela foto se percebe que nem saco de lixo o hospital tem

O descaso com o hospital não tem razão de ser. No ano de 2017 por exemplo, a saúde recebeu só do Governo Federal a bagatela de quase R$ 17 milhões de reais, contra pouco mais de R$ 14 milhões enviados em 2016, ou seja, Américo recebeu quase R$2,5 milhões a mais na saúde se comparado ao último ano do governo do ex-prefeito Soliney Silva conforme dados do Fundo Nacional de Saúde.

Após mais de um ano e meio de governo, instalações do hospital seguem comprometidas

O descaso com o hospital é apenas fruto de incompetência e da ingerência, tanto do prefeito, quanto da secretária de Saúde Olímpia Delgado, pois falta de dinheiro não é. Só do Governo Federal esse ano foram quase R$ 10 milhões de reais repassados a Coelho Neto nas contas de custeio e investimento. Além destes recursos, o município recebeu no último dia 06 de julho um aporte financeiro extra de R$100.000,00 (cem mil reais), de fundo a fundo do Governo do Estado para custeio das ações de de assistência a saúde e atenção básica na Casa de Saúde e Maternidade e deve receber mais 04 parcelas iguais que totalizarão R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais).

Pelos dados financeiros se vê que o problema do hospital municipal não é financeiro, é gerencial. Enquanto o governo segue perdido em meio  gestão, os usuários do Sistema Único de Saúde – SUS padecem sendo atendidos em um hospital insalubre e com estrutura em situação deplorável…

Hospital de Coelho Neto segue em situação deplorável…

 

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), continua sofrendo as consequências de ter feito uma oposição irresponsável ao longo de quase 20 anos.

Quando vociferava contra os ex-prefeitos a quem criticou duramente, o petista tinha sempre uma receita pronta para todos os problemas e na sua boca dinheiro não era problema, pois segundo ele a cidade recebia milhões.

Sentado na cadeira de prefeito, sua incompetência para resolver os problemas que ele mesmo criticava é visível e o seu discurso de mártir vai se configurando como um verdadeiro estelionato eleitoral. Um dos grandes exemplos que seu governo é desastroso no quesito administrativo diz respeito ao Hospital Municipal.

Alvo de denúncias de todas as espécies, o hospital se revela como um local insalubre, com instalações comprometidas e sem condições de atender aos usuários com a mínima dignidade possível, mesmo com a cidade recebendo os milhões que o prefeito tanto falava.

Uma das coisas que mais chama atenção é a falta de higiene. O blog recebeu mais uma denúncia das condições de um dos banheiros que mostra bem a que nível os pacientes daquela unidade hospitalar estão expostos. O cesto de lixo sequer possui os sacos recomendados para assegurar melhores condições de higiene.  Essa não é a primeira denúncia que mostramos as condições deploráveis que o hospital se encontra.

Num vídeo recente que circulou na internet, uma moradora chegou  comparar as dependências do hospital com um chiqueiro”, diante da irresponsabilidade da Secretaria de Saúde de manter a unidade com as condições mínimas de funcionamento. O mais engraçado é que um vereador da base do governo teve a coragem de ir para sua rede social mostrar uma visita que fez ao hospital há dias atrás e atestar que estava tudo em ordem.

E o prefeito que antes criticava tudo, hoje consegue fazer bem pior.

E os milhões do discurso que dava para fazer tudo ao que parece, simplesmente desapareceram…

Prefeitura de Afonso Cunha desenvolve ação para pacientes acamados

 

A Prefeitura de Afonso Cunha através da Secretaria de Saúde lançou durante esta semana o projeto Devolvendo o Amor.

A ação realizada na Academia Popular foi direcionada especificadamente para pacientes acamados tem o objetivo de promover uma interação entre eles, em atividades de sociabilidade, artistica e culturais.

“Esse paciente acamado perde a convivência social e isso acaba atingindo sobremaneira a sua auto-estima. Nosso objetivo com essa ação é acolher esse paciente, tratá-lo com amor e promover essa interação com outras pessoas”, disse a secretária de saúde, Analídia Bacelar.

Ao final a secretária de Saúde destacou o apoio dado pelo prefeito Arquimedes Bacelar para realização da ação e agradeceu a dedicação de sua equipe para que a ação acontecessse, em especial aos agentes comuntiários de saúde.

Após denúncia do blog, fantasmas da Saúde são retirados do sistema e informações são alteradas

Mudanças após a denúncia

No dia 14 de maio, este blog fez uma denúncia contra a Prefeitura de Coelho Neto  que através da Secretaria de Saúde estaria fraudando informações no banco de dados do Ministério da Saúde.

A denúncia que ganhou repercussão estadual estava relacionado ao Programa de Agentes Comunitários de Saúde onde servidores demitidos, aposentados e que haviam abandonado o serviço eram mantidos no sistema como se estivessem na ativa.

A servidora Elzenita Bastos da Silva Rocha por exemplo, cuja questão específica motivou a denúncia já teve seu nome retirado do sistema, assim como as demais servidoras Edineth Rodrigues Silva Lima, Maria das Graças Lima da Cunha e Maria das Graças Rodrigues Lima.

A servidora Marinalva Lima Pereira que ocupa cargo comissionado mas que permanecia como agente comunitária de saúde na ativa teve seus dados alterados e passou a ser gerente de serviços de saúde. Ora, se Marinalva está como coordenadora, quem está ocupando o lugar dela?

A alteração das informações por parte do governo não altera em nada as irregularidades cometidas até então. Outra questão relacionada ao programa diz respeito as contratações irregulares de contratados mesmo com um seletivo em vigência e cujos aprovados aguardam a posse.

O caso que já está aos cuidados do Ministério Público deverá por fim na desordem e o prefeito Américo de Sousa (PT), deverá mesmo a contra gosto empossar os agentes de saúde seletivados e acabar com a situação de contratos irregulares e áreas descobertas, mesmo com o recurso do programa sendo depositado todo mês.

Os fantas denunciados na Unidade de Pronto Atendimento – UPA, incluindo o marido da secretária de saúde que mora em Salvador também já foi alterado.

Parceria inédita garante reforço na distribuição de medicamentos em Chapadinha

 

A Prefeitura de Chapadinha através da Secretaria de Saúde, formalizou uma parceria inédita com a Fundação para o Remédio Popular “Chopin Tavares de Lima” – FURP.

Estamos falando do laboratório farmacêutico oficial do Governo do Estado de São Paulo, que é atualmente o maior fabricante público de medicamentos do Brasil e um dos maiores da América Latina.

O primeiro pedido já chegou na cidade, contendo 145 volumes de medicamentos que servirão para abastecer a farmácia básica das Unidades Básicas de Saúde. A FURP possui cerca de 65 produtos, entre antibióticos, antiretrovirais, anti-hipertensivos, diuréticos, controle da Diabete, tuberculose, hanseníase, entre outros.

Essa ação foi possível graças à medida enérgica adotada pelo município para contenção de custos, abrangendo desde a compra de materiais até a redução de servidores e cortes em gratificações. “Para nos mantermos firmes e fortes neste cenário de crise, que assola o país, estamos equilibrando os gastos e reduzindo as despesas. Assim, teremos condições de melhorar e investir em mais serviços públicos essenciais à população. Essa parceria é a primeira de muitas outras que beneficiará o município”- ponderou o prefeito, Magno Bacelar.

“Essa é uma parceria inédita de fortalecimento da assistência farmacêutica aos nossos usuários da atenção básica que integram o nosso Sistema Único de Saúde – SUS. Essa é mais uma iniciativa pioneira desenvolvida pelo governo do prefeito Magno Bacelar para beneficiar sobretudo aqueles que mais precisam”, destacou a secretária de saúde, Mônica Pontes.

Ministério Público cobra funcionamento da Ouvidoria do SUS em Chapadinha

 

 

O Ministério Público Estadual – MPE, através da Portaria 018/2018, instaurou procedimento administrativo para apurar se a Secretaria de Saúde de Chapadinha já dispõe da Ouvidoria Municipal do Sistema Único de Saúde –  SUS, devidamente instalada.

Na portaria, a promotora Dra Ilma de Paiva Pereira solicitou da Secretaria de Saúde as informações acerca da existência do órgão devidamente instalado, bem como as providências que estão sendo adotadas pela gestão para a implementação do serviço.

Ao que se sabe, o governo não dispõe desse mecanismo funcionando, tanto que as denúncias em torno de problemas na saúde de Chapadinha normalmente ficam a cargo da imprensa e de parlamentares durante as sessões da Câmara Municipal.

A Ouvidoria tem entre outros objetivos o de aprimorar o acesso, pelos cidadãos, às informações sobre o direito à saúde e ao seu exercício e possibilitar a avaliação permanente dos serviços de saúde, com vistas ao aprimoramento da gestão do SUS.

“A saúde pública de Timon está um caos”, dispara o vereador Anderson Pêgo

 

Vereador Anderson Pêgo: “Os dinheiros que era para pagar os médicos está indo para licitações fraudulentas”

Vereador: “O que é melhor para a população, propaganda ou os médicos?”

Além de outros problemas, o líder da oposição, vereador Anderson Pêgo (PSDB) resolveu focar sobre a valorização dos profissionais de saúde no discurso que fez na sessão desta segunda-feira (11), na Câmara de Timon. “A saúde pública em Timon na sua Atenção Básica está falida porque não existe uma política pública voltada para o funcionários desta área”, disse o parlamentar.

Segundo o vereador do PSDB, em conversa com o secretário de Saúde de Timon este lhe disse que os médicos recebem o salário de R$ 3.500,00 para trabalhar todos os dias das 8 horas ao meio dia.

“Hoje nós não temos médico na Vila do Bec, no Mateusinho como não temos em várias outras unidades de saúde que foram abertas e os médicos não querem ir trabalhar. Por que? Porque o salário é baixo! Mas, eu quero dizer a população timonense que a oposição fechou questão, oposição que é maioria, e o orçamento de Timon só será aprovado se o salário do médico de R$ 10 mil para cima, não será aprovado um salário menor do que esse porque a população precisa de médico”, afirmou Anderson Pêgo.

Sobre a questão salarial dos médicos de Timon o vereador Anderson Pêgo frisou que,“Os dinheiros que era para pagar os médicos está indo para licitações fraudulentas, os dinheiros que era para pagar os salários dos médicos está indo para a corrupção do governo municipal e nós não podemos admitir isso! Fiz uns cálculos rápidos e vai onerar a folha de pagamento em torno de R$ 5 milhões, a população prefere pagar R$ 5 milhões de propaganda ou R$ 5 milhões para os médicos? O que é melhor para a população, propaganda ou os médicos?… E o promotor de Justiça doutor Borges elogiou a iniciativa da oposição de aumentar os salários dos médicos”.

“E a prefeitura de Timon com a Sofia Comunicação gasta 2, 3, 4, R$ 5 milhões por ano de propaganda, gasta R$ 5 milhões por ano com a Tekynik de internet enquanto a população não tem médico, a população não é bem atendida, a população não tem remédio, mas, se tem dinheiro para comunicação, para internet”, lamentou o líder da oposição.

Do Blog do Ludwig

Profissionais de saúde intensificam atendimentos em Duque Bacelar

 

Garantir atendimento a todos. Essa é a meta estabelecida pela Prefeitura de Duque Bacelar, através das Secretaria de Saúde em tudo o que se refere ao atendimento nas unidades básicas do município.

Um diferencial do trabalho dos profissionais da saúde tem sido o atendimento noturno, como o que fora realizado ontem na UBS São José.

Num ambiente muito mais aconhegante e com decoração especial em clima de São João, a equipe se motiva ainda mais para garantir as condições para realização de uma acolhida diferenciada e um atendimento cada vez mais humanizado.

Com a Campanha de Vacinação contra a Influenza, uma outra parte da equipe tem se revezado para garantir que o município cumpra a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde.

“Fazer saúde não é fácil ainda mais em tempos de desfinanciamento como o nosso, mas a força de vontade e garra da equipe nesse momento conta muito. O prefeito Jorge Oliveira tem um olhar diferenciado para a saúde pois entende que aqui lidamos com as vidas, por isso ele sempre tem cobrado sempre que o melhor seja ofertado para a população de Duque Bacelar e é isso que nossa equipe tem buscado fazer”, explicou a secretária de saúde, Kamila Santana.

Secretaria de Saúde promove ação intersetorial em Duque Bacelar

 

A Prefeitura de Duque Bacelar, através da Secretaria de Saúde, realizou na última semana um encontro interstorial entre órgãos de políticas públicas afins.

Além de profissionais da saúde, participaram do evento membros da secretaria de Assistência Social e Conselho Tutelar para planejamento de ações comuns.

Ao final foi pactuado um plano de ação para fortalecimento da nossa Rede de Apoio Intersetorial no que se refere a atuação do Sistema Único de Saúde – SUS e Sistema Único de Assistência Social – SUAS.

“Esse encontro fortalece a proposta do governo do prefeito Jorge Oliveira de trabalharmos a partir de um esforço conjunto. A secretária Kamila Santana também tem destacad a necessidade de unirmos esforços como forma de alcançarmos mais rápido os benefícios que os nossos usuários tanto esperam”, declarou a secretária adjunta de saúde, Gilmara Melo.