Rafael Cruz vai de Roseana…

Rafael Cruz com a esposa Lilian em apoio a Roseana

O vereador Rafael Cruz (MDB), decidiu pelo apoio a candidatura da ex-governadora Roseana Sarney ao Governo do Estado.

Segundo ele, o apoio a correligionária se dá em respeito ao seu histórico de trabalho não apenas pelo Maranhão, mas principalmente por Coelho Neto, cidade onde atua politicamente.

“No Maranhão não há mais espaço para a politicagem e a perseguição. Roseana foi a governadora de todos os maranhenses e é por isso que estou com ela nessa caminhada”, explicou ele.

Cruz esteve em Caxias recentemente, oportunidade em que acompanhou a ex-governadora numa agenda política em que atraiu centenas de pessoas na Princesa do Sertão.

Rafael Cruz consegue extratos dos recursos que seriam para a APAE de Coelho Neto

 

O vereador Rafael Cruz (MDB), conseguiu via Banco do Brasil aos extratos da conta dos recursos que deveriam ser destinados a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE de Coelho Neto.

A aquisição das informações foi protocolada e contou com a assinatura dos também vereadores João Paulo (MDB), Moabe Branco (DEM), Ricardo Chaves (PPS) e Liza Pires (PCdoB).

O parlamentar fez a entrega do documento aos diretores da instituição para que junto de suas assessorias jurídica e contábil pudesse fazer uma análise minuciosa da movimentação financeira e consequentemnte anexar as informações ao processo que corre na justiça sobre a tentativa de fechamento da Apae por parte da prefeitura.

“Estamos cumprindo com o nosso dever de colaborar com a Apae nessa causa que analisamos ser justa. Agradeço aos colegas vereadores pelo apoio a esse pleito”, destacou Rafael Cruz.

Assista o vídeo:

Rafael Cruz entrega documento contra a divisão da UEMA; Tourinho e Luiz Ramos se recusam a assinar

 

O vereador Rafael Cruz (MDB), esteve ontem (18), na sede do Centro de Estudos Superiores de Coelho Neto, para fazer a entrega oficial do documento proposto por ele em favor da unidade da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA e contrário a criação da UEMA Leste.

Acadêmicos comemoraram o apoio recebido da maioria da Câmara de Vereadores após proposta do vereador Rafael Cruz

A proposta foi alvo de polêmica, pois havia comentários de que os vereadores da base do governo haviam assinados um documento favorável a divisão da insituição. A maioria de alunos e professores do campus local são contrários a medida.

A coordenadora do Campus professora Raimunda Nonata Reis Lobão (Didi), chegou a cobrar em sua rede social a moção de apoio a “UEMA Forte” proposta por Cruz, como forma de demonstrar a negativa da cidade em relação a proposta da divisão.

Rafael Cruz em conversa com a coordenadora do Campus de Coelho Neto, professora Didi

“Cumprimos com o nosso dever em apoiar a causa de nossa comunidade acadêmica. Somos contrários a divisão porque defendemos que a UEMA cresca e não se divida”, declarou Rafael Cruz. O vereador Marcos Tourinho (PDT) e o líder do governo Luiz Ramos foram os únicos a não assinar o documento.

Rafael Cruz repercute denúncia da saúde na Câmara e ganha apoio dos vereadores da oposição

Veerador Rafael Cruz: cobrança de resposta do governo as denúncias

 

 

O vereador Rafael Cruz (MDB), utilizou a tribuna da Câmara ontem (14), para abordar a denúncia feita por esse blog, sobre a fraude no sistema de informações do Ministério da Saúde de responsabilidade da Prefeitura de Coelho Neto.

A fala do emedebista foi no sentido de enaltecer o trabalho investigativo desse blog e ao mesmo tempo cobrar respostas para a denúncia que segundo ele é “gravíssima”.

Os demais vereadores de oposição Dr Ricardo Chaves (PPS), Liza Pires (PCdoB) e João Paulo (MDB) também foram enfáticos em cobrar resposta do governo sobre a denúncia. Durante o aparte, os três destacaram a importância de uma investigação sobre o caso e se comprometeram a acompanhar o caso de perto.

Durante os discursos, os vereadores da base do governo optaram por não se manifestar sobre o ocorrido, talvez aguardando uma manifestação do governo que até agora também permanece calado.

Prefeitura de Coelho Neto cancela licitação denunciada pelo vereador Rafael Cruz…

Rafael Cruz denunciou licitação com suspeita de favorecimento

 

 

Na sessão da última segunda (05), o vereador usou a tribuna da Câmara para denunciar suspeita de favorecimento em processo licitatório realizado pela Prefeitura de Coelho Neto. A denúncia do parlamentar se referia a licitação de recuperação de ruas no valor de R$ 1.400,00 (um milhão e quatrocentos mil reais).

De acordo com o vereador, o dono de uma empresa esteve na cidade, pegou o edital, fez todo o processo legal e em seguida foi com seu engenheiro para fazer a inspeção das ruas que seriam recuperadas para que ele pudesse colocar o seu preço e em seguida ter condições de concorrer o certame.

Dai por diante começou-se um dilema. Ele procurou o engenheiro da Prefeitura que disse não poder assinar a inspeção em decorrência de não ter portaria. Foi atrás do secretário de Obras Orlando Azevedo que começou a fugir, tanto do empresário, como do engenheiro da empresa.

Conhecedor dos seus direitos, o dono da empresa foi até o Ministério Público para apresentar a denúncia. O funcionário do Ministério Público acompanhou o empresário e o engenheiro até a prefeitura e o secretário de Obras teve a audácia de mandar dizer que não os acompanharia na inspeção.

Quase dois dias depois da denúncia, a Prefeitura publica um edital cancelando a licitação e estranhamente que a nova data não seria mais publicada no Diário da Famem como de costume, mas no Diário Oficial do Estado.

Nesse angu tem caroço, pode ter certeza…

Mensagem do Dia do Servidor: Por Vereador Rafael Cruz

Uma das grandes banderias do nosso mandato tem sido a defesa do servidor público, tanto que votamos contra o imoral projeto de lei que reduzia salários encaminhados pelo Executivo.

Precisamos avançar e garantir conquistas, não aceitar a proposta de um governo impopular em regredir e desrespeitar a quem tanto faz pela nossa cidade. Nesse dia recebam a nossa homenagem e o nosso compromisso de que a nossa luta em defesa dos servidores vai continuar. Parabéns a todos os servidores públicos de Coelho Neto pela luta!

Rafael Cruz discute problemática do Grupo João Santos e alfineta Cristiane Bacelar

Vreeador Rafael Cruz

O vereador Rafael Cruz (PMDB) usou a tribuna na sessão de ontem (16), para tratar da problemática do Grupo João Santos e do descaso com os trabalhadores. Em sua fala o parlamentar destacou os prejuízos causados ao trabalhador e destacou seu apoio a classe que estava reivindicando o que é seu por direito.

O peemedebista cobrou que o prefeito e o vice saíssem das cadeiras de sindicalistas e sentassem nas cadeiras dos cargos para o qual foram eleitos para que fossem na busca seja no âmbito estadual ou nacional uma solução para o problema do Grupo.

Chamou para a responsabilidade o suplente de deputado estadual Rafael Leitoa e do presidente da Assembleia Humberto Coutinho (ambos aliados do prefeito), do secretário de Indústria e Comércio Simplício Araújo e do governador Flávio Dino.

Ele propôs que a base aliada solicitasse uma audiência com pessoas que pudessem intervir na situação do Grupo.

Alfinetada

Durante o discurso, Rafael Cruz alfinetou a secretária de Indústria e Comércio do município Cristiane Bacelar, que recentemente foi confirmada na lista de fichas-sujas do Tribunal de Contas do Estado – TCE.

Ele lembrou que o município tem uma lei que proíbe ao poder público admitir em seus quadros pessoas condenadas em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado, desde a condenação até o transcurso do prazo de 08 (oito) anos após o cumprimento da pena, ou seja, a secretária estaria proibida de se manter investida na função pública.

Ele prometeu voltar ao tema e cobrar o cumprimento da Lei. O debate promete…

Rafael Cruz “enquadra” Luiz Ramos…

O vereador Rafael Cruz (PMDB) deu um verdadeiro chega pra lá no líder do governo Luiz Ramos (PSD) durante sessão na Câmara de Coelho Neto realizada na última segunda (10). O fato ocorreu após Rafael Cruz usar a tribuna para comunicar que em conjunto com o vereador João Paulo (PMDB) solicitando da Prefeitura a autorização para que um caminhão pipa disponibilizado por um empresário da cidade fosse abastecido por um dos poços do Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE e assim ficasse a disposição da população que tem sofrido com a falta de água nos bairros.

No afã de agradar o chefe e fazer as vias de líder do governo “de fato e de direito”, Luiz Ramos reagiu negativamente ao saber que o caminhão pipa era de propriedade do ex-prefeito Soliney Silva e disparou inúmeras críticas ao ex-aliado.

“O vereador Luiz Ramos pode não ter visto tudo na política, mas eu já vi essa cena acontecendo porque mais uma vez ele não entende o que é dito, ele não consegue, ele não tem a capacidade de escutar uma coisa e interpretar ela. Quem está o carro não é o ex-prefeito Soliney, nós vereadores é que solicitamos o carro dele para tentarmos suprir os vários reclames sobre falta de água que são feitos pra nós diariamente… E Vossa Excelência não deveria reclamar porque tudo o que o ex-prefeito Soliney fez também foi com sua autorização porque Vossa Excelência também era da base do governo”, disparou Rafael Cruz.

Para quem não lembra, Luiz Ramos foi eleito no palanque do ex-prefeito Soliney Silva e durante grande parte do mandato era seu fiel aliado. Rompeu , passou a integrar a oposição e se fez de esquecido dos anos que manteve as regalias de aliado. No final do ano passado, Ramos voltou a se aproximar querendo disputar a presidência da Câmara com as bençãos de Soliney contra o petista Osmar Aguiar (PT), até então candidato do prefeito.

É esse capítulo não tão distante que Luiz Ramos insiste em ignorar, mesmo que para isso passe por constrangimento, pois a história por si só se encarregará de trazer estes fatos a tona, já que contra fatos, não há argumentos.

Simples assim.

Rafael Cruz vence queda de braço na justiça contra o presidente Osmar Aguiar…

O vereador Rafael Cruz (PMDB) usando da prerrogativa que o mandato parlamentar lhe outorga, protocolou no último dia 28 de agosto um ofício endereçado ao Presidente da Câmara Osmar Aguiar (PT), requerendo cópia da sessão extraordinária da sessão do dia 19 de julho, que rejeitou as contas do ex-prefeito Soliney Silva.

Ofício protocolado na Câmara no dia 28 de agosto: Osmar deu de ombros para a requisição

Como se estivesse feito escola com o prefeito Américo de Sousa (PT), o presidente da Câmara fez ouvido de mercador e não deu qualquer despacho ao ofício, dando mostras de que trata as dependências do parlamento como se fosse uma extensão de sua casa. O que o presidente esqueceu é que Rafael não pediu um favor, ao contrário, ele tem legitimidade para ter acesso a qualquer documento público, principalmente a ata de uma sessão do Poder que ele representa tanto quanto o próprio Osmar.

 Pois bem, diante da má vontade do presidente, Rafael Cruz acionou o advogado Val Filho para entrar com um mandado de segurança para só assim poder ter condições de ter acesso ao documento.

 Na última terça (05), o juiz Dr José Pereira Lima Filho em seu despacho reconheceu a legitimidade da solicitação do peemedebista. “Considerando as razões invocadas no presente writ, razoável se faz apreciar o pleito liminar após a juntada de informações. Assim sendo, NOTIFIQUE-SE a autoridade coatora, para que, no prazo legal, apresente as informações relativas ao mandado de segurança ora impetrado”, conclui o despacho do magistrado.

Agora perguntar não ofende: quais os motivos o presidente da Câmara teria para não entregar a simples cópia de uma ata?

“Parece paixão encubada”, diz vereador sobre ataques do prefeito de Coelho Neto

Vereador Rafael Cruz criticou ataques gratuitos do prefeito a sua pessoa

O vereador Rafael Cruz (PMDB), usou a tribuna na sessão de ontem (11), para falar sobre o problema da falta de água em Coelho Neto.

O peemedebista falou sobre o sentimento geral de reclamação que envolve a cidade nos bairros Quiabos, Santana, Sarney, Zé Reinaldo, Novo Tempo, Mutirão e do próprio centro da cidade. Em seu discurso ele falou sobre o sentimento de frustração do povo que constata que o projeto de mudança falado nas campanhas políticas ocorreu mas pra pior.

“Parece que é uma paixão encubada que ele não esquece meu nome e fica tomando o horário do meio dia aos sábados das pessoas. As pessoas param o seu meio dia pra escutar a palavra do prefeito pra ver se tem alguma esperança e o que escuta é o prefeito falando mentiras de forma irresponsável como ele vem fazendo dois sábados na rádio que ele utiliza há anos”, disse o vereador… Eu gostaria de deixar o último recado ao prefeito: que ele me esqueça um pouco, lembre do povo que eu que fui eleito pra mim fiscalizar ele, não foi ele que foi eleito pra mim fiscalizar não”, disse o vereador.

Durante o discurso o vereador João Paulo (PMDB) aparteou o colega e referendou o discurso confirmando não apenas as reclamações sobre a falta de água, como também o abandono no quesito iluminação pública, o que contribui para o aumento de sensação de insegurança.