Rafael Cruz discute problemática do Grupo João Santos e alfineta Cristiane Bacelar

Vreeador Rafael Cruz

O vereador Rafael Cruz (PMDB) usou a tribuna na sessão de ontem (16), para tratar da problemática do Grupo João Santos e do descaso com os trabalhadores. Em sua fala o parlamentar destacou os prejuízos causados ao trabalhador e destacou seu apoio a classe que estava reivindicando o que é seu por direito.

O peemedebista cobrou que o prefeito e o vice saíssem das cadeiras de sindicalistas e sentassem nas cadeiras dos cargos para o qual foram eleitos para que fossem na busca seja no âmbito estadual ou nacional uma solução para o problema do Grupo.

Chamou para a responsabilidade o suplente de deputado estadual Rafael Leitoa e do presidente da Assembleia Humberto Coutinho (ambos aliados do prefeito), do secretário de Indústria e Comércio Simplício Araújo e do governador Flávio Dino.

Ele propôs que a base aliada solicitasse uma audiência com pessoas que pudessem intervir na situação do Grupo.

Alfinetada

Durante o discurso, Rafael Cruz alfinetou a secretária de Indústria e Comércio do município Cristiane Bacelar, que recentemente foi confirmada na lista de fichas-sujas do Tribunal de Contas do Estado – TCE.

Ele lembrou que o município tem uma lei que proíbe ao poder público admitir em seus quadros pessoas condenadas em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado, desde a condenação até o transcurso do prazo de 08 (oito) anos após o cumprimento da pena, ou seja, a secretária estaria proibida de se manter investida na função pública.

Ele prometeu voltar ao tema e cobrar o cumprimento da Lei. O debate promete…

“Parece paixão encubada”, diz vereador sobre ataques do prefeito de Coelho Neto

Vereador Rafael Cruz criticou ataques gratuitos do prefeito a sua pessoa

O vereador Rafael Cruz (PMDB), usou a tribuna na sessão de ontem (11), para falar sobre o problema da falta de água em Coelho Neto.

O peemedebista falou sobre o sentimento geral de reclamação que envolve a cidade nos bairros Quiabos, Santana, Sarney, Zé Reinaldo, Novo Tempo, Mutirão e do próprio centro da cidade. Em seu discurso ele falou sobre o sentimento de frustração do povo que constata que o projeto de mudança falado nas campanhas políticas ocorreu mas pra pior.

“Parece que é uma paixão encubada que ele não esquece meu nome e fica tomando o horário do meio dia aos sábados das pessoas. As pessoas param o seu meio dia pra escutar a palavra do prefeito pra ver se tem alguma esperança e o que escuta é o prefeito falando mentiras de forma irresponsável como ele vem fazendo dois sábados na rádio que ele utiliza há anos”, disse o vereador… Eu gostaria de deixar o último recado ao prefeito: que ele me esqueça um pouco, lembre do povo que eu que fui eleito pra mim fiscalizar ele, não foi ele que foi eleito pra mim fiscalizar não”, disse o vereador.

Durante o discurso o vereador João Paulo (PMDB) aparteou o colega e referendou o discurso confirmando não apenas as reclamações sobre a falta de água, como também o abandono no quesito iluminação pública, o que contribui para o aumento de sensação de insegurança.

Executiva do PMDB assegura punição a vereadores infiéis em Coelho Neto

Ao lado de Soliney, o presidente Remi Ribeiro assegurou punição aos infièis.

O Presidente Estadual do PMDB em recente vídeo divulgado nas redes sociais, assegurou uma punição aos vereadores que votaram contra a orientação do partido no caso das contas do ex-prefeito Soliney Silva.

“As questões estatutárias serão cumpridas a rigor, principalmente nos casos dos vereadores de Coelho Neto votando em desacordo com o partido o estatuto do partido tem as normas que vai ser colocadas em prática e terão que responder de acordo com a Lei com direito de defesa mas o partido irá tomar as providencias necessárias em relação a essa postura de companheiros de partido”, disse ele.

Ribeiro defendeu que o voto teria que ser dado em acordo com o que fora estabelecido pelo Tribunal de Contas do Estado – TCE.

“O Tribunal de Contas do estado recomendou a provação das contas, não é nem em desacordo com o voto do Tribunal e por questões de ordem política os vereadores tomaram uma posição contrária a recomendação legitimamente estabelecida pelo Diretório Municipal”, finalizou.

Da bancada do PMDB votaram contra as contas do ex-prefeito Soliney, os vereadores Júnior Santos, Reginaldo Janse e Sillas do Louro.

PMDB vai mudar de nome…

O presidente nacional do PMDB, Romero Jucá (RR), afirmou nesta quarta-feira que encaminhou um ofício ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para mudar o nome da legenda para MDB (Movimento Democrático Brasileiro), como era na época da ditadura militar.

A alteração, que tem o aval do presidente Michel Temer, deve ser concretizada em 27 de setembro, durante a convenção nacional da legenda. Jucá nega que a mudança do nome seja uma tentativa de “esconder” o partido atrás de uma nova marca, já que a cúpula da legenda e o próprio Temer têm sido alvo de diversas denúncias relacionadas a escândalos de corrupção, especialmente no âmbito da Operação Lava Jato.

“Nós estamos querendo colocar o partido de acordo com o que tem de mais moderno no mundo hoje. Os novos partidos não são registrados como partido. Também estamos resgatando essa questão histórica, a nossa memória. Nós não queremos ser um partido, nós queremos ser uma força política. Queremos ganhar as ruas com uma nova programação”, disse.

O MDB foi criado em 1966, para fazer oposição à Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido que dava sustentação à ditadura militar. O fim do bipartidarismo, em 1979, levou à reorganização do quadro partidário e fez o MDB virar PMDB.

Ame-o ou deixe

Ainda nesta quarta-feira, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) voltou a criticar o presidente Michel Temer, dizendo que ele “quer transformar o partido em um puxadinho do governo”. Segundo ele, o comando da legenda tem ameaçado parlamentares que tem divergências com o Palácio do Planalto. “O PMDB está adotando uma lógica ‘ame-o’ ou ‘deixe-o’, e já tivemos tristes sentimentos com isso no passado”, disse, referindo ao período da ditadura.

Renan foi a uma reunião do partido hoje para defender que sejam reconsiderados os pedidos de expulsão dos senadores Kátia Abreu (TO) e Roberto Requião (PR), em análise na comissão de ética do PMDB, e a suspensão de deputados do partido que votaram a favor da denúncia contra o presidente Michel Temer, como Jarbas Vasconcelos (PE). Apesar das críticas, o alagoano negou que tenha intenção de deixar a legenda.

“Tudo isso é novo no PMDB. O PMDB nunca fechou questão, se caracterizou sempre como um partido democrático, então fechar questão nessa hora, suspender deputados, ameaçar senadores, é uma coisa brutal do ponto de vista do partido e da democracia”, disse.

Ele lembrou que o senador Romero Jucá (RR) é presidente interino da legenda e questionou a sua legitimidade para aplicar o que considera “maldades” sobre os correligionários. “Acho muito ruim que Romero (Jucá) se preste a esse papel”, alfinetou Renan. Eleito vice-presidente da sigla, Jucá assumiu o comando do partido de forma provisória após Michel Temer se tornar presidente da República no ano passado.

(Com Estadão Conteúdo) 

Paulo Marinho Júnior começa a se preparar para 2018…

Paulo Marinho Júnior com integrantes da cúpula do PMDB: apontado por Roseana como uma das apostas do partido

O vice-prefeito de Caxias Paulo Marinho Júnior (PMDB) foi um dos destaques da reunião realizado nesta sexta (04), em Imperatriz, com integrantes da cúpula peemedebista do Estado.

O evento serviu entre outras coisas para a disposição da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), presente no evento, de entrar na disputa por mais um mandato.

Pelo histórico que tem e o know-row da última eleição, PM Júnior é visto como uma dos nomes mais promissores do partido e com todas as chances de voltar à Câmara Federal.

Paulinho com o prefeito de Imperatriz Assis Ramos e Remi Ribeiro

Não custa lembrar por exemplo, que no leste o nome do vice-prefeito de Caxias ganha simpatia automática, já que será o nome forte da região para disputar uma vaga para a Câmara Federal.

PM Júnior teve papel de destaque na reunião não apenas pelo cargo que ocupa atualmente, mas como um dos que estará à disposição do partido no próximo ano, situação confirmada pela própria Roseana.

Com o apoio de nomes de peso como o do prefeito de Caxias, Fábio Gentil (PRB), Paulo Marinho Júnior vem forte para 2018.

Participaram da reunião diversos membros do Diretório Estadual do qual PM Júnior integra, dentre os quais o senador João Alberto, o deputado federal João Marcelo, o deputado estadual Roberto Costa e o prefeito de Imperatriz Assis Ramos.

“A questão é falta de interesse”, diz Rafael Cruz sobre problemas na saúde…

Vereador Rafael Cruz: cobranças pertinentes e oportunas. Foto: Richard Cabrera

O vereador Rafael Cruz (PMDB) usou a tribuna ontem (13), para relatar e cobrar providências do governo sobre os diversos problemas que passa a saúde de Coelho Neto.

Segundo ele, diferentemente do que propagou o “governo da mudança”, muitas das reclamações permanecem sem solução e a secretaria precisa dar uma resposta para a população.

“A questão da saúde no novo governo nem é de ordem financeira e muito menos de quadro de pessoal, na verdade o problema é apenas falta de interesse”, disse ele.

Entre as reivindicações Rafael Cruz cobrou o retorno das ambulâncias para a zona rural, a reativação do Centro de Imagem (que das 7 especialidades encontra-se funcionando com 3, além de duas servidoras), criticou a política de desvalorização salarial do servidores e as condições da UPA que atualmente opera com apenas um médico e uma enfermeira revezando entre a urgência e a emergência.

Rafael Cruz responderá pela liderança do PMDB na Câmara de Coelho Neto…

Vereador Rafael Cruz: líder do PMDB e voz atuante da opoição Foto: CN Bambu

O vereador Rafael Cruz (PMDB), foi indicado recentemente para responder pela liderança do partido na Câmara de Coelho Neto.

Dentre os motivos que influenciaram na decisão, pesou o fato do parlamentar se manter firme na condição de oposição ao governo municipal.

Além da escolha do Presidente Municipal do PMDB e ex-prefeito Waltenir Lopes, a indicação teria sido referendada também, pelo Presidente de Honra Estadual do partido e ex-prefeito Soliney Silva.

O PMDB é a legenda que elegeu a maior bancada da Câmara nessa legislatura. Além do próprio Rafael, integram o núcleo de peemedebistas os vereadores Júnior Santos, Reginaldo Janse – Cará, Sillas do Louro e João Paulo.

E é na liderança do partido que integra, que Rafael Cruz terá como ampliar ainda mais sua atuação como oposição.

E contrapor a maioria “ainda” absoluta do governo…

Maranhense pode assumir Secretaria de Juventude do governo Temer

Assis Filho durante encontro com o Presidente Temer

O jovem maranhense Assis Filho segue sendo cotado por assessores do Presidente Michel Temer com um dos nomes com chance de assumir a Secretaria Nacional de Juventude do Governo Federal.

Após a exoneração de Bruno Júlio, o Palácio do Planalto segue buscando o novo nome para ocupar o cargo.

Júlio que é do partido, deixou o comando da secretaria após dizer na semana passada, em meio à crise no sistema carcerário do país, que “tinha era que matar mais” e “tinha que fazer uma chacina por semana“, ao se referir às mortes de cerca de 100 presidiários após rebeliões em penitenciárias nos estados de Amazonas e de Roraima. A declaração foi dada à coluna do jornalista Ilimar Franco, de “O Globo”.

Natural de Pio XII, Assis Filho é afilhado político do senador maranhense João Alberto e muito próximo do Chefe da Casa Civil Eliseu Padilha.

É advogado, professor universitário, ex-presidente da Fundação Ulysses Guimarães, presidente da Juventude Nacional do PMDB e presidente da Empresa Brasileira de Comunicação – EBC no Maranhão.

Com contribuição do G1

Soliney tem piora de quadro clínico…

soliney

Fontes do Blog dão conta de que o Prefeito de Coelho Neto Soliney Silva (PMDB), teve uma piora no seu quadro clínico.

Segundo as informações preliminares os exames recomendados não poderão ser feitos ainda, porque o médico do prefeito responsável pelo aparelho da coluna está no exterior e o desligamento dos eletrótodos então foram adiados.

O peemedebista permanece em Teresina-PI sob cuidados médicos para tratar dos problemas de saúde no início da semana.

Seguimos aguardando mais informações.

Desespero fazem adversários mentir sobre Maísa…

comicio

Uma atitude desesperada dois dias antes da eleição de partidários do candidato a prefeito Jorge Oliveira (PCdoB) tentam disseminar em redes sociais de que a ex-primeira dama Maísa Burlamaqui (PMDB), não pode ser candidata.

A mentira tem perna curta e ao que parece, a insegurança do comunista faz com que seu séquito deseje que ele ganhe por W.O

Ocorre que tudo não passa de uma grande mentira com objetivo claro de tentar criar um factóide, já que pelo visto a coisa por aquelas bandas não andam muito boas.

Aos partidários de Maísa fiquem tranquilos que essa é mais uma mentira que fazemos questão de desmascarar.

É um plano sujo, praticado por aqueles que tem dificuldade em jogar limpo e respeitar as regras e o jogo.

Simples assim…