Prefeitura de Chapadinha inicia recuperação da avenida Presidente Vargas

 

Dando continuidade aos investimentos municipais de recuperação das vias públicas, a Prefeitura de Chapadinha através da Secretaria de Obras deu início nesta quinta (13), aos trabalhos de recuperação da avenida Presidente Vargas.

 

A ação faz de parte de um amplo processo de requalificação das vias urbanas idealizada pelo governo municipal e contempla uma das vias mais afetadas pelo rigor das chuvas. O prefeito Magno Bacelar já havia antecipado a realização da força tarefa, que só foi possível ser executada após o recuo do período invernoso.

“Conhecemos nossas obrigações, trabalhamos com responsabilidade e planejamento para não sacrificarmos a saúde financeira do Município. Mais uma vez driblamos a crise executando obras e trabalhando para melhorar a qualidade de vida das pessoas, reforçando nosso compromisso com a população de Chapadinha”, destacou o prefeito Magno Bacelar.

O prefeito assegurou ainda, que tem buscado as parcerias para que as ações de pavimentação asfáltica sejam ampliadas e contemplem novas vias.

Secom/PMAC

Prefeitura executa serviços de requalificação da UBS da Trizidela

Prefeitura executa serviços de requalificação da UBS da Trizidela

A Prefeitura de Afonso Cunha através da Secretaria de Obras está executando serviços de requalificação da UBS “Raimundo dos Santos Lima”, na Trizidela.

O espaço da unidade passa por melhorias e adaptações com vistas a garantir melhores condições no atendimento.

De acordo com o secretário de Obras David Miranda, as melhorias atendem a uma determinação do prefeito Arquimedes Bacelar, permitindo que assim como o trabalho que está sendo feito no Hospital contribua com o atendimento humanizado proposto pelo governo municipal.

Ele destacou ainda que os serviços tem gerado emprego e renda aos profissionais da construção civil, que atuam em várias frentes simultaneamente em vagas criadas pela Prefeitura.

Ascom/PMAC

Prefeitura de Afonso Cunha realiza intervenções para minimizar problemas ocasionados pelas chuvas

Prefeitura de Afonso Cunha realiza intervenções para minimizar problemas ocasionados pelas chuvas

A Prefeitura de Afonso Cunha através da Secretaria de Obras está realizando várias intervenções para minimizar os problemas ocasionados pelas fortes chuvas.

Uma equipe encontra-se de prontidão para realizar serviços emergenciais para diminuir os transtornos para a população.

As máquinas do município também estão a postos para garantir que as intervenções sejam realizadas em menor tempo possível.

A determinação do prefeito Arquimedes Bacelar é garantir que a equipe da Secretaria de Obras esteja a postos para resolver toda e qualquer demanda advinda da população ocasionada pelas fortes chuvas.

“O prefeito Arquimedes Bacelar determinou que ficássemos a disposição de toda e qualquer demanda da população no que diz respeito a intervenções paliativas ocasionadas pela força das chuvas e essa mobilização seguirá até o final do período chuvoso”, informou o secretário de obras, David Miranda.

Prefeito retoma construção de escola abandonada em Afonso Cunha

Prefeito retoma construção de escola abandonada em Afonso Cunha

Mais uma obra abandonada pela gestão anterior como símbolo de desrespeito com o erário público deixará de ser um “elefante branco”. É que o prefeito de Afonso Cunha Arquimedes Bacelar (PTB), determinou a retomada na escola localizada nas proximidades do Hospital Municipal.

Com a retomada dos trabalhos, a escola já está recebendo teto e no ritmo que segue deverá ter seus trabalhos concluídos em breve.

“Estamos felizes com a retomada dessa obra que representará um grande reforço para a educação do município. A tristeza da cena de chegar na cidade e vê-la como símbolo de abandono, será substituída pela alegria de tê-la como referência na educação de nossas crianças, tudo isso graças ao comprometimento do prefeito Arquimedes Bacelar”, disse o secretário de Educação, Milton Bastos.

A obra iniciada ainda em 2014, é fruto do Programa de Ações Articuladas – PAR, com recursos alocados do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Rachado, muro da Secretaria de Agricultura de Coelho Neto ameaça desabar…

Rachado, muro da Secretaria de Agricultura de Coelho Neto ameaça desabar…

Numa obra de reforma que se arrastou por quase dois anos, a Prefeitura de Coelho Neto entregou recentemente o prédio da Secretaria de Agricultura, onde antes funcionava a Sucam.

Acontece que o muro encontra-se rachado de ponta a ponta, correndo o risco de desabar a qualquer hora.

Não custa lembrar que o prédio é nas proximidades de uma galeria, cujos problemas nas redondezas aumentaram após uma intervenção mal feita da Secretaria de Obras.

Mesmo com o risco aparente, não há nenhuma sinalização ou qualquer artificio que isole a área, o que aumenta os riscos para crianças, por exemplo.

Será que vão esperar acontecer um acidente para tomarem as providências?

E assim segue o governo do improviso e do descompromisso…

Post Alterado às 12h:28 – Após publicação da matéria o secretário de Agricultura Albertino Veríssimo entrou em contato com o blog para explicar o caso. Segundo ele as rachaduras fora provocadas por uma carreta do município, mas que pela avaliação do engenheiro o muro não corre o risco de cair. Ele disse que os serviços de reparos serão feitos após o feriado.

Chuva leva mais uma “gambiarra” da Secretaria de Obras de Coelho Neto

Chuva leva mais uma “gambiarra” da Secretaria de Obras de Coelho Neto

Com serviço executado há poucos dias pela Secretaria de Obras, a passagem molhada nas proximidades do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS, é mais uma gambiarra custeada com recursos públicos.

O serviço visivelmente feito nas colchas como tem sido a marca da pasta, não aguentou a pressão da água e se esvaiu.

Não se sabe ao certo quem comanda ou quem fiscaliza as ações da Secretaria de Obras, mas que o trabalho é amador e de gosto duvidoso isso qualquer um atesta a olho nu. Os moradores que moram no entorno denunciam a forma que o serviço fora executado.

E o caso serve para reforçar que a água não tem levado apenas “os reparos” do governo.

Como também o dinheiro do contribuinte…

MAIS RECLAMAÇÕES

Na manhã deste sábado (02), populares denunciaram a via que liga o bairro Santana ao Araim que está em vias de ser cortada.

A grande erosão e a falta de intervenção por parte da Secretaria de Obras agrava o problema que pode isolar quem precisa fazer uso da via.

“Cadê os milhões, cadê as obras”, cobra eleitor revoltado com inércia do governo em Coelho Neto

Viralizou nas redes sociais o desabafo do morador Lindomar Nunes, eleitor do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), em que faz um contraponto ao discurso que o petista fazia antes de chegar ao poder e hoje depois que está no poder.

Américo tu lembra naquele tempo que na gestão passada tu falava que vinha não sei quantos mil para Coelho Neto e hoje não fala por que? diz ele.

Ele também cobrou a promessa do prefeito de retomar o projeto da água do Rio Parnaíba e a construção de um hospital. Ele também denunciou a demolição da praça feita pela Prefeitura para ser construída uma nova, mas que fora abandonada pelo governo.

Praça se tornou o símbolo de um governo sem planejamento e que começa e não termina

Confira o vídeo:

Após obra precária, Prefeitura de Coelho Neto executa o mesmo serviço pela quarta vez

Após obra precária, Prefeitura de Coelho Neto executa o mesmo serviço pela quarta vez

Um verdadeiro desperdício de dinheiro público. Assim podemos definir a execução de um pequeno trecho na Rua Senador Petrônio Portela, no bairro Duartão.

A rua que vinha sofrendo com a erosão, teve que ser denunciada ao Ministério Público para que a Prefeitura pudesse garantir que os serviços fossem feitos.

Em pouco mais de 01 mês, a equipe da Secretaria de Obras reiniciou os trabalhos pela quarta vez conforme denúncia de moradores do bairro, pois a qualidade do serviço é tão ruim que se esvai na primeira chuva. Na última vez o próprio fiscal da Secretaria de Obras chegou a ir ao local, mas teria recusado a assinar o ateste confirmando in loco a qualidade duvidosa do serviço.

No início do mês o blog já havia denunciado o descaso (relembre AQUI). Uma nova leva de material já foi colocado no local para que os trabalhos sejam reiniciados. Para quem alega crise, a Prefeitura ao que parece tem dinheiro sobrando para tanto serviço mal feito.

E o contribuinte pagando a conta da incompetência…

O desafio dos 10 anos do prefeito de Coelho Neto…

O desafio dos 10 anos do prefeito de Coelho Neto…

Enquanto aponta as obras deixadas pelo governo anterior, o prefeito de Coelho Neto esquece das suas

Desde ontem (16), o instagram foi tomado pela modinha dos 10 anos, em que as pessoas e artistas fazem um comparativo das fotos para que assim seja possível verificar as possíveis mudanças.

Desde que assumiu o mandato, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), sumiu das redes sociais. Só das redes sociais não, sumiu também do rádio de onde passou parte da vida criticando os outros e tendo a receita para todos os problemas da cidade.

O blog escolheu a foto do desafio dos 10 anos do prefeito de Coelho Neto. Trata-se de obra da praça localizada na frente da Secretaria de Obras.

De fato não há 10 anos no intervalo de tempo em que ela foi iniciada para o tempo em que ela permanece abandonada, mas ela simboliza bem a gestão desastrosa do PT na cidade. E olha que não é uma obra complexa.

Mas retrata bem um governo sem planejamento e ineficiente…

Quanto vai custar a conta, prefeito Américo?

Mesmo sem licitação, escavadeira hidráulica trabalha a todo vapor: quanto vai custar essa conta?

Parte da imprensa ligada ao governo municipal noticiou que a Prefeitura de Coelho Neto está executando ações de desobstrução, ampliação manual e mecanizada de canais, galerias e bueiros em diversos pontos da cidade.

A ação é boa e muito válida, tanto que ano passado chegamos a fazer uma postagem elogiando a iniciativa do governo, mas não podemos deixar passar despercebido como a operação está se dando.

De quem é e quanto está custando o aluguel da escavadeira hidráulica que foi deslocada para operar na força tarefa? Quem conhece sabe que o pagamento de uma máquina dessa é feito por hora, mas como a Prefeitura está fazendo esse pagamento se não há licitação para aluguel de hora/máquina?

Em 2017 a Prefeitura contratou os serviços da Construtora H N LTDA EPP para pagamento de aluguel de máquinas pesadas em regime de hora, mas cujo contrato encerrou em dezembro do ano passado. Será que é mais um dos amigos do prefeito que estão disponibilizando máquinas sem nenhum ônus para a prefeitura como foi vendido no início do governo no caso dos carros do lixo?

Essa era uma boa pergunta para o Ministério Público questionar e responder…