Luto! Morre dona Bisé Bacelar

Dona Bizé: perda irreparável

É com pesar que informamos o falecimento de dona Maria José de Sousa Bacelar, conhecida em Coelho Neto como dona Bisé Bacelar.

Dona Bisé foi professora normalista e uma das mais longevas educadoras de Coelho Neto. Junto com a cunhada Marlene Bacelar e tantos outros nomes de peso, era figura de proa do competente time de educadores da cidade na década de 60.

Dona Bisé morou durante décadas com a família no imenso casarão da praça João Santos. Discreta, era a simpatia em pessoa, de sorriso fácil e extremamente hospitaleira.

Ela faleceu em Belo Horizonte – MG, onde residia atualmente. Dona Bisé era casada com seu Bernardo Bacelar com quem teve os filhos Lúcia, Claudia, Marta, Alzira, Bernardo e Maria.

Apresentamos a família Bacelar votos de pesar, na certeza que Deus dará a todos o conforto pela perda irreparável.

Imagem do dia: Flávio Dino consola Cleide Coutinho

Correu pelas redes sociais Maranhão afora a imagem em que o governador Flávio Dino (PCdoB) visivelmente abalado, consola a ex-deputada Cleide Coutinho, durante velório do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Humberto Coutinho, nesta terça (02), em Caxias.

Ele faleceu na última segunda (01), após uma longa batalha contra o câncer. O governador decretou luto oficial de 07 (sete) dias e determinou que o aliado fosse veleado e sepultado com honras de chefe de Estado, já que chegou a ser governador interinamente. A cidade de Caxias parou para dar o último adeus ao seu grande líder.

Mais uma vítima de trânsito na Avenida Coelho Neto…

Um acidente no final da tarde desta segunda (25), na Avenida Coelho Neto fez mais uma vítima. De acordo com informações que chegou ao blog, a idosa que residia no Bairro Bela Vista estava nas proximidades do Comercial do João do Peixe quando foi atingida em cheio por um motociclista que trafegava fazendo malabarismos em uma moto, segundo relatos de presentes.

É a segunda morte em menos de 24 horas na mesa avenida causada por imprudencia. A prática de malabarismos sobre duas rodas na via cresceram após o Governo do Estado realizar o recapeamento asfáltico e deixar a via sem qualquer sinalização.

Os redutores de velociade que existia havia sido colocada pelo governo anterior e ainda assim ainda era possível ver cenas do tipo e agora sem qualquer sinalização a via virou uma pista de corrida para os irresponsáveis do trânsito.

A Prefeitura deveria ter se pronunciado anunciando qualquer providência após o acidente de ontem (24), mas como a mídia do governo prefere vender a imagem que a cidade “está tranqüila”, temos mais essa morte para a conta.

Alguém vai se manifestar ou vão dizer que não tem nada haver?

 

O blog optou por não divulgar imagens do acidente por entender que as cenas são muito fortes para serem expostas. 

Atriz Rogéria morre aos 74 anos no Rio…

A atriz Rogéria, de 74 anos, morreu na noite desta segunda-feira (4) no Rio. Rogéria se internou no Hospital Unimed Barra, na Zona Oeste do Rio, com um caso de infecção urinária, mas teve uma complicação após uma crise convulsiva.

O Hospital Unimed-Rio informou que a causa da morte de Rogéria foi um choque séptico. De acordo com a unidade hospitalar, ela estava internada na unidade desde 8 de agosto devido a um quadro de infecção urinária.

No último dia 25 de agosto, a atriz chegou a receber alta da Unidade de Tratamento Intensivo do hospital e foi levada para o quarto. Em julho, a atriz tinha sido internada por duas semanas em uma clínica em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio. Ela deu entrada na unidade no dia 13 por conta de uma infecção generalizada. O seu quadro havia piorado depois de uma crise convulsiva.

Em redes sociais, famosos lamentaram a morte da atriz Rogéria nesta segunda-feira (4). A cantora Valesca Popozuda disse que Rogéria “levava seu humor e seu talento por onde passava”.

“Mas vamos lamentar a morte da grande Rogeria , que levava seu humor e seu talento por onde passava ! Palmas para essa grande artista”, disse a Valesca.

Trajetória

Nascida como Astolfo Pinto em Cantagalo, no interior do estado do Rio, Rogéria intitulava-se a “Travesti da Família Brasileira”. A artista começou a sua carreira como maquiadora da TV Rio. Já nos primeiros anos de carreira ficou conhecida como simbolo gay e nome marcante na luta contra a homofobia.

Como atriz, estreou nos anos 1960 na galeria Stop Club. Ela participou de filmes no cinema brasileiro e era presença frequente em programas de auditório como jurada. Em 1979, ela recebeu o troféu Mambembe pelo espetáculo “O Desembestado”, que fez ao lado de Grande Otelo.

A atriz atuou em novelas como “Tieta”, em 1989; Paraíso Tropical, em 2007; e viveu uma atriz de teatro em “Lado a Lado. Leandra Leal dirigiu o espetáculo “Rogéria” para comemorar os 50 anos de carreira da atriz e outras travestis pioneiras.

Do G1

Luto: Morre o excêntrico “Velho Bill” em Coelho Neto

Morreu na madrugada desta terça-feira, 27, aos 84 anos, Átino Andirá Duarte – o Velho Bill, como era conhecido.

Durante alguns anos ele lutava contra um enfisema pulmonar. Hoje, por volta das 05h30min ele teve uma crise de insuficiência respiratória. Ainda foi levado às pressas para a UPA da cidade, onde veio a falecer.

De família tradicional e política, Velho Bill era de Boa Vista – RR. Seu pai, Aquilino da Mota Duarte foi o primeiro governador daquele estado. Chegou em Coelho Neto no início dos anos 1990. Naquela época, nos áureos tempos de Grupo João Santos, entrou no ramo de pneus, montado a loja PneuLub, tornando-se o maior empresário do ramo na região.

Homem de palavras fáceis, inteligente e antenado com a realidade política, por duas vezes se candidatou a vereador do município pelo PFL (hoje DEM), com o slogan “Você pode… Basta querer! Mesmo não conseguindo se eleger, tornou-se figura expressiva e indispensável na política local.

Velho Bill,desde que perdera o filho Francisco Alexandre retraíra-se em sua casa, no Conjunto Guanabara. Ele deixa a esposa Elza Maria e os filhos Ana Maria e Jardel.

O seu corpo será velado em sua residência. O sepultamento se dará no cemitério São Judas Tadeu. A família ainda não definiu o dia e o horário.

O ex-prefeito Soliney Silva, de quem Velho Bill foi aliado político durante muito tempo, está em Goiânia- GO. Por telefone ele manifestou suas condolências à família do amigo.

Do Blog do Milton Vieira

Evangélicos em Coelho Neto de Luto: Morre Irmã Maria Caldas

Faleceu no início da noite desta quinta (25), em Teresina-PI, a irmã Maria Caldas, esposa do ex-vice-prefeito José Caldas.

Ela estava na luta contra um problema de saúde já algum tempo, mas não resistiu. Irmã Maria Caldas deixa seu legado como membro ativa da Assembleia de Deus onde fez história.

Dedicada, ajudou no crescimento da denominação no município, onde ocupou diversas funções, dentre elas a de dirigente do Círculo de Oração, que mobilizava dezenas de mulheres em todas as congregações do município.

Sua perda sem dúvida alguma, deixa uma lacuna no movimento evangélico do município. Aproveitamos a oportunidade para apresentar votos de pesar a família.

A lição que a Júlia nos deixa…

Quem era mesmo Júlia? Confesso que não sabia quem era porque só conhecia mesmo seus pais. Nos grupos de whatsapp foi grande o apelo para ajudar uma Júlia. Começou com um, logo depois estava em dez, depois estava em vinte e a coisa foi ganhando uma proporção imensa.

Em questão de horas uma grande corrente se uniu a orar pela vida de uma pequena que entrava numa guerra pela vida. Ela precisava de uma UTI e quando conseguiu perdeu a vez para outra criança. Não deissitiu e logo outra vaga apareceu.

Os pais precisavam de ajuda, de preces e de apoio. Receberam. Orações, colaborações de conhecidos e desconhecidos e num momento, a Júlia que muitos como eu não a conhecia, passou a fazer parte das nossas vidas.

Nos preocupamos, oramos, choramos e participamos da agonia junto com a família, que sabe lá Deus como, se mantinham em pé com tamanha angústia. A pequena Júlia nos deixou hoje pela manhã, não porque não lutou, ao contrário foi insistente, nos deixou porque sua missão mesmo que tão curta, já havia sido cumprida e Deus precisou chamá-la.

Quem é pai e mãe não toma conhecimento de uma fatalidade dessas sem sentir nada. Dilacera a gente ao imaginarmos quão grande é essa dor, justamente porque também temos nossos filhos. Júlia se foi sem saber, mas uniu gentes diferentes em prol de uma causa maior, de um bem querer maior, por alguém que como disse, muitos não conheciam, mas que passaram a lhe desejar algo comum: a sua saúde de volta.

A lição que a Júlia nos deixa é a de solidariedade, que mesmo com o mundo errado do jeito que está, ainda encontramos aqueles que param para sentir a dor do outro. Hoje os pais, a família e todos esses que acompanharam esse dilema choram juntos. Apesar disso, hoje o milagre somos nós que ficamos e precisamos continuar.

Como bem disse a cantora Eyshila numa música após perder seu filho “A dor não mata se Deus está presente, só quem caminha com Ele entende o valor de uma lágrima derramada no altar da dor, enxugada pelas mãos do consolador. Se Ele quiser, Ele ressuscita mortos, Ele faz o impossível, Tudo porque Ele é Deus. Mas se Ele não quer, que aconteça do meu jeito, eu declaro que eu aceito e agora o milagre sou eu”.

Que o Espírito Santo Consolador dê o refrigério a todos nós, que hoje choramos a perda da pequena Júlia…

Luto: Morre aos 75 anos o ator Nelson Xavier

O ator Nelson Xavier morreu, aos 75 anos, na madrugada desta quarta-feira, 10, em Uberlândia, Minas Gerais. Tereza Villela Xavier, filha do ator, usou sua página no Facebook para falar da perda do pai.

“Lamento informar a quem possa interessar que meu pai, Nelson Xavier, faleceu esta noite em Uberlândia. Seu corpo será transferido, celebrado e cremado no Rio de Janeiro em cemitério ainda não determinado. Agradeço desde já as mensagens de apoio. Ele virou um planeta! Estrela ele já era. Fez tudo o que quis, do jeito que quis e da sua melhor maneira possível, sempre”, escreveu ela.

Em 2014, durante o Festival de Gramado, Nelson Xavier contou que fez tratamento contra o câncer de próstata em 2004 e que estava livre da doença. Foi lá também que recebeu o prêmio de melhor ator com o longa “A despedida”, um de seus últimos trabalhos.

Nelson Xavier já vinha sendo tratado em uma clínica de geriatria na cidade, prestadora de serviço do Hospital Santa Genoveva. Segundo informações do hospital ao G1, ele deu entrada nesta terça-feira, 9, às 10h57 e, em seguida, transferido para um quarto particular. Inicialmente o óbito ocorreu decorrente de um agravamento de uma doença pulmonar que ele estava tratando e o óbito constatado por volta das 00h45.

Na ocasião do falecimento ele estava acompanhado. “O ator faleceu próximo a amigos e familiares. Estava com o semblante sereno”, disse o o médico geriatra Tiago Ferolla. O corpo já foi encaminhado para uma funerária do município e deve ser levado no início da tarde para o Rio de Janeiro.

Do G1

Cantor Belchior morre aos 70 anos no Rio Grande do Sul

O cantor e compositor cearense Belchior, de 70 anos, morreu na noite de sábado (29) em Santa Cruz do Sul (RS). A família não divulgou a causa da morte. O corpo deve ser trazido para o Ceará, onde ocorrerá o sepultamento na cidade de Sobral, onde o artista nasceu, segundo a Secretaria de Cultura do Estado.

O Governo do Estado do Ceará confirmou a morte e decretou luto oficial de três dias. “Recebi com profundo pesar a notícia da morte do cantor e compositor cearense Belchior” disse em nota o governador Camilo Santana. “O povo cearense enaltece sua história, agradece imensamente por tudo que fez e pelo legado que deixa para a arte do nosso Ceará e do Brasil”.

O traslado do corpo será feito pelo Governo do Ceará, que aguarda liberação das autoridades gaúchas. O horário ainda não foi confirmado, mas a expectativa é que o corpo seja levado ainda neste domingo (30).

A assessoria do governo disse também que o chefe da Casa Militar do Ceará, coronel da Polícia Militar Túlio Studart, entrou em contato com o chefe da Casa Militar do RS, e que eles aguardam o resultado do laudo oficial.

Nascido em 26 de outubro de 1946, Belchior foi um dos ícones mais enigmáticos da música popular no Brasil, com mais de 40 anos de carreira.

Teve o primeiro sucesso nos anos 70 ao lado do também cearense Fagner, com a faixa “Mucuripe”. Com o disco “Alucinação” (1976), lançou clássicos como as faixas “Apenas um rapaz latino-americano”, “Velha roupa colorida” e “Como nossos pais”, essa última que se tornou conhecida na voz da cantora Elis Regina.

Segundo o colunista do G1, Mauro Ferreira, o cantor não tinha paradeiro certo desde 2008.

Em 2007, a família reclamou do sumiço do artista, que abandonou a carreira; e nem mesmo seu produtor musical conseguia contato. Belchior morou em hotéis e, em um deles, chegou a deixar um carro no estacionamento ao desaparecer. A partir daí, foram surgindo boatos a respeito do paradeiro do cantor.

Belchior chegou a ser procurado pela polícia em 2012 devido a uma dívida, à época, de R$ 30 mil em um hotel na cidade de Artigas, no Uruguai, por seis meses de diárias. No fim daquele ano, em meio à polêmica, foi visto em Porto Alegre, mas não quis gravar entrevista.

Veja a íntegra da nota oficial do Governo do Ceará:

“O Governo do Ceará lamenta profundamente o falecimento do cantor e compositor cearense, Belchior, aos 70 anos, na noite deste sábado, 29, na cidade de Santa Cruz, no Rio Grande do Sul. E informa que está prestando todo o apoio à família, inclusive providenciando o traslado do corpo para Sobral, sua cidade natal. O governador Camilo Santana está decretando luto oficial de três dias. Belchior é dono de uma trajetória artística da mais absoluta importância para a cultura do Estado. Sua carreira o levou ao patamar de um dos maiores ícones da Música Popular Brasileira, promovendo o nome do Ceará em todo o Brasil e no mundo”.

Do G1

Morre a mãe do ex-vereador Raimundão…

Faleceu no início da noite desta sexta (10), no Hospital MedImagem, em Teresina-PI, a Sra Florita Felipe de Oliveira.

Ela estava com insuficiência respiratória e chegou a ser intubada, mas faleceu devido a uma parada cardíaca.

O seu corpo está sendo velado na Sala 04, da Pax União em Teresina e será enterrada no Cemitério Jardim da Resurreição.

Dona Florita é mãe do ex-vereador, ex-presidente da Câmara e ex-vice prefeito de Coelho Neto, Raimundão e avó da atual vereadora Camila Liz (PROS). O blog apresenta votos de pesar a família pela perda.