Mais alimentação escolar chegando nas escolas de Chapadinha…

 

A Prefeitura de Chapadinha, por meio da Secretaria de Educação, informa que mais uma remessa de alimentação escolar está sendo distribuída para as escolas municipais.

Por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), o prefeito Magno e a secretária de educação, professora Vânia Cristina, primam em adquirir merenda saudável e com qualidade para os alunos na zona urbana e do campo.

De acordo com a secretária Vânia, o objetivo é não deixar os alunos sem alimentação escolar, que neste governo é prioridade. “Sabemos da importância da merenda na aprendizagem dos alunos, estamos enviando às escolas todos os itens da alimentação escolar para oferecer mais variedades aos alunos, e isso também é nossa prioridade” finalizou ela.

Alô MP: De onde será que está brotando a merenda escolar de Coelho Neto?

Williane Caldas: precisa dar satisfações a sociedade da procedência da merenda escolar

A Secretária de Educação de Coelho Neto, dona Williane Caldas precisa dar satisfação a sociedade qual a mágica que ela está fazendo para brotar merenda escolar mesmo que deficitariamente para as escolas da rede municipal de ensino.

Todos sabem que a licitação da merenda escolar foi cancelada no mês passado, fato que não é novo diante da zorra que se tornou o setor de licitação da Prefeitura.

Pois bem, sem qualquer justificativa, a merenda está sendo distribuida a algumas das escolas do município, com diversas denúncias correndo por fora sobre a procedência do produto.

Não está na hora da senhora dar explicações sobre de onde está minando essa merenda dona Williane?

Ou vai permanecer calada, como faz todas as vezes que sua secretaria é alvo de denúncia?

Agora lascou! Licitação da Merenda Escolar de Coelho Neto é impugnada…

Secretária de Educação Williane e Prefeito Américo: dupla desastrosa

 

 

A educação de Coelho Neto experimenta o caos. Em meio ao conturbado início do ano letivo e a todos os atrasos possíveis, fora os problema com professores, mais uma bomba acaba de assolar o setor comandado de forma desastrosa pela secretária Williane Caldas.

Mesmo tendo antecipado o término do ano letivo no ano passado para novembro, o bagunçado setor de licitação  do governo marcou para esta terça (13) – após o anunciado início das aulas – a data para a licitação da merenda escolar, que por vícios no edital acaba de ser impugnada.

A empresa Tukanus Empreendimentos e Comércio Ltda alega que um dos pontos do edital exige que a licitante tenha que possuir em seu quadro permanente na data prevista da licitação, nutricionista responsável pela empresa devidamente registrada no Conselho Regional de Nutricionista, e carteira a comprovação de vínculo empregatício, não inferior a 30 (trinta) dias. A licitante entende que teve seu direito de concorrência suprimido diante das exigências edílicas, sob pena de inabilitação caso a impugnante não apresente tal documentação.

Sem entrar no mérito da questão, a briga deverá demorar quase 30 (trinta) dias para ter nova licitação e com isso os alunos da rede municipal seguirá com aulas e ao que tudo indica sem merenda escolar.

É a educação de Coelho Neto descendo ladeira abaixo, graças ao despreparo de uma dupla perdida na gestão de um governo incompetente.

Alô Vigilância! Prefeitura de Coelho Neto expõe irregularidades na guarda da merenda escolar

Um servidor ligado a comunicação da Prefeitura de Coelho Neto divulgou ontem (24), em um grupo de whatsapp, uma foto de um depósito da merenda escolar.

A exposição da foto era para “endeusar o chefe” e mostrar que o depósito estava abastecido (como se isso fosse um favor e não uma obrigação), mas a foto acabou revelando as condições irregulares da guarda da merenda escolar.

Não precisa ser técnico na área para diagnosticar várias deficiências em uma foto só. Do jeito que está, o município seria visivelmente reprovado em qualquer fiscalização da CGU ou da própria Vigilância Sanitária do município, se esta estivesse atuando da forma como deveria.

Primeiro se percebe que o espaço não possui portas e janelas suficientes que possam garantir a boa ventilação aos produtos.

A segunda deficiência que se percebe a olho nu é a falta de piso adequado, o que no período de inverno como o nosso, permite que o espaço por não ter ventilação adequada ainda fique úmido.

O terceiro fator observado e não menos grave é que grande parte dos produtos ficam expostos no chão, quando o recomendável pelo Ministério da Educação é de que estes estejam dispostos em paletes, normalmente feitos de madeira.

Da forma que está, o depósito fere as normas do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE e deixa de garantir condições higiênico-sanitárias favoráveis a estocagem desses itens.

SEMED de Chapadinha recebe alimentação escolar e já distribui para as unidades…

A Secretaria Municipal de Educação – SEMED de Chapadinha recebeu ontem (07), os alimentos da empresa vencedora do processo licitatório e imediatamente a secretária Danubia Carneiro determinou o início da distribuição para as escolas da rede municipal de ensino.

“Fico muito feliz em termos resolvido mais um problema porque estamos aqui para isso. Para cuidar da educação e do bem estar das nossas crianças. Todos receberão alimentação de qualidade e balanceada para melhorar o seu rendimento de aprendizagem”, disse Danubia.

Da SECOM /PMC

Merenda Escolar consumirá mais de R$ 1,5 milhões de reais em Coelho Neto

É pra não deixar faltar! A Prefeitura de Coelho Neto através da Secretaria de Educação acaba de assinar os contratos responsáveis pela aquisição de gêneros alimentícios referentes ao Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE.

Ao todo foram 06 (seis) contratos que terão validade entre os dias 21/03 à 31/12 que juntos somam a bagatela de R$ 1.571.978,78 (hum milhão, quinhentos e setenta e um mil, novecentos e setenta e oito reais e setenta e oito centavos).

O primeiro lote de R$ 235.613,20 (duzentos e trinta e cinco mil, seiscentos e treze reais e vinte centavos), ficou a cargo da empresa MARIDILSON SOUSA DA SILVA COMÉRCIO EPP. O segundo lote de R$ 261.696,45 (duzentos e sessenta e um mil, seiscentos e noventa e seis reais e quarenta e cinco centavos), ficou a cargo da empresa I R P DOS SANTOS EIRELI-ME.

O terceiro lote de R$ 61.361,75 (sessenta e um mil, trezentos e sessenta e um reais e setenta e cinco centavos), será de responsabilidade da empresa LAUDIANE SANTOS MORAES & CIA LTDA-EPP. O quarto lote de R$ 177.021,00 (cento e setenta e sete mil e vinte e um reais), terá como responsável a empresa DUCLERC T DE FREITAS-ME.

O quinto e maior lote de R$ 462.687,03 (quatrocentos e sessenta e dois mil, seiscentos e oitenta e sete reais e três centavos), terá seu fornecimento assegurado pela empresa T.T.T.RODRIGUES EIRELI-ME. Já o sexto e último lote de R$ 373.599,35 (trezentos e setenta e três mil, quinhentos e noventa e nove reais e trinta e cinco centavos), ficou a cargo da empresa SANTOS SILVA COMERCIAL LTDA-EPP.

Nos contratos celebrados não foram disponibilizados o CNPJ das empresas (não sei se a propósito), o que dificulta a averiguação da procedência destas, mas que já estamos averiguando de outra forma. No frigir dos ovos, com tantos lotes e tantas cifras, espera-se que no decorrer do ano o fantasma da falta de merenda escolar não volte a atingir os alunos de Coelho Neto.

Prefeitura de Coelho Neto lança edital de licitação para compra da merenda escolar…

A Prefeitura de Coelho Neto lançou edital de licitação para a compra da merenda escolar para o ano letivo 2017.

Essa é a segunda vez que a Prefeitura marca a licitação da merenda escolar. O primeiro edital 003/2017 havia sido marcado para acontecer nesta quarta (22), mas fora cancelado.

O novo edital do tipo Pregão Presencial objetiva a aquisição de gêneros alimentícios referentes ao Programa Nacional de Merenda Escolar – PNAE, já está disponível e tem data prevista para acontecer no próximo dia 07 de março.