Secretaria de Meio Ambiente realizará cadastro de paredões de som em Chapadinha

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente, por seu secretário, convoca a todos os proprietários de paredão para comparecerem a partir desta quinta feira (14), das 8h às 12h, para cadastramento dos emissores sonoros conhecidos como “paredão de som”.

Informa ainda que o prazo para cadastramento se encerrará no próximo dia 19 e que a partir de então só poderão funcionar dentro dos limites legais, os veículos cadastrados com a devida autorização.

Secretaria de Meio Ambiente de Chapadinha adquire veículo com recursos próprios…

Secretário de Meio Ambiente Eduardo Sá com o novo veículo adquirido com recursos próprios

O município de Chapadinha recebeu nestas exta (01), o veículo L-200 comprado pela Prefeitura de Chapadinha com recursos do Fundo Municipal do Meio Ambiente. Ele será envelopado e usado nas ações de fiscalização nas zonas urbana e rural.

A compra foi aprovada pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente e foi destacada pelo secretário da pasta Eduardo Sá. “É um importante investimento que vai ampliar ainda mais a atuação da Secretaria”, comemorou.

O Fundo Municipal de Meio Ambiente tinha apenas R$ 70 mil em caixa em 1º de janeiro e chegou a ter mais de R$ 180 mil devido as ações desenvolvidas no decorrer do ano. Quem também comemora os resultados é o prefeito Magno Bacelar. “Já fizemos em 11 meses mais do que fizeram nos quatro anos anteriores”, disse.

Qualquer cidadão pode fazer denúncias relacionada a crimes ambientais pelo telefone (98) 98401-7767

Jorge Oliveira participa de I Conferência dos Morros Garapenses

O prefeito Jorge Oliveira (PCdoB), participou durante o final de semana da I Conferência dos Morros Garapenses. A cidade de Duque Bacelar que sediou o evento, reuniu ainda os municípios de Buriti, Coelho Neto, Afonso Cunha.

Durante o evento organizado pelo ativista ambiental Francisco Carlos, foi realizada a IV eleição do Conselho Consultivo da Área de Proteção Ambiental dos Morros Garapenses e discutido o Plano de Manejo da APA e a Unidade Regional.

“Essa é uma pauta importante que não podemos deixar de está de fora e de apoiar. O Francisco Carlos é uma tivista ambiental conhecido no estado e no país inteiro nos eventos que participou levando o nome da cidade e essa paixão que ele tem por essa causa. Entendo que os governos precisam se apresentar como parceiro de ações como essa”, declarou o prefeito.

Uma equipe da Secretaria de Estado de Meio Ambiente –  SEMA, também participou do evento.

Fotos: Max Studio

Rejeitado: Secretário de Meio Ambiente de Coelho Neto é alvo de críticas na Câmara até por vereadores da base do governo…

João Paulo iniciou a discussão e teve suas críticas ao secretário corroboradas pelos colegas do governo Reginaldo Janse – Cará e Wilson Vaz

Eleito por esse blog como o pior auxiliar do governo petista, o secretário de Meio Ambiente Gabriel Delano sentiu na sessão desta quinta (16), o tamanho de seua rejeição, desta vez em meio aos dos vereadores da própria base do governo.

O assunto começou após um discurso do vereador João Paulo (PMDB) denunciando as reclamações recorrentes da postura do secretário de meio ambiente, Gabriel Delano, sobretudo no que se refere os critérios de licenças de festas. Segundo ele, o secretário não tem critérios técnicos para a liberação dos eventos, que é feito de forma indiscriminada e de acordo com o gosto pessoal do titular do meio ambiente.

O vereador Reginaldo Janse – Cará (PMDB) destacou o perfil autoritário do secretário inclusive já denunciado por esse blog. “Já foram diversas denúncias já inclusive por abuso de autoridade e eu até suponho aqui que essa conversa seja mais breve porque a gente tem que se colocar no lugar do outro… Não é a primeira vez que estou ouvindo denúncia do companheiro, até é meu vizinho, já tive conversando pessoalmente com ele e depois até comentei com os companheiros que achava uma forma muito infeliz das colocações que o companheiro me fez mas eu não quis entrar em teima com ele até porque eu senti nele assim muito autoritário no momento”, destacou.

Mais revoltado, o vereador Wilson Vaz (PTdoB) foi além e cobrou providências do prefeito com relação ao auxiliar. “Eu acredito que esse secretário tá causando tanto tumulto nessa Câmara que eu nunca vi, eu não sei nem onde o prefeito está que deixa uma coisa dessa acontecer”, disse sob aplausos efusivos após criticar a abordagem do secretário em tentar proibir a realização de festas.

Gabriel Delano desde o início do governo tem sido um desastre em seu afã de agradar o chefe. Já chegou ao cúmulo de tentar entrar num prédio privado, dar voz de prisão em pessoas e acusar um documento oficial de ser falsificado apenas para justificar sua ingerência. De perfil tido como truculento, tem prestado um desserviço na pasta que ocupa, inclusive com altíssimo índice de rejeição pela população.

E agora constatado agora pelos próprios vereadores da base do governo…

Secretário Eduardo Sá presta contas das ações do meio ambiente na Câmara de Chapadinha

O secretário de Meio Ambiente Eduardo Sá esteve na tarde da última terça (07) na Câmara Municipal de Chapadinha atendendo solicitação dos vereadores para expor o trabalho realizado pelo órgão no atual governo.

Agradecendo o convite, Eduardo Sá, que é ex-vereador, lembrou que por várias vezes convidou secretários para comparecer à Câmara e eles não iam, mas que estava feliz por ter sido chamado e comparecer.

Cada vereador presente recebeu uma cópia do relatório de gestão da Secretaria de Meio Ambiente entre janeiro e outubro de 2017 e ouviu a exposição inicial do secretário, na qual foi lembrado o termo assinado entre o município e governo do estado no ano de 2012 que permitiu a emissão de licenças pela Secretaria.

Só neste ano foram emitidas 73 dispensas de licença ambiental, 37 autorizações para funcionamento, 73 autorizações para eventos, 1 licença prévia, 2 licenças de instalação, 10 licenças de operação, 3 licenças de instalação corretiva, 5 licenças de operação corretiva e recebidas 22 denúncias pela Secretaria.

O secretário relatou ações como a parceria firmada com a Polícia Rodoviária Federal para o recolhimento de animais soltos nas rodovias que cruzam o município e a realização de curso de treinamento para a Guarda Civil Municipal atuar na área de Meio Ambiente, o que aumentou a atuação do órgão.

Lembrando ainda a reativação do Conselho Municipal de Meio Ambiente e aumento da arrecadação do Fundo Municipal do Meio Ambiente, o secretário demonstrou que muito mais está sendo feito hoje do que no passado. “Recebi o fundo com cerca de R$ 70 mil e chegamos a ter mais R$ 180 mil, mais do que o dobro. Podemos afirmar matematicamente que fizemos mais em dez meses do que nos quatro anos anteriores”, afirmou.

O secretário aproveitou a oportunidade para anunciar a compra, com recursos próprios, de viatura para a Secretaria atender as denúncias que recebe e a elaboração de projeto para construção de um parque ecológico sustentável na reserva da Macaoca.

Facultada a palavra, falaram os vereadores Nonato Baleco, Neto Pontes, Junior Carneiro, Luis Barbeiro, Licinha e Tote. Este último reconheceu que não foi deixado um legado na área de Meio Ambiente pelo governo passado e incentivou o secretário a continuar seu trabalho à frente da Secretaria.

O secretário Eduardo Sá agradeceu mais uma vez a oportunidade de voltar à Câmara e lembrou que quando vereador fazia muitas cobranças, mas que agora as faz dentro do gabinete do prefeito. “O prefeito Magno Bacelar é meu amigo e ele tem humildade para ouvir seus auxiliares e seus críticos”, afirmou encerrando sua participação e se colocando à disposição para retornar a Casa sempre que os parlamentares desejarem.

A incompetência da Secretaria de Meio Ambiente de Coelho Neto para o que realmente lhe interessa…

Apesar de tentar mostrar serviço a força, a Secretaria de Meio Ambiente de Coelho Neto sem dúvida alguma é a que presta um dos piores serviços dentre as que compõem o atual governo. É comandada pelo secretário-projeto de delegado Gabriel Delano, figura conhecida por seu perfil truculento e pelas operações desastrosas que comandou desde que assumiu a pasta.

Começaram a circular pela internet fotos de queimada indiscriminada nas margens da estrada Coelho Neto-Pimenteira e não se tem conhecimento de nenhuma ação da  Secretaria de Meio Ambiente para investigar de que forma isso está sendo feito. A foto não representa 5% da área queimada.

Outra problemática da cidade é a grande quantidade de animais nas vias públicas, em total desobediência ao Código de Postura e a Secretaria de Meio Ambiente também nunca se posicionou a esse respeito.

Ontem (26), em fração de segundos a grama seca (por falta de cuidados) em volta Igreja de São Raimundo Nonato pegou fogo, não se sabe como e até agora a Secretaria de Meio Ambiente também não se posicionou. Estranhamente não se tem cuidado para jogar água grama, mas se tem água para apagar dizeres contra o prefeito no asfalto, deslocando inclusive um carro pipa para esse fim.

É por essas e por outras, que afirmamos que a Secretaria de Meio Ambiente é uma das piores – senão a pior – do governo Américo.

Para tratar do que realmente interessa o secretário não toma providências, mas se fosse um paredão de som, se fosse pra mexer com trabalhadorras que ganham a vida honesamente ou para mandar fechar rádio ele já tinha aparecido.

Pense num um desastre!

Truculento e arbitrário, secretário de Meio Ambiente de Coelho Neto paga mico novamente…

Inconformado com a rádio que o ex-prefeito Soliney Silva está montando em Coelho Neto, o atual prefeito Américo de Sousa (PT), mostrou mais uma vez seu lado perseguidor para tentar a todo custo impedir o projeto da rádio saia do papel.

Como não tem coragem para mostrar a cara em ações como essa, o prefeito designou seu atrapalhado secretário de Meio Ambiente Gabriel Delano para liderar uma abordagem fajuta no intuito de barrar as atividades da rádio. Delano é conhecido na cidade pelas abordagens desastrosas que tem feito desde que foi investido no cargo.

Se achando uma mistura de juiz, advogado e oficial de justiça ao mesmo tempo, o secretário usou o aparato policial da PM para fazer uma abordagem totalmente sem sentido. Chegando na rádio foi recebido pelo ex-prefeito Antônio Cruz que coordena o projeto de reforma do prédio e a montagem da torre.

Visivelmente alterado e totalmente truculento, começou a cobrar um calhamaço de documentos. A medida que ia solicitando, Cruz ia mostrando que todos os documentos solicitados estavam de acordo com o solicitado. Cobrou documentação que sequer havia sido requerida e não foi capaz de mostrar nenhuma notificação feita solicitando documento algum. Quando viu que não tinha o que exigir, chegou ao ponto de afirmar que o Alvará expedido pela Prefeitura era uma montagem. Um verdadeiro absurdo – para a mando do chefe – barrar a rádio de qualquer forma.

Alvará assinado pelo Secretário de Obras que Delano acusou de ser montagem: desespero

Se achando o todo-poderoso, “mandou” todo mundo para ir à delegacia como se ele tivesse esse poder. Acompanhados do advogado Dr Val Filho e conscientes de que a documentação estava correta, o ex-prefeito Cruz por livre e espontânea decidiu comparecer para prestar os devidos esclarecimentos.

Na delegacia foi que o “projeto de secretário” pagou mais um mico. Com a documentação dentro da legalidade, o secretário foi proibido de se dirigir a rádio, já que ele tentou entrar num prédio particular de forma arbitrária e sem autorização judicial, inclusive chegou a dar voz de prisão em flagrante segundo relato do vereador Rafael Cruz, como se fosse um delegado. Os trabalhos da rádio portanto continuam e o truculento secretário e se prefeito ditador mais uma vez deram com a cara na porta e tiveram que colocar a viola no saco.

E assim segue o governo do PT, perdido e querendo transformar a cidade em um feudo. Felizmente não conseguirão. Segue o vídeo com parte da atuação arbitrária do secretário desastroso:

Prefeitura promove Fórum de Meio Ambiente em Afonso Cunha

A Prefeitura de Afonso Cunha através da Secretaria de Meio Ambiente realizou no último sábado o Fórum Municipal de Meio Ambiente. O evento realizado na Escola Gastão Vieira reuniu governo e sociedade civil para discutir as questões relacionadas ao meio ambiente do município.

A mesa de abertura foi composta por diversas autoridades dentre as quais o prefeito de Afonso Cunha Arquimedes Bacelar, o presidente da Câmara Pedro Medeiros, a secretária de Meio Ambiente Conceição Bacellar e os vereadores Manoel Gomes e Paizinho.

Em seu discurso a secretária de Meio Ambiente Conceição Bacellar destacou a importância do evento, agradeceu aos envolvidos e destacou que a temática é uma prioridade do governo municipal.

O prefeito Arquimedes Bacelar parabenizou a equipe pela organização do evento e elegeu o Fórum como um espaço democrático criado para dar oportunidade para a sociedade construir com as ações no setor.

Durante o evento, foi lançado em parceria com o Governo do Estado o Programa Como Plantar Melhor, além do encerramento do curso de alimentação alternativa desenvolvido durante toda a semana em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR.

Afonso Cunha realizará Fórum de Meio Ambiente neste sábado (07)

A Prefeitura de Afonso Cunha através da Secretaria de Meio Ambiente realizará neste sábado (07) o I Fórum Municipal de Meio Ambiente.

Com o tema “Renascimento Ambiental na Vida do Campo”, o evento terá como objetivo discutir a temática que envolve o meio ambiente local e traçar metas das ações do governo a ser realizadas no setor a curto, médio e longo prazo.

“Esperamos que a comunidade prestigie esse evento de tão grande importância para todos nós. É a hora que teremos a oportunidade de ouvir e assim planejarmos as ações que executaremos em nossa cidade”, destacou a secretária de Meio Ambiente, Conceição Bacellar.

O evento será a partir das 07h, na Escola gastão Vieira, oportunidade em que será lançado em parceria com o Governo do Estado o Programa Como Plantar Melhor e haverá o encerramento do curso de alimentação alternativa desenvolvido durante toda a semana em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR.

Ação da Secretaria de Meio Ambiente promove capacitação profissional em Afonso Cunha

 

 

Uma ação desenvolvida pela Secretaria de Meio Ambiente está promovendo um curso de alimentação alternativa durante toda a semana em Afonso Cunha.

O curso ministrado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR está sendo desenvolvido em duas turmas numa parceria estabelecida com as secretarias de Educação e Saúde.

Durante o curso dividido entre o momento de teoria e prática, as participantes estão tendo a oportunidade de entre outras coisas aprender a preparar alimentos artesanalmente aproveitando os subprodutos agrícolas locais para consumo familiar.

“Além dos integrantes da comunidade, convocamos as merendeiras das escolas e o pessoal que cuidam da alimentação do hospital para participar dessa capacitação e também se qualificarem”, destacou a secretária de Meio AMbiente, Conceição Bacellar.

O curso vai até o próximo sábado (07) e terá sua culminância durante a realização do Fórum de Meio Ambiente.