Protestos marcam manifestação contra fechamento da APAE de Coelho Neto

 

A situação de quase fechamento da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE, ganhou as ruas de Coelho Neto nesta terça (17).

Os desdobramentos do imbróglio envolvendo as cobranças do atual governo relacionado a prestação de contas, acabou por suspendendo os repasse de recursos que eram feitos para a manutenção da instituição.

Com esse  cenário, o Centro de Reabilitação chegou a ter a luz cortada e os servidores com mais de seis meses de pagamento atrasado.

Durante a manifestação realizada nas principais ruas da cidade, a solução para o impasse foi cobrada e apoiada por quem assistiu ao protesto pacífico.

Nas redes sociais a manifestação que encerrou em frente a prefeitura, repercutiu com a população apoiando a resolução do problema, cuja briga tem afetado apenas as crianças que precisam de atendimento e os servidores que precisam do seu sustento.

Em brigas dessa natureza o lado mais fraco sempre é o mais atingido. Lamentavelmente!

O povo é maior! Transferência de Albino é suspensa…

Albino: Governo do Estado preferiu atender clamor popular

Quem disse que quando o povo se manifesta algo não acontece? Claro que acontece. Pois bem, é baseado nesse afirmação que foi informado no início da noite desta sexta (19), que o investigador da Polícia Civil, Albino Klauberth, não será mais transferido de Coelho Neto.

A simples notícia da transferência motivada por politicagem dos inescrupulosos da cidade deixou a comunidade revoltada, que foi para as ruas na última quarta (17), cobrar do governador Flávio Dino a permanência de Albino na cidade.

Nesse interim várias pessoas se mobilizaram para fazer chegar o clamor popular ao comando da Secretaria de Segurança Pública, uma delas foi o deputado estadual Cabo Campos, que segundo fomos informados, esteve em contato com o comando em São Luís.

A manifestação popular surtiu efeito.

E essa é mais uma vitória do povo de Coelho Neto.

Mas essa é uma outra história…

 

Para meditar: Porque quando estou fraco então sou forte. II Co 12,10

Movimento “Fica Albino” vai as ruas de Coelho Neto e manifestantes dão lição de cidadania…

A manifestação do Movimento “Fica Albino” realizada no final da tarde desta quarta (17) foi uma verdadeira lição de cidadania.

O evento convocado pelas redes sociais, foi um protesto pacífico contra a decisão arbitrária de transferência do investigador da polícia civil Albino Klauberth por parte da Secretaria de Segurança Pública do Estado, de Coelho Neto para Açailândia.

A revolta se dá pelo fato da transferência ter motivação política, provocada por figuras inescrupulosas que aproveitaram suas influências para solicitar a mudança. Espontaneamente as pessoas foram chegando e percorreram avenidas do centro da cidade com palavras de ordem e dizeres de “Fica Albino”. Por onde o movimento passava, era saudado pelas pessoas com sinais de apoio e reconhecimento.

O encerramento na praça Duque Bacelar contou com a presença do próprio Albino, que ao surgir foi ovacionado e abraçado por populares.

Uma onda de discursos dos organizadores se revezaram ao microfone defendendo a permanência do servidor na cidade e destacando seu trabalho, tanto na Polícia Civil, quanto na área social que desempenha voluntariamente.

Ao fazer uso da palavra, Albino agradeceu as demonstrações de carinho, destacou seu serviço prestado ao município, se indignou com as perseguições que tem sofrido e enalteceu a atitude do movimento, sempre bastante aplaudido.

Ao final, Albino foi muito assediado pelos presentes e teve que se dividir entre palavras de encorajamento, abraços espontâneos e muitas fotos. O vereador Rafael Cruz e o ex-vice-prefeito Sérgio Guanabara compareceram no encerramento do ato.

Movimento “Fica Albino”, será realizado nesta quarta (17)

Os organizadores do Movimento “Fica Albino” realizarão nesta quarta (17), uma manifestação contrária a sua transferência de Coelho Neto para o município de Acailândia, por motivos meramente politiqueiros e fruto de uma intervenção de inescrupulosos que se acham donos da cidade.

A manifestação pacífica está marcada para acontecer a partir das 17h, com concentração na Rodoviária e encerramento em frente ao Shalom.

Alô governador! Transferência de investigador da polícia civil causa revolta e mobiliza sociedade em Coelho Neto

Albino Klaubert no cumprimento do seu dever tem despertado a fúria de políticos inescrupulosos de Coelho Neto

A notícia da transferência do investigador da polícia civil, Albino Klauberth, de Coelho Neto para Açailândia desde que fora anunciada, tem causado imediata reação na sociedade. As digitais de políticos sem escrúpulos da cidade que se aproveitando da proximidade com o Governo do Estado teriam pedido a transferência, tem sido motivação de indignação das mais diversas na rede social. Já existe até notícias que foi pedido reforço policial para Caxias temendo as manifestações, que ao contrário do que pensam, deverá ocorrer de forma pacífica.

Grupos de whatsapp foram criados com o título “Fica Albino”, uma manifestação já está sendo pensada para ganhar as ruas da cidade e por último um abaixo assinado também já foi idealizado endereçado ao secretário de segurança Jefferson Portela e ao governador Flávio Dino.

Além de excelente servidor público, Albino desenvolve com recursos próprios um excelente trabalho na comunidade e por essa ação talvez, que integrantes dos grupo que faz política com “P” minúsculo se incomode tanto com a presença dele no município. O ex-prefeito Soliney Silva e o vereador Rafael Cruz já usaram a rede social para defender a permanência de Albino e lhes hipotecar apoio.

A seguir, alguns dos depoimentos da comunidade reprovando a ação politiqueira daqueles que no poder se acham donos da cidade. Devido a cidade está sob regime de perseguição total, resolvemos preservar a identidade das pessoas. Confira:

Pedido de prisão do ex-vereador Val já teria sido feito a justiça…

Às 09h:46

São fortes os rumores que esta em curso um pedido de prisão feito contra o ex-vereador Edvaldo Alves – Val. O motivo do pedido de prisão deve-se ao fato deste ter participado de forma bastante ativa das manifestações realizadas em Coelho Neto no último dia (20).

Segundo o blog apurou, duas testemunhas em meio a multidão estranhamente teriam dito que o ex-vereador teria dado dinheiro a elas para participarem das manifestações. Como será que provaram isso, se é que de fato isso existiu? Ora pois, numa manifestação com tanta gente envolvida é no mínimo curioso achar que o ex-parlamentar patrocinaria algo daquela proporção.

Segundo familiares que o blog procurou ouvir, as informações que chegaram até eles é que o pedido foi feito mas a decretação da prisão ainda aguardava parecer do juiz.

Engraçado como as coisas funcionam em solo tupiniquim, mas perguntar não ofende: E não vão pedir a prisão de quem tocou fogo nos pneus? E não vão pedir a prisão de quem apedrejou as lojas? Ou o alvo será mesmo apenas o ex-vereador Val?

Estranho, muito estranho…

Fiasco Total! SINTASP paga mico durante durante Ato Público no Banco do Brasil

O presidente do Sindicato dos Servidores Público – SINTASP, Izaque Vale, pagou o maior mico na manhã desta segunda (30), durante realização do Ato Público em protesto ao atendimento do Banco do Brasil.

A convocação feita pela entidade para tentar dar satisfação a população diante da inércia no que se refere ao direito dos trabalhadores não vingou e mostra quão fraco anda o prestígio da entidade em solo tupiniquim.

Durante sua fala, o presidente do SINTASP Izaque Vale falou praticamente para ele mesmo, com a cara visivelmente desapontado com fiasco do movimento.

Se estivesse lutando pelos direitos dos inúmeros servidores que estão tendo seus direitos tolhidos pelo atual governo, talvez o número de pessoas fosse maior.

Em dúvida alguma, um vexame!

“Movimento pelo Bem de Coelho Neto” vai as ruas e realiza manifestação…

Foi realizado na manhã deste sábado (01), a primeira manifestação do “Movimento pelo Bem de Coelho Neto”, que após reunir os presentes passaram pelas ruas num evento pacífico.

Nem todas as estratégias do governo de minar o movimento proibindo carro de som e boatos de blitz na rua foi o suficiente para que o evento não ocorresse.

Entre as lideranças que lideraram o movimento estavam os ex-prefeitos Soliney Silva, Antônio Cruz e Waltenir Lopes, os vereadores João Paulo, Rafael Cruz e Dr. Ricardo, as lideranças Raimundo Silva e Lucas do Bairro Sarney, além do ex-vereador Edvaldo Alves – Val.

Desde que o evento fora iniciado, os bastidores da política em Coelho Neto movimentaram-se como nunca.

O prefeito que parecia deitado em “berço esplêndido” resolveu se mexer e a manifestação só serviu para fortalecer o sentimento de oposição local, mesmo com o receio de perseguição que ainda paira em alguns.

Ao contrário do que pensa o governo, a oposição não está morta.

Pise no chão direito, prefeito!

Sindicatos farão paralisação articulada em Coelho Neto…

Os sindicatos de Coelho Neto farão uma programação articulada na Greve Geral local contra as reformas Trabalhista e da Previdência.

A manifestação marcada para esta sexta (28), terá concentração na praça Duque Bacelar às 08h, com saída em caminhada pelas principais ruas da cidade.

Com o tema “Resistir e Lutar Sempre – Nenhum direito a menos – Nenhum passo a trás”, o evento reunirá SINTASP/MCN, SINPACEL, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, SINTRIAD, Sindicato dos Comerciários e SINPROESSEMA na mesma ação, com apoio da Câmara de Vereadores e Igreja Católica.

Discurso do Presidente da Câmara de Coelho Neto desagrada servidores…

Osmar Aguiar: discurso não agradou

Pegou muito mal a participação do Presidente da Câmara de Coelho Neto Osmar Aguiar (PT), durante manifestação de servidores realizada ontem (06), em frente à Prefeitura.

A princípio sua participação foi vista com bons olhos, já que ninguém do Executivo se manifestou para receber os manifestantes, no entanto, durante o discurso, o que se observou foi a fala de um ferrenho defensor do governo que nem de longe parecia o militante-sindicalista que atuava com unhas e dentes até o final do ano passado.

O tom do discurso era de quem estava em plena campanha política. Falou em “plenos pulmões” sobre legitimidade do atual governo, de pessoas que estariam usando a rede social para pressionar o prefeito, insinuou que alguns poderiam está sendo utilizados como massa de manobra e por várias vezes afirmou que a nova gestão era “um governo dos trabalhadores”.

No meio do discurso e do nada, tocou no assunto da retomada do Hospital Ivan Ruy e disse que alguém no movimento, aliado do maior proprietário de terras do entorno da unidade hospitalar (no caso, o empresário Luis Serra), estaria utilizando os servidores por revolta ao tal processo de desapropriação.

O petista ficou tão desnorteado fazendo uso do microfone que chegou a alfinetar o próprio aliado do governo, o ex-prefeito Dr. Magno Bacelar, afirmando que este não havia repassado todos os documentos durante a transição do seu governo. “Quando o Dr. Magno saiu que passou para o gestor anterior existiu transição, tinha algumas documentações que faltavam, mas no geral a documentação existia, existiu transição”, disse ele.

Ao final, se dirigindo ao servidor Oberdan Lopes (ex-candidato a vereador), que questionou o seu discurso, o presidente da Câmara teria chegado a dizer que “com ele não discutiria porque ele não tinha moral”. Enfim, a declaração além de uma falta de respeito soou de forma arrogante, inoportuna e desnecessária.

Se uma das poucas pessoas próximas do governo com habilidade do diálogo age dessa forma, o cenário vindouro que se desenha em tempos de crise é o pior possível.

E isto ficou muito claro!