Atraso nos pagamentos da gestão de Luciano, obriga moradores de Timon a recolherem o próprio lixo

O prefeito de Timon Luciano Leitoa (PSB) paga hoje o castigo da própria língua. Quando queria sentar na cadeira de prefeito, o pessebista era um dos maiores críticos a atraso de salários e hoje comete os mesmos erros que sempre rebateu.

Nesta quarta (07), o vereador Henrique Júnior denunciou mais um descaso provocado pelo atraso no pagamento dos donos de caminhões e salário dos servidores que prestam serviço para a limpeza pública.

No vídeo gravado por moradores do Conjunto Miguel Arraes, é possível ver moradores recolhendo o lixo de forma improvisada para evitar que a falta de coleta não acabe se tornando um caso de saúde pública para o bairro.

É dessa forma desrespeitosa que o prefeito agradece a votação expressiva que os timonenses deram aos seus candidatos. Confira o vídeo:

Prefeitura de Afonso Cunha implanta lixeiras no centro da cidade…

Como parte de uma ação da Secretaria de Meio Ambiente, a Prefeitura de Afonso Cunha implantou recentemnete diversas lixeiras no centro da cidade. De acordo com a secretária de Meio Ambiente Conceição Bacelar, o governo espera da comunidade a devida colaboração para que a ação surta o efeito esperado.

“Não vai adiantar termos adquirido as lixeiras se a comunidade, em especial aos empresários não colaborarem. Lamentamos que durante essa semana já consttamos que alguém queimou o lixo dentro de uma dessas lixeiras deixando-a bastante danificada e se esquecendo que isso compromete os recursos públicos gastos para que essa medida se tornasse efetiva. Esperamos a sensibilização e vigilância de todos para que possamos manter a cidade limpa e denunciar casos como esse”, disse a secretária.

A ação além de preservar o meio ambiente foi concebida para colaborar na melhoria e organização da limpeza urbana. Nessa primeira etapa apenas o centro da cidade foi atendida, mas novas lixeiras serão adquiridas para serem dispostas em locais estratégicos nos bairros.

Ação de limpeza no Bairro Sarney confirma que governo só vai na pressão…

Frente da Secretaria de Assistência Social no último dia 07: lixo em Coelho Neto parece ser uma problemática ainda longe de resolver. Foto: Richard Cabrera

A letargia do governo liderado pelo prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) é tamanha, que até quando se consegue realizar algo trivial a comunicação do governo faz festa.

Foi assim com o serviço de capina e recolhimento de lixo realizado numa rua do Bairro Sarney, em que venderam a imagem que o povo estava agradecido como se isso não fosse obrigação do município.

A comunicação do governo também tenta vender a imagem de que isso foi feito de forma espontânea, o que não é verdade.

Primeiro é bom pontuar que se o governo ainda faz ações primárias como essa após três meses de governo, se confirma aquilo dito por esse blog de que a edição do Mutirão da Limpeza no início da gestão realmente fracassou.

Segundo, a Secretaria de Infraestrutura que disputa o ranking das piores do governo só reagiu diante da pressão popular, da imprensa e dos vereadores, inclusive os da própria base governista, que já mostraram revolta pelo fato do governo a essa altura do campeonato não ter conseguido sequer elaborar uma rota que estabeleça a periodicidade da coleta.

Também não é demais destacar que embora tenha havido essa ação em algumas ruas do Bairro Sarney, o fato é isolado pois grande parte da cidade ainda enfrenta a sujeira e a ausência na coleta de lixo.

Não adianta o governo fazer festa para algo tão elementar, já que os cofres do munícipio como dizia o atual prefeito quando era radialista, estão abarrotados com os mais de 20 milhões que já foram creditados ao longo desses três meses.

É um governo que só vai na pressão. É cômico e não deixa de ser trágico…

Lixo em Coelho Neto: Nem a base do governo aguenta mais…

Lixo em Coelho Neto: Após três meses o cenário é o mesmo

Impressionante como nem a base aliada ao governo municipal aguenta mais a incompetência da Secretaria de Infraestrutura no que diz respeito a coleta do lixo em Coelho Neto e o assunto voltou a ser pauta na sessão da Câmara na última quinta (30).

Já se passaram 90 dias e a reclamação de populares é a mesma. O despreparo é tão grande, que após todo esse tempo nem um cronograma de coleta a Secretaria deu conta de elaborar.

O vereador Júnior Santos (PMDB), por exemplo, cobrou do órgão pela terceira vez a programação da coleta, já que é grande a reclamação de moradores que sem saber, colocam o lixo para a coleta e a demora acaba permitindo que animais acabem espalhando tudo pela rua.

Já o vereador Wilson Vaz (PTdoB), questionou os gastos denecessários de combustíveis das caçambas quando estas ficam juntas, paradas e ligadas aguardando uma retroescavadeira encher uma por uma.

Outro problema que surgiu a partir do debate se deu em decorrência das caçambas alugadas serem muito altas, exigindo um esforço sobre-humano dos trabalhadores da limpeza, já que não se trata de veículo específico para esse fim. Foi mencionado caso de trabalhadores que chegaram a desmaiar em decorrência dessa rotina.

Nesses quase 100 dias do novo governo, a Secretaria de Infraestrutura é sem dúvida alguma, uma das que lideram o ranking de reclamações, pois não tem conseguido corresponder aos reclames dos problemas que por obrigação teria que dar conta.

É um órgão que ainda não disse a que veio…