Vereador João Paulo denuncia problemas da falta de iluminação pública em Coelho Neto

Vereador João Paulo: críticas a iluminação pública

O vereador João Paulo (PMDB) chamou atenção na sessão da última segunda (11) sobre a problemática da falta de iluminação pública em Coelho Neto.

“A falta de iluminação pública ajuda a agravar a criminalidade, onde ruas permanecem escuras e engana-se quem pensa que a problemática é apenas nos bairros, muito pelo contrário, a deficiência é vista também no centro da cidade”, disse ele.

O parlamentar disse que ao cobrar do secretário responsável a desculpa é a ausência do caminhão munck da empresa responsável pela iluminação pública.

 “Como é que uma prefeitura faz uma licitação para uma prestação de serviço onde a empresa deveria ter todo o material para execução dos trabalhos e por falta destes a cidade fica prejudicada e as escuras. Isso é um aburdo!”, reclamou ele.

O problema denunciado pelo vereador contrapõe a propaganda oficial que tentou vender  a imagem que o serviço de iluminação pública do município era eficiente.

João Paulo se destaca ao enfrentar base do governo e votar contra projeto de Américo…

João Paulo: 1 contra 10

O vereador João Paulo (PMDB) roubou a cena e mais uma vez exerceu papel de protagonista na sessão da última segunda (21).

Única voz da oposição presente na sessão, o peemedebista teve que enfrentar a ampla maioria da base aliada na votação do polêmico projeto de reestruturação do Saae, anunciado em primeira mão por esse blog.

Sem qualquer dificuldade, João Paulo votou contra o pedido de urgência do prefeito que pula as etapas normais de tramitação para ser votado numa única sessão, diminuindo as chances de debate.

Na hora da apreciação da matéria, o parlamentar enfrentou os 10 (dez) vereadores do governo e mesmo sozinho, votou contra o projeto por entender que sua concepção deveria se dar com a participação da sociedade.

Agir com a naturalidade e segurança que João Paulo agiu é para poucos.

E é aos poucos que ele vai se consolidando como voz firme e contrária ao estilo PT de governar a cidade…

Rafael Cruz e João Paulo: bem maiores…

Rafael Cruz e João Paulo: bem maiores…

O assunto político que dominou a semana em Coelho Neto sem dúvida alguma foi a votação da prestação de contas do ex-prefeito Soliney Silva (PMDB) referente ao ano de 2010.

A sessão tida como histórica não deixou que passasse depercebida a atuação de dois dos vereadores de oposição presentes: Rafael Cruz e João Paulo, ambos do PMDB.

O comportamento dos dois parlamentares de rejeitar o julgamento político e acompanhar o voto do Tribunal de Contas do Estado – TCE mostrou coragem, independência e firmeza diante da maioria absoluta da base aliada.

Nem as vaias ensaiadas por partidários do governo foram o bastante para intimidar os dois edis, que tem se esforçado para manter viva a chama da oposição e não se deixar ser levado pelo “canto da sereia” por parte do governo.

Se permanecerem com essa firmeza, os dois tem grandes chances de exercer um papel ainda mais visível que esse demonstrado agora.

Rafael e João Paulo conseguiram subir mais um nível na escala do protagonismo político no qual estão inseridos atualmente.

E saíram dessa discussão bem maior do que entraram…

“Ela é perseguidora”, diz vereador sobre secretária de Saúde de Coelho Neto…

Vereador João Paulo: críticas ferrenhas a Cristiane Bacelar

O vereador João Paulo – JP (PMDB), mirou na secretária de Saúde Cristiane Bacelar como uma verdadeira metralhadora giratória na sessão de ontem (23).

Além de uma atuação pífia a frente da pasta, a titular da saúde caiu em desgraça quando decidiu medir força com a Câmara de Vereadores e recebeu diretamente a reação de governistas e oposicionistas.

“Essa questão da falta de atendimento, da falta de compromisso da secretária, ela já demonstrou essa falta de compromisso e essa falta de competência quando foi secretária de Assistência Social que hoje ela é ficha suja, não era nem pra está no cargo hoje. Isso ai também o Ministério Público vai está vendo agora nós vamos está entrando juntamente com Rafael, Dr. Ricardo e os demais para que a gente possa impedir que essa senhora continue com as perseguições que ela está fazendo aqui”, disse ele.

O parlamentar denunciou que pacientes estavam sendo perseguido pela secretária e que a procurou mas não foi sequer recebido. Ele disse que essa prática de perseguição deve ser combatida e se colocou à disposição da comissão de vereadores que vão acompanhar de perto as ações da saúde.

Vereador João Paulo cobra do governo tabela de pagamentos dos servidores…

Vereador João Paulo: cobrança na regularidade dos pagamentos

O vereador João Paulo (PMDB) usou a tribuna na sessão de ontem (06), para cobrar do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) a divulgação de um calendário de pagamentos para os servidores públicos.

A indicação segundo o peemedebista foi motivada pelo apelo de servidores que tem se mostrado incomodado com a inconstância dos pagamentos no atual governo.

Para ilustrar que a medida é possível, João Paulo deu o exemplo de diversas cidades e do próprio Governo do Estado onde a prática é cultivada durante anos.

A implantação da medida tem a sua importância porque a partir dela, o funcionalismo poderá programar suas despesas durante o ano.

Resta saber se o prefeito terá sensibilidade o suficiente para atender uma solicitação dessa natureza.

É aguardar e conferir!

João Paulo repercute matéria do blog e vereadores farão visita ao povoado Santo Inácio

Vereador João Paulo: mobilização em torno dos atingidos pelas chuvas

O vereador João Paulo (PMDB) usou a tribuna na sessão desta segunda (03), para repercutir matéria do blog que tratou do desaparelhamento da Defesa Civil do município e a situação de alagamento que vive as famílias no povoado Santo Inácio.

Em seu discurso o parlamentar requereu urgência do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) para que designasse uma equipe com a função de mapear as áreas de riscos que estão vulneráveis com a intensidade das fortes chuvas.

O vereador chamou atenção ao grande volume de água e a necessidade do governo de criar uma força tarefa envolvendo a Secretaria de Assistência Social e pastas afins para envidar esforços no sentido de ajudar as famílias que tiveram prejuízo com as chuvas. Além do povoado Santo Inácio o peemedebista citou ainda as famílias que vivem em morros que correm o risco de desabamento.

Vereadores formam Comissão

Situação do Povoado Santo Inácio: famílias atingidas pela força da água 

Ainda durante o seu discurso o vereador João Paulo cobrou que a ação preventiva pudesse acontecer em caráter de urgência, antes que algo de mais grave pudesse ocorrer.

Após a fala do parlamentar,  uma comissão de seis vereadores foi formada para visitar o povoado para ver in loco a real situação, elaborar um relatório e buscar os mecanismos para atender as famílias atingidas.

Integram a comissão os vereadores João Paulo, Júnior Santos, Reginaldo Janse, Wilson Vaz, Camila Liz e Liza Pires.

E a imprensa mais uma vez cumpre seu papel.

Mas essa é uma outra história…

O recado enigmático do vereador João Paulo…

O vereador João Paulo do Fórum (PMDB), usou sua rede social neste domingo (26) e deu um recado em tom para lá de enigmático.

“Não subestimem minha inteligência, as vezes me faço de cego pra enxergar mais longe. Meu caminho estou seguindo. Agora é o seguinte: Se segurem por que nunca perdi; Deus sempre esteve ao meu redor e eu sempre estive com o povo. Deus é mais poderoso que tudo”.

O recado parece ser um sinal de que o vereador deve retomar sua condição de oposição no qual foi eleito, sugerindo assim seu desembarque da base aliada do prefeito Américo de Sousa (PT).

Sempre preterido em meio aos governistas, JP é daqueles vereadores que não tem nenhuma necessidade de mendigar as migalhas que tem caído da mesa do prefeito petista e muito menos de se submeter a um governo que exige total submissão de seus aliados.

O recado de JP foi aprovado por seus seguidores e se sua posição se confirmar, a oposição deve reforçar o time que vem sendo ocupado solitariamente pelo vereador Rafael Cruz (PMDB).

JP no entanto, pode não ser o único.

Mas essa é uma outra história…

A incoerência do vereador João Paulo…

Vereador João Paulo / Foto: CN Bambu

As críticas desse blog ao comportamento da base aliada do governo em Coelho Neto parece começar a surtir efeito e para “mostrar serviço ao chefe” a ordem é submeter os vereadores ao máximo de exposição possível para que assim, possam mostrar serviço e quem sabe ter melhor tratamento.

O primeiro a ser submetido ao vexame foi o vereador João Paulo (PMDB), que nesta quinta (23), concedeu uma entrevista a um blog aliado ao governo que mais pareceu um show de incoerência.

A entrevista inicia com uma verdadeira saraivada de críticas à gestão anterior. O cômico da história é que o vereador parece ter esquecido que sua eleição se deu justamente no palanque do governo que hoje ele tece críticas e que na época não parecia ter defeitos.

Em outro ponto da tal entrevista, João Paulo destacou que “o prefeito tem se empenhado muito nesse início de governo na busca de soluções permanentes para os problemas da cidade”. O parlamentar só esqueceu de citar que soluções são essas, porque o que se vê em quase 60 dias é um governo completamente inerte e totalmente perdido.

Pelo menos numa coisa o vereador peemedebista foi correto: quando mencionou a angústia e a impaciência da população. Toda essa inquietação não é a toa, é motivada pela apatia de um governo que ainda não conseguiu mostrar a que veio.

Antes de pensar em ficar ao lado do governo os vereadores devem preferir “ouvir a voz das ruas”, sob pena de sofrer na pele a rejeição popular que já não anda muito satisfeita com a classe política.

Essa exposição exagerada poderá ser usada contra o próprio vereador lá na frente, pois é esse o “modus operandi” da maioria dos governos de esquerda quando são contrariados… e aqui não será diferente.

É aguardar e conferir!

Justiça mantém em R$ 200 mil indenização à família de João Paulo

cedoc_joao_paulo

A Justiça manteve em R$ 200 mil a indenização por danos morais a ser paga pela BMW à família do cantor sertanejo João Paulo, morto em um acidente de carro em setembro de 1997. João Paulo, que fazia dupla com Daniel, foi vítima de um acidente quando voltada de um show em São Caetano do Sul (SP) para sua casa em Brotas, no interior.

A família de João Paulo chegou a pedir indenização de R$ 300 mil e pensão à BMW com correções que poderiam chegar a R$ 400 milhões, mas, diante de recursos, o Tribunal de Justiça reduziu a indenização.

De acordo com um laudo pericial, o veículo da montadora alemã em que o cantor estava capotou quatro vezes e pegou fogo depois que um dos pneus do carro estourou no Km 40 da Rodovia dos Bandeirantes, na Grande São Paulo.

Segundo Edilberto Acácio da Silva, advogado da viúva e da filha de João Paulo – que vivem em Ribeirão Preto (SP) -, a 35ª Câmara de Direito Privado concluiu que tanto o ex-parceiro de Daniel, que viajava a 133km/h e sem cinto de segurança, quanto a BMW tiveram responsabilidade no acidente.

A previsão do advogado é de que a indenização total fique em torno de R$ 70 milhões. O cálculo soma danos materiais e morais e só será confirmado no fim do processo. O valor estima quanto João Paulo poderia ter recebido desde 1997 se ainda estivesse vivo e em quanto sua filha e a viúva do cantor deveriam receber por mês desde o acidente.

O julgamento aconteceu segunda-feira (19), em São Paulo, em resposta a um embargo infringente apresentado pelo defensor diante de decisão anterior do mesmo tribunal, no final de 2014.

O advogado da família do cantor disse que recorrerá ao Supremo Tribunal Federal (STF) ou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas que espera a publicação da decisão para definir qual recurso será apresentado.

Do G1